Páginas

Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta minimalismo. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta minimalismo. Classificar por data Mostrar todas as postagens

18 de abril de 2014

Minimalismo -semana 1

Hoje faz uma semana que decidi me tornar minimalista.

Surgiu uma viagem para Àguas de Lindóia, que fica a 10km de Monte Sião - MG considerada a capital nacional do tricô, coisa que tendo o dosha Vata, não tolero frio, então tricô é uma coisa obrigatória ter no armário e se juntar meu gosto por roupas, imagina a tortura de ter ido em um local assim?! Foco era a palavra-chave e eu finalmente consegui sair de MG trazendo uma única peça. Pra mim foi uma vitória inestimável conseguir isto.
Fui vencida pelo conforto de mocassins em tom verde, calçados na linha extremo conforto que são muito caros e por $50 valeram muito a pena, não precisava por já ter outros, mas pensei que mocassim com jeans é uma boa para saídas rápidas  (pois estou planejando meu guarda roupa nessa nova etapa), como consegui usar um até a sola se desgastar de forma irremediável, então deixei a culpa de lado... sou daquelas que comprava muito mas se algo me encanta, uso até a roupa ou sapato sairem andando sozinhos rs...

Também houve um desconto considerado na Feel Unique, comprei creme dental e sabonete líquido e hidratante sem fragância, ou seja sem óleos essenciais - coisa que necessito pois faz dois anos que uso produtos com OEs e sendo estudante de aromaterapia, sei que a pausa é necessário.

E claro, tem este blog, fiquei imaginando como seria se eu declarasse um não total as compras... o mercado de cosméticos orgânicos é pequeno, então sinto que de alguma forma ajudo as pessoas. Não posso simplesmente parar.
Então a principio foi decretado não comprar roupas, quanto a cosméticos, tenho mais que o suficiente, o que compro e o que recebo para teste e estão chegando produtos sem óleos essenciais, também posso dar um tempo, irei repor o que acabar.

17 de abril de 2014

Abelhas estão entrando em extinção!

Recebi este email do Avaaz Ong ativista dos direitos humanos e causas ambientais e achei por bem compartilhar, não é um publieditorial.

Neste momento, bilhões de abelhas estão morrendo. Já não existem mais abelhas na Europa em número suficiente para polinizar nossas plantações. E, na Califórnia, o maior estado produtor de alimentos dos EUA, apicultores estão perdendo 40% da população de abelhas a cada ano.

Estamos em meio a um desastre ambiental que ameaça a todos. Isto porque, sem a polinização pelas abelhas, a maioria das plantas e ⅓ da produção de alimentos deixarão de existir.



Especialistas em todos os cantos do mundo estão denunciando os pesticidas tóxicos para as abelhas, e afirmam que estamos usando muito mais pesticidas do que precisamos em nossas plantações. No entanto, da mesma forma como agem as empresas de petróleo quanto às mudanças climáticas, a indústria de agrotóxicos, que produz e vende os pesticidas, está se valendo de estudos fraudulentos para questionar as evidências, dando aos políticos a desculpa que precisam para adiar ações necessárias.

Se as abelhas forem extintas, o mundo que deixaremos para nossos netos vai ser bem diferente: maçãs e amêndoas podem se tornar alimentos exóticos nos supermercados. Mas estamos progredindo na luta para proteger nossas preciosas polinizadoras. No ano passado, 2.4 milhões de membros da Avaaz foram parte de um movimento gigante na Europa que convenceu o parlamento europeu a proibir, por 2 anos, os piores químicos prejudiciais às abelhas. Se nosso movimento juntar forças para acabar com o falso debate que está congelando a ação dos nossos parlamentares, poderemos conseguir a proibição dos pesticidas em todo o mundo e acabar com a guerra química que tem sido feita contra as abelhas de uma vez por todas.

Mais informações:

Efeitos dos agrotóxicos sobre as abelhas silvestres no Brasil (SEBRAE)
http://www.sebrae.com.br/setor/apicultura/efeitos_agrotoxicos_abelhas_silvestres_brasil1.pdf

Uma decisão europeia boa para as abelhas (Público)
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/uma-decisao-europeia-boa-para-as-abelhas-1614633

2 agrotóxicos mataram 4 milhões de abelhas em Gavião Peixoto, diz laudo (G1)
http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2014/02/2-agrotoxicos-mataram-4-milhoes-de-abelhas-em-gaviao-peixoto-diz-laudo.html

Governo mantém autorização para uso de agrotóxicos que podem afetar abelhas (UOL)
http://economia.uol.com.br/agronegocio/noticias/redacao/2013/12/05/governo-mantem-autorizacao-para-uso-de-agrotoxicos-que-podem-afetar-abelhas.htm

Sumiço das abelhas derruba exportações de mel do Brasil (Terra)
http://noticias.terra.com.br/ciencia/sumico-das-abelhas-derruba-exportacoes-de-mel-do-brasil,22c48c1f351f0410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Pesticida que mata abelhas também faz mal aos humanos, alerta agência europeia (Público)
http://www.publico.pt/ecosfera/noticia/pesticida-que-mata-abelhas-tambem-faz-mal-aos-humanos-alerta-agencia-europeia-1616623

Para evitar o sumiço das abelhas (Gazeta do Povo)
http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/meio-ambiente/conteudo.phtml?id=1395261

UE proíbe três pesticidas que matam as abelhas (Euronews)
http://pt.euronews.com/2013/04/29/ue-proibe-tres-pesticidas-que-matam-as-abelhas/

A Ong pede doações através do site, clica aqui. Se você não quer ou não pode doar, há outras formas de colaborar com a vida das abelhas, como consumir alimentos orgânicos dentro do possível.
Também comecei a praticar o minimalismo, pois o consumo desnecessário impacta o planeta negativamente.
Já doei uma quantia e já tenho consumido orgânicos, dentro do orçamento.
Se você consome produtos naturais e orgânicos, dê preferência aqueles com maior percentual de insumos orgânicos, pois não levam pesticidas químicos na produção.

10 de abril de 2014

Minimalismo - o começo

Meu ponto de partida se foca muito no impacto ambiental, não quero  mais ser aquela pessoa destruidora do planeta com meus hábitos consumistas. Primeiro foram cosméticos verdes e agora nos objetos da casa.


Tudo começou com o planejamento para a nova casa que irei morar e ao ver o espaço que tinha para a cozinha, confesso que entrei em pânico, já me via de mau humor rogando praga no arquiteto que projetou o espaço... com o passar do tempo fui vendo possibilidades - mas a real ficha caiu: eu simplesmente não preciso de algo maior, pois se planejar bem as compras e pensar dez vezes se aquilo que planejo comprar será útil, tem como viver bem.

A casa da minha mãe tem três andares, então eu tinha é espaço para as coisas, coisas estas digamos que no minimo 40% eram desnecessárias e que gerava muitas brigas com ela com TOC de arrumação e digamos minimalista por natureza, era uma relação muito dificil ,álias frisa-se bem o era, pois depois de 5 anos de terapia, entre elas aromaterapia em tempo integral e paralelamente três anos de constelação familiar sistêmica, que me mudou em vários aspectos eu  simplesmente perdi a vontade de impor minha presença através das coisas, chamar a atenção querendo amor, não que ela não amasse, mas tendo uma educação mais rígida e as vezes aos berros,pois foi isso que aprendeu com sua mãe e hoje eu entendo.

Hoje vejo que uma das formas de chamar a atenção era através das minhas coisas que eu impunha por toda a casa, muitas delas não sinto a mínima falta e estão espalhadas nos três andares... Isso aos poucos estou separando, o que levo comigo e o que é dispensável, mesmo porque, não cabe numa casa com 1/4 do tamanho da atual... são as coisas ou nós...

E hoje vejo que a compulsão por compras era uma forma de tapar buracos emocionais imensos, como por exemplo a morte de uma tia querida...  já houve a fase em que tentei tapar o buraco com tijolinhos de estojo de make e argamassas de cremes diversos... vindo para o lado verde da força, isso acabou, mas continuei nas roupas.

Não posso dizer que não vou comprar nada, mesmo porque montar uma casa requer equipá-la, e graças aos céus tenho a chance de ter uma tela em branco e pintar, desta vez da forma minimalista.
Vejamos como será essa empreitada.
Sei que esta é uma caminhada longa e que estou firme na intenção de seguir.


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys