Páginas

Mostrando postagens com marcador Mundo orgânico. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mundo orgânico. Mostrar todas as postagens

4 de novembro de 2015

Férias RJ | Locais turísticos

O Rio de fato é uma cidade maravilhosa!
Não terei fotos dos principais cartões postais pois estava nublado, mas acredite há momentos que você deseja que o sol dê uma trégua, porque mesmo em outubro lá é muito quente, dezembro então...

Pra nós que programamos um roteiro andança,  (a gente gosta de visitar os locais históricos além dos turísticos conhecidos), estava perfeito e por incrível que pareça até fez um frio, necessário um casaquinho leve, fica a primeira dica.

Nós ficamos no Hotel Granada, a média da diária dos hotéis 4 estrelas é de R$200. Conta com sauna, piscina, academia de ginástica. Funcionários muito gentis, ambiente limpo e bem cuidado.

 Tem hotéis mais simples a R$150 sem a área de lazer.



reprodução Trip Advisor, vide mais fotos aqui

Se você vai de carro, verifique sempre se há estacionamento, porque um dos problemas no Rio é exatamente este, não tem vaga fácil e os estacionamentos são superfaturados, digamos surreais - 2hrs por R$50 - sim, você não leu errado! O Granada tem e cobra R$20 a diária.


Este hotel fica no centro, três quarteirões dos Arcos da Lapa - sim a boêmia carioca e cenário do filme Crepúsculo Eclipse, quando Bella e Edward chegam ao Rio para a lua de mel! Se você gosta de vida noturna é perfeito porque dá pra ir andando. Tem vários bares e restaurantes.


foto: Sobreviva no Rio


Estes arcos serviam de aqueduto pelos idos de 1718 e hoje é um dos principais acessos ao bairro de Santa Tereza - via bondinho que passa em cima deles, o bairro preserva a arquitetura histórica do século XIX e hoje é reduto cultural e artístico.
E também foi cenário de filme, na verdade desenho - Rio 2. Quem lembra do Blu com o tucano e o canarinho em cima do bonde?


O Rio tem as famosas praias de areias branquinhas como Copacabana e Ipanema mas o mar é bem bravo (eu particularmente não gostei, é ótimo pra surfistas) se a ideia é pegar praia com as crianças, a Praia vermelha é uma melhor opção, é bem tranquila e linda.
(vide dica da leitora nos comentários)
O morro da Urca cerca a praia, dando uma vista fantástica, além  do acesso ao bondinho do Pão de Açúcar, e se querem outra dica - ali ficam taxistas que levam até o Cristo Redentor, se você está de carro, pode deixar estacionado ali e seguir com o taxista, porque a gente é aventureiro mas ficamos com medo de ir parar numa favela, achamos melhor pagar R$60 em média por pessoa.






Na lateral tem a pista Claudio Coutinho, onde as pessoas vão pra caminhar , correr ou fazer trilhas e foi onde deu vontade de morar no Rio, imagina fazer caminhadas com essa vista?! Além de ver saguis e vários outros animais da mata atlântica?!


Enfim, tentamos fazer um passeio diferente da primeira vez que fomos ao Rio, espero que tenha gostado destas dicas fora do tradicional circuito Cristo/Pão de Açucar.
Farei um post sobre restaurantes bacanas para linkar aqui.

E deixar nossos agradecimentos para minhas amigas cariocas do lado verde da força! O passeio foi muito melhor com vocês!

Veja também: onde comer - opções orgânicas, vegetarianas e veganas AQUI



26 de maio de 2015

Congelando leite vegetal

Aqui, só eu tomo leite vegetal e agora que estou cortando o glúten, fica bem caro comprar um litro pra sair perdendo. Eu fazia de aveia mas tem traços de glúten por ter passado no mesmo processador do trigo e a aveia sem traços é muito cara!
Solução: congelar!



Na rua, quando quero tomar algo, se encontro os sucos da Queensberry- que não tem sintéticos nocivos YAY! -  acabo levando porque dá pra aproveitar a garrafinha! Dá pra guardar o leite vegetal na geladeira e também congelar.

É uma boa solução até pra quem faz seu leite e é a única a consumir - essa garrafinha vem com 260ml de suco, eu encho com 250ml sem tampar e congelo, tem que ser sem tampar porque ao congelar o volume aumenta  e pode estourar o vidro.
Acabou o leite do dia, passo a garrafinha pra geladeira e no dia seguinte está pronto pra tomar!

Pronto acabou a sofrência de comprar 1l de leite vegetal e estragar!


23 de maio de 2015

Pizzaria vegetariana e sem glúten João do grão

Uma das coisas mais aborrecidas de estar cortando o glúten é a dificuldade de encontrar comida fora de casa, num restaurante japonês você pode pedir o bifun - macarrão de arroz bem fininho, só que - e numa pizzaria?! Eu ando muito entediada pela falta de opção gastrônomica fora de casa, a bem da verdade, porque, quando se come fora, você quer algo diferente do tradicional arroz né...

Já faz dois meses que estou incorporando o glutenfree na dieta ( e sim, eu  já sinto uma boa diferença, conto depois!) e faz mais de dois meses que não como pizza e me dá uma saudade daquelas...

Hoje fui ao shopping, atualizar minhas leituras na Saraiva e com intenção de comer... e já estou ficando com tédio de sempre apelar para um temaki.
Então passamos no mercado pra complementar o risoto de palmito que planejei fazer, já que não encontrei uma boa opção.

Marido liga o Waze pra voltar pra casa, esse aplicativo mostra os estabelecimentos em torno, mostrou uma pizzaria vegetariana próxima ao shopping Granja Vianna, (que é super tranquilo também aos sábados, nunca pisaria num shopping sab a noite se aindaestivesse morando na capital rs...)
... ok... aqui estamos na transição para nos tornarmos vegetarianos, fazemos a semana sem carne...
Mas daí pensei -poxa, eu estava indo tão bem sem glúten.
(eu não sou celiáca tenho uma intolerância grande, eu como glúten quando não tem mais jeito...)
Aí vemos o cardápio:





AHHHHHHHHHHHHHHHH! Pizzaria sem glúten?! Ganhei o dia!Tem a opção comum, de farinha de trigo também - mas sabe que a massa fininha e até meio crocante, não dá pra sentir uma diferença gritante?!

O lugar parece bem hippie, até os garçons são nesse estilo, o local é uma enorme tenda, teto de palha , todo o mobiliário de madeira rústica e cadeiras de palha. Do mezanino dá pra ver o forno a lenha, que é um balcão aberto, quem senta no térreo pode até acompanhar a pizza sendo feita!




Nós achamos bem bacana, a pizza a la carte  que vem com três sabores, marido andava doido atrás de uma pizza de shiitake e conseguiu! E shiitake fresco ainda, virou nossa eleita, é muito boa!


 Smurfette, isoladinha ali na direita:  molho de tomate, mussarela, mix de shiitake, shimeji e champignon


Ganhei mais ainda quando mostraram as opções de bebida, suco de uva orgânico! Que bacana! E 500ml atende bem duas pessoas! Tem também de 1 litro e já tinha mostrado no Instagram aqui, se você quiser acompanhar minhas descobertas, segue lá, hehe...

E em





também opções veganas.
Sendo bem sincera, achei os preços justos R$44 na pizza tamanho padrão e o suco de uva orgânico de 500ml por R$20, é o que nós gastaríamos na praça de alimentação do shopping.
Além disso dá pra ver que usam vegetais frescos, a cenoura, abobrinha e beringela deu pra ver bem pelo corte manual, então acredito que é uma opção bem mais saúdavel às pizzarias convencionais

A pizzaria João do Grilo  fica na Granja Vianna , 10 minutos depois do shopping Granja Vianna - av. São Camilo, 288
Pra quem tem a sorte de morar por perto tem a opção delivery, ai que inveja pizza glutén-free entregue em casa rs... mas super feliz de ter encontrado uma boa opção pra comer!

E isso não é um publieditorial, entramos no carro chateados de não encontrar uma boa opção pra comer, inclusive as fotos foram tiradas do celular, não esperava encontrar algo digno pra post no shopping rs... pelo menos não neste blog, já que o enfoque é super diferente da blogosfera mulherice convencional...








9 de novembro de 2014

Loja Organique essentiel - Curitiba

Outro post que vale a pena dizer é que achei muito bacana o Mercado Municipal de Curitiba estar expandindo produtos orgânicos além do setor orgânico, que como já dito é o primeiro mercado municipal que tem um setor especializado.

No entanto, comparando com os preços de SP capital não é mais em conta que por exemplo, na feira de orgânicos do Ibirapuera, no setor orgânico o vinho custa R$22, na feira R$17.

Então fiquei feliz que abriu uma loja de orgânicos no setor convencional:



Me atraiu principalmente ver toda a linha da Biowash, produtos de limpeza com pegada mais ecológica, não que concorde com tudo, acho que a linha Amazon é um greenwashing sem vergonha - mas tem... Me chamou a atenção que o concentrado  da Biowash de 1l custa R$34,50 ali (sim eu uso e acho ótimo), sendo que no Pão de Açucar em SP

É uma mercearia bacana, com bastante produtos industrializados, arroz, cereais diversos e até chocolate.
Mas atenção especial para essa linha de temperos Jatobá, com certificação Ecocert, e achei um preço bem justo - sal grosso com ervas e pimenta a R$8,50 e tempero completo por R$12,50!


Em especial o tempero completo, achei o máximo! O cheiro disso refogando é uma loucura, me parece que por ser orgânico o cheiro e o sabor se acentua... e eu realmente estava sentindo falta de tempero assim pois as vezes dá preguiça picar tudo rs...

Então se você mora em Curitiba ou está visitando, vale a pena passar no setor orgânico e conhecer a loja, os preços realmente são bons!
E mais uma vez isso não é um publieditorial...


21 de junho de 2014

Que matéria é esta, revista Elle?

Neste mês, a mídia impressa colocou em pauta os cosméticos orgânicos.A única que foi digna de aplausos, foi a Prana Yoga journal, clica aqui.
Leitora do blog comentou sobre a reportagem na revista Elle, edição de junho e vou rebater algumas afirmações da matéria, agradeço muito a Saraiva mega store que permite os clientes lerem as revistas sem a necessidade de comprar.
clica que aumenta

A Anvisa realmente não considera um cosmético orgânico e nem tem legislação sobre o setor ainda, o que infelizmente gera margem pra ser criado greenwashing e não há lei que caiba processar uma empresa que o faça.

A tricologista em questão não é a mais indicada no assunto, em mensagem no twitter disse que  infelizmente não dá pra abrir mão do silicone em produtos capilares, clica aqui - quando eu e todas as leitores de blogs de cosméticos orgânicos, sabemos que dá pra ser feliz abolindo silicones e derivados de petróleo em cosméticos capilares (e em todos os outros).

A marca dela é um dos exemplos mais graves de greenwashing, tanto que contatei o IBD - a certificadora nacional, e eles me responderam que os produtos desta marca não são certificados por ele, como diz o rótulo, muito menos é possível um cosmético ser chamado de orgânico com derivado de petróleo na composição, um ingrediente proibido por todas as certificadoras orgânicas no Brasil e no mundo - clica aqu, e tem outa fórmula aqui.

Ainda rebatendo o que a tricologista diz, que não é possível fazer um cosmético 100% limpo, só posso lamentar e discordar fortemente. O hidróxido de sódio, mais conhecido como soda caustica e que entra no processo de fabricação cold process de sabonetes e shampoos em barra, reage com os óleos vegetais e se trransforma em espuma, quando usamos um sabonete feito desta forma podemos dizer que se trata de um produto 100% natural.
Ou ainda usar saponificante de derivado natural como Sodium cocoate, presente nos shampoos da marca orgânica americana, 100% Pure - vide aqui



Sobre o custo da produção, como comentou a idealizadora da Est - também discordo fortemente, marcas como Herbia, Ikove e Cativa Natureza, conseguem produzir produtos excelentes, concordo que são mais caros do que um produto dito somente natural mas perfeitamente 'pagavel' digamos assim, nada tão absurdo.Por R$34,90 é possível comprar produtos Ikove, com certificação pela Ecocert - ou seja, ainda é mais barato do que Kerastase, que usa silicones e derivados de petróleo e saem na faixa de R$50.

clica que aumenta
A marca Est é tida como produto natural, tem insumos naturais mas  tem sulfato e outros ingredientes sintéticos, vide uma fórmula de shampoo aqui -não poderia estar em uma matéria sobre cosméticos orgânicos.Expliquei as classificações e variedades dos cosméticos com fórmulas naturais, clica aqui.



Por fim a revista traz alguns produtos, que eu e minhas leitoras discordam fortemente. Não estou desmerecendo nenhuma marca, apenas analisando a questão de ser orgânico ou não.

Vejam que os único produtos 100% naturais são da francesa Nuxe e da americana Josie Maran, na Sephora está vendendo e fui lá só pra espiar a fórmula - que são mais caros do que as opções de cosméticos orgânicos que temos por aqui | Davines e Alterna desconheço | Yves Rocher vi  a loja da marca e sei que tem sintéticos neles | Est ja comentei que se trata de produto natural, tem sintéticos inclusive sulfato e corantes | Bioextratus é produto convencional.

São produtos caros que não condizem com a realidade do mercado orgânico, foi um desserviço esta matéria, pois não levou em conta nenhuma das boas marcas orgânicas brasileiras, diria até uma falta de respeito ao trabalho duro dessas empresas. Além de induzir a consumidora ao erro, indicando produtos não orgânicos.

Agora minha pergunta que não quer calar- se chegaram a contatar a Surya para a matéria, por que não indicaram produtos da marca, orgânico de verdade e com preços melhores do que os citados na foto?
Eu tentei descobrir quem assinou a matéria e também o email da redação, na revista não tinha. Fiquei com vontade de rasgar a revista por causa dessa matéria, felizmente não sou leitora assídua.

Eu realmente não gosto de fazer críticas no blog mas esta matéria foi muito absurda, não pude deixar de rebater.
E se alguém ler alguma matéria que não concorda, envie pra mim, pra gente poder rebater. Não dá pra aceitar esse tipo de coisa num mercado sem regras claras, prejudica o movimento dos cosméticos orgânicos de verdade.

16 de junho de 2014

Enfim, uma matéria digna!

A minha queridissima, salve salve revista Prana Yoga Journal, simplesmente arrasou com uma matéria simples e acertando emj cheio:


Na página 19 da edição de maio/junho diz:
É Bio!
Os cosméticos orgânicos se caracterizam pela ausência de derivados de petróleo, substâncias tóxicas e por não serem testados em animais. O instituto Biodinâmico IBD os classifica de acordo com a quantidade de orgânicos - 100% orgânico; orgânico: no mínimo 95% com ingredientes orgânicos - de 50% a 95% natural e natural com 5% de ingredientes naturais.

Então indica marcas como Alva, Cativa, Ikove, Surya, Sal da Terra e Weleda- marcas já conhecidas e aprovadas pelas consumidoras de cosméticos orgânicos, lembrando que Weleda agora tem certificação do IBD.

Tem como não amar?
Em tempos de notícias circulando sobre 'seu cabelo pode ser prejudicado se você não lavar com shampoo industrializado da perfumaria', só posso aplaudir o editorial da revista Prana Yoga Journal, que conseguiu resumir  em uma página o que é um cosmético orgânico de verdade! Uma editora pequena, nem tão famosa assim, conseguiu dar de 10 a 0 em cima da editora Abril nessa matéria, na minha opnião.

Fico feliz por ser leitora assídua da revista há quatro anos, e fico mais feliz com as matérias super bem feitas de auto ajuda, espiritualidade, muito além do Yoga.
Site da revista, clica aqui.

Ah só uma observação: da Weleda só evite os shampoos, pois tem sulfato e algumas tranqueiras que a gente não aprova.

30 de maio de 2014

No DVD - No impact man

Através do blog Planeta Sustentável, mantido pelo grupo Abril, fiquei sabendo que a experiência de uma família ao viver com o mínimo de impacto ao meio ambiente, sairá nas telonas.

O documentário é parte do projeto que começou no blog No impact Man, de Colin Beavan, o escritor de ficção que decidiu passar um ano (entre 2006 e 2007) gerando o menor impacto possível sobre o meio ambiente.


É bacana ver nas telas alguém que tenta colocar em prática coisas que eu mesma ainda estou tentando, entre as principais taticas estão:
- para sair do apartamento, no nono andar de um prédio, só usando as escadas;
- eles aboliram táxi, carro e metrô. Para as longas distâncias valia usar um triciclo feito especialmente para isso;
- não consumiram carne vermelha;
- só compraram comida produzida por fazendas que ficavam a até 400 km de sua casa;
- nada de TV, ar condicionado ou máquina de lavar louça;
- no lugar de xampu, usaram bicarbonato de sódio;
- não usaram pasta de dentes e nem papel higiênico;
- não compraram água em garrafa;
- reciclaram seu lixo;
- limparam, voluntariamente, praias poluídas e
- plantaram árvores.
fonte:Super Interessante

Da visão da Yumi, achei surreal o não uso de papel higiênico, que além do impacto da fabricação de papel gera lixo, sóse começaram a usar bidê,o que também impacta o meio ambiente usando a agua (no documentário não mostrou)
 e não usar energia elétrica inclusive para a geladeira que foi adaptado  de uma ideia de usar um pote dentro do outro com agua entre os dois, em um certo momento tiveram que pedir gelopara uma vizinha e manter os alimentos dentro de um isopor.

Como ele precisava postar no blog acabou conseguindo uma placa de energia solar, que produzia só o suficiente para postar.

Uma das coisas impressionantes foi ver a lixeira com uns 7 itens apenas, se valeram de uma composteira simples:uma caixa com minhocas e terra - nisso minha composteira da Morada da Floresta, ganhou disparado em eficiência (então fica a dica a quem quiser ter uma), pois uma das metas era reduzir mesmo a quantidade de lixo.

Lindo de ver ele se livrando de uns 10 produtos de limpeza e se valendo do sabão castela Dr Bonner's, de bicarbonato de sódio e boráx. Também despachou os produtos de beleza da mulher e reutilizou um frasco de shampoo para usar a mistura de agua + bicarbonato para lavar os cabelos.

Daí momento inveja alheia:a feira de orgânicos de Nova York é muito completa e até grande (enquanto por aqui o prefeito está fazendo o desserviço de fechar a feira orgânica do Ibirapuera) e quis morrer e invejei milvezes quando a mulher foi tingir os cabelos com henna num saão próprio da John Master Organics, pois estamos carentes de um salão greenfriendly, por enquanto só existem os naturais - alguns ingredientes naturais com fórmula de produto convencional e infelizmente os greenwashing.

Notícia boa é que graças a internet já dá pra ver o documentário, tem no Netflix e no torrent pra baixar.
Recomendo! Bom para aproveitar algumas ideias.

22 de maio de 2014

Bio Brazil Fair 2014

E chega mais uma edição da Bio Brazil - este ano, a feira acontece de  quarta a sabado. Domingo saiu por conta da abertura da copa do mundo.


Então, entre os dias 4 a 7 de junho, na cidade de São Paulo, no Ibirapuera (o mesmo onde o prefeito e o secretário de esportes querem fechar a feira orgãnica, clica aqui) o público pode visitar gratuitamente a maior feira de produtos orgânicos do Brasil.
E aproveitar pra comprar também , a Bio Brazil Fair pra mjim, é uma espécie de shopping do bem, uma vez que além de expor os produtos, os stands também vendem - que delícia!

É possível encontrar desde alimentos, roupas até cosméticos orgânicos, minha sugestão a quem planeja fazer compras é: vá com sapatos confortáveis e com um carrinho, pois tem muito stand, na Bio Brazil e este ano, no ramo de cosméticos orgânicos estarão as marcas:


Bom pra sentir de perto as texturas e os cheiros dos cosméticos e porque não, também comprar.
E na BioFach - evento simulâneo no pavilhão inferior da Bienal- conta com as grandes marcas da aromaterapia brasileira como Terra Flor, WNF, By Samia, Bioessência.

Como disse, o evento é gratuito, na Bienal do Ibirapuera, que conta com estacionamento, durante a semana é tranquilo estacionar, só precisa de talão  zona azul e no sábado também há o estacionamento da Assembléia Legislativa, que conta com translado até a feira.

Este ano o PBS também estará lá, é só acompanhar as postagens direto da fanpage do blog, clica aqui.

13 de maio de 2014

Pela volta da feira de orgânicos do Ibirapuera

É com muita tristeza e com um tanto de revolta que escrevo este post.
No primeiro sábado do mês, acordamos preparados para levar nossas dogs no parque de cães do Modelódromo do Ibirapuera e ao mesmo tempo fazer a feira de orgânicos...

Aí nos deparamos com um aviso de que a feira foi transferida para outro local, com dificuldade de estacionamento e que não era permitida a entrada de cães.

Até que meu feed do facebook me deu um choque: a feira foi concelada pela prefeitura!
No dia em que ela foi transferida todos os frequentadores estavam descontentes com o novo local. E marido e eu idem - mais do que  a necessidade de fazer feira, era um passeio gostoso, uma das poucas atividades que tem como fazer com cães simultaneamente.

O cheiro das hortaliças e temperos frescos era pura aromaterapia...
Em protestos, os agricultores montaram as bancas na calçada

imagem - Folha.com, leia a matéria, clique aqui
São Paulo é uma cidade necessitada de mais programas ao ar livre, perto da natureza e mais próximo da natureza do que poder comprar alimentos fresquissimos livres de pesticidas, não imagino algo melhor.
Além do que, produtos orgânicos, impactam menos possível o meio ambiente e preservam a vida de espécias, que nunca se imaginaria o dia em que abellhas podem entrar em extinção, como dito neste post - clica aqui.

Mais uma vez a prefeitura prestou um grande desserviço para a população, ao invés de estimular o consumo de orgãnicos, toma ações como esta que só complica ainda mais a vida de pessoas que como eu, buscam opções mais saudáveis e com maior qualidade de vida.

Se você tem noção de com o cultivo e venda de orgânicos é importante não só para a saúde das pessoas, sejam aquelas que trabalham na lavoura e de quem consome, peço que assine e divulgue a petição. Mesmo que você não seja da cidade mas se importa com a causa, nós paulistanos que querem uma vida mais verde e com mais saúde, agradecemos.Clique aqui para assinar.


17 de abril de 2014

Abelhas estão entrando em extinção!

Recebi este email do Avaaz Ong ativista dos direitos humanos e causas ambientais e achei por bem compartilhar, não é um publieditorial.

Neste momento, bilhões de abelhas estão morrendo. Já não existem mais abelhas na Europa em número suficiente para polinizar nossas plantações. E, na Califórnia, o maior estado produtor de alimentos dos EUA, apicultores estão perdendo 40% da população de abelhas a cada ano.

Estamos em meio a um desastre ambiental que ameaça a todos. Isto porque, sem a polinização pelas abelhas, a maioria das plantas e ⅓ da produção de alimentos deixarão de existir.



Especialistas em todos os cantos do mundo estão denunciando os pesticidas tóxicos para as abelhas, e afirmam que estamos usando muito mais pesticidas do que precisamos em nossas plantações. No entanto, da mesma forma como agem as empresas de petróleo quanto às mudanças climáticas, a indústria de agrotóxicos, que produz e vende os pesticidas, está se valendo de estudos fraudulentos para questionar as evidências, dando aos políticos a desculpa que precisam para adiar ações necessárias.

Se as abelhas forem extintas, o mundo que deixaremos para nossos netos vai ser bem diferente: maçãs e amêndoas podem se tornar alimentos exóticos nos supermercados. Mas estamos progredindo na luta para proteger nossas preciosas polinizadoras. No ano passado, 2.4 milhões de membros da Avaaz foram parte de um movimento gigante na Europa que convenceu o parlamento europeu a proibir, por 2 anos, os piores químicos prejudiciais às abelhas. Se nosso movimento juntar forças para acabar com o falso debate que está congelando a ação dos nossos parlamentares, poderemos conseguir a proibição dos pesticidas em todo o mundo e acabar com a guerra química que tem sido feita contra as abelhas de uma vez por todas.

Mais informações:

Efeitos dos agrotóxicos sobre as abelhas silvestres no Brasil (SEBRAE)
http://www.sebrae.com.br/setor/apicultura/efeitos_agrotoxicos_abelhas_silvestres_brasil1.pdf

Uma decisão europeia boa para as abelhas (Público)
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/uma-decisao-europeia-boa-para-as-abelhas-1614633

2 agrotóxicos mataram 4 milhões de abelhas em Gavião Peixoto, diz laudo (G1)
http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2014/02/2-agrotoxicos-mataram-4-milhoes-de-abelhas-em-gaviao-peixoto-diz-laudo.html

Governo mantém autorização para uso de agrotóxicos que podem afetar abelhas (UOL)
http://economia.uol.com.br/agronegocio/noticias/redacao/2013/12/05/governo-mantem-autorizacao-para-uso-de-agrotoxicos-que-podem-afetar-abelhas.htm

Sumiço das abelhas derruba exportações de mel do Brasil (Terra)
http://noticias.terra.com.br/ciencia/sumico-das-abelhas-derruba-exportacoes-de-mel-do-brasil,22c48c1f351f0410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Pesticida que mata abelhas também faz mal aos humanos, alerta agência europeia (Público)
http://www.publico.pt/ecosfera/noticia/pesticida-que-mata-abelhas-tambem-faz-mal-aos-humanos-alerta-agencia-europeia-1616623

Para evitar o sumiço das abelhas (Gazeta do Povo)
http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/meio-ambiente/conteudo.phtml?id=1395261

UE proíbe três pesticidas que matam as abelhas (Euronews)
http://pt.euronews.com/2013/04/29/ue-proibe-tres-pesticidas-que-matam-as-abelhas/

A Ong pede doações através do site, clica aqui. Se você não quer ou não pode doar, há outras formas de colaborar com a vida das abelhas, como consumir alimentos orgânicos dentro do possível.
Também comecei a praticar o minimalismo, pois o consumo desnecessário impacta o planeta negativamente.
Já doei uma quantia e já tenho consumido orgânicos, dentro do orçamento.
Se você consome produtos naturais e orgânicos, dê preferência aqueles com maior percentual de insumos orgânicos, pois não levam pesticidas químicos na produção.

18 de novembro de 2013

Maha Mantra Culinária Saudável Orgânica

Já faz algum tempo que marido e eu costumamos almoçar neste restaurante, que além de vegetariano, também é orgânico.
Vegetariano mas não vegan, antes que alguém proteste, a culinária indiana é vegetariana mas admite derivados de animais, principalmente vindos da vaca, que é sagrada na Índia - então tem muito guee (manteiga clarificada), presente principalmente no Poori, um pão frito nesta manteiga mas que tem uma leveza incomum.

Foto: site revista Veja SP


Álias, ao entrar no buffet, que remete a um clima bem familiar, já que serve todos os alimentos em travessas de cerâmica ou vidro (ponto importantíssimo para a cozinha orgânica!) você já é atraído pelo olfato: o cheiro de ghee e massala já te fisga aí... e pra quem nunca foi em um restaurante indiano provavelmente será impelido a experimentar de tão delicioso que cheira a comida.


foto: site Revista Veja SP

Bacana é que tudo fica no mais natural possível: o único refrigerante a venda é o orgânico Wewi, fora as cervejas - mas no cardápio de bebidas temos sucos de frutas diversas.
Também há a venda temperos indianos como as massalas e alguns alimentos industrializados orgânicos.

Filosofia do restaurante:
"O MAHA MANTRA tem como principal objetivo proporcionar uma alimentação leve e saudável , servindo sempre alimentos frescos, orgânicos, e integrais

Seguindo os conceitos da milenar e tradicional medicina ayurvedica, onde a alimentação funciona como medicamento, você desfrutará os pratos com combinações muito saborosas, coloridas , com um toque da marcante cozinha indiana"

Vale a visita, tanto pelo fator orgânico quanto apreciar alguns pratos indianos.
Aos finais de semana, sai a R$32 por pessoa e preço fixo, sirva-se a vontade.

Sobre o preço, é capaz de assustar quem não é paulistano - mas está dentro da média de preço por pessoa se comparado às grandes cadeias de self -service, com a grande vantagem de ser orgânico.

Dá pra ver as fotos das delícias servidas no facebook, clica aqui.
De segunda a sexta: 11h30 - 15h / Sábado e domingo: 11h30 - 16h
Obs.: Feriados funciona das 11h30 às 16h00
R. Fradique Coutinho, 766, São Paulo - SP / Vila Madalena



15 de outubro de 2013

Linha Turismo - Curta Curitiba

Ok , estou um mês atrasada, mas digo que estou atoladíssima e resolvendo assuntos pessoais, para fazer correndo e mal feito, prefiro não fazer, por isso demoro (e só pra constar isso vale pra resenhas de produtos também) .
Quando dizem que  é cidade de primeiro mundo acreditem! (a arquitetura no centro me lembrou muito Montevidéu,estilo europeu...) . Fora ser a cidade modelo do país - e que graças ao meu cunhado, pude realizar o sonho de conhecer a cidade com hospedagem grátis rs...

Os habitantes de lá dizem que só não faz frio e chuva no verão, portanto em qualquer outra época pode levar roupa de calor, de frio, de super frio e guarda-chuva rs... pois quando esfria, esfria mesmo  (peguei 7 graus certa noite brrrrrrrrrrrrr...)
Não há sujeira, não há muvuca no centro como acontece em SP ou Rio por exemplo... e senta aí que tem bastante coisa pra contar e mostrar rs...

Os pontos turísticos que visitei são super preservados, organizados e limpos! E existe uma forte divulgação  e valorização do turismo na cidade. Turista é muito bem tratado .
Antes de viajar, procuramos no google o que era interessante ver, daí encontramos a linha turismo- que faz parte do projeto de incentivo ao turismo Curta Curitiba, que dá um verdadeiro show de serviço público que funciona!

Praça Tiradente/centro -Em que outra cidade é possível foto estilo 'Beatles' sem alguém querer avançar o sinal?!

E que ônibus decente (tem até porta copos!), que por sinal lembra tanto o modelo quanto a pontualidade britânica dele - a cada 30 mim, sai um ônibus da Praça Tiradentes.
A tarifa é de R$27 por pessoa e crianças até 5 anos não pagam. Veja mais detalhes aqui.

E essa foto foi a que mais impressionou quem viu no Instagran ou na minha timeline, ok era domingo (15/09) e baixa temporada mas nunca que em SP ou no Rio daria pra fazer uma foto dessas sem arriscar a vida do meu marido e cunhado rs...



Mas voltando ao bus - com o valor de R$27 você tem direito a 5 tickets de embarque , que te dá direito a passar em 4 pontos turísticos, porque o último você precisa guardar pra voltar pra Praça Tiradentes (se você deixou seu carro lá por exemplo).


clica que aumenta
Ao todo são 24 pontos turísticos onde o ônibus passa. Claro que com uma única tarifa você não consegue ver tudo de uma vez, mas é possível guardar alguns bilhetes para usar em outro dia.
Caso você só tenha um dia pra fazer este roteiro, sugiro que acorde cedo - vai das 9hrs e senão me engano o último ônibus é as 19:39hrs para voltar a Praça Tiradentes - mas isso você pode se informar com os cobradores dos ônibus.

O que acho ideal é seguir a numeração do itinerário, pois mesmo que você não desça no ponto pelo menos dá pra tirar uma foto - e bacana também é que a cada parada há uma gravação com o resumo do que é a atração em português, inglês e espanhol.

Algumas dicas:
- Leve uma garrafa com água 
- Use roupas e sapatos confortáveis pois você vai andar muito
- Snacks como barrinhas de cereais não pesam na bolsa e ajudam a matar a fome (nem todo lugar vende alimentos)
- Se estiver sol um chapéu é útil principalmente se quiser ir no 2. andar do ônibus.
- Um gel ou spray antiséptico é bem útil, tem receita aqui.
- Procure no google o horário de funcionamento e se no dia que você irá a atração abre, evita decepções rs...
- E principalmente, leve dinheiro em espécie pois alguns pontos paga-se entrada.

Vou mostrar alguns pontos que o ônibus passa, não todos visitei com ele - e pra facilitar a vida, o nome do local é o link da página oficia.

O Jardim Botânico foi inaugurado em 1991, com  245 mil m². Os jardins geométricos e a estufa de três abóbadas tornaram-se um dos principais cartões postais de Curitiba.
A estufa abriga plantas características da floresta atlântica do Brasil. Sua arquitetura, em estrutura metálica e estilo art-noveau, foi inspirada em um palácio de cristal que existiu em Londres, no século 19.
Tem sanitário e lanchonete. Bom pra tomar um sorvete e aproveitar a natureza!


O ônibus passa por lá mas se você pretende fazer compras melhor ir por conta (como eu fiz), há estacionamentos particulares e zona azul. Acho que é um dos mercados municipais mais limpos e organizados que já vi. Foi inaugurado em 2 de agosto de 1958 e passou por reforma em 1982. Conta com sanitários e vários pontos de alimentação.

Vende alimentos comuns e vários outros artigos como chapéus, miudezas, calçados etc...
clique que amplia
Pra quem gosta de orgânicos é muito interessante pois tem um setor exclusivo- veja as lojas aqui. Onde se vende desde fast food, self-service, mantimentos, carnes, verduras e afins, e até roupas e cosméticos, que álias é lá que fica a matriz da Cativa Natureza.

Espaço dedicado à exposição de Artes Visuais, Arquitetura, Urbanismo e Design, possui cerca de 35 mil m² e mais de 17 mil metros quadrados de área expositiva, considerada a maior da América Latina. Pra quem gosta de arte vale andar por tudo (que já digo, cansa pois é enorme) , mas se quiser encurtar o passeio vale ver 'O olho' e as maquetes das principais obras do arquiteto. Tem sanitários.

O MON completou em novembro de 2012 dez anos de atividades. O projeto é de autoria do reconhecido arquiteto brasileiro que leva seu nome. 
Eu adorei as gravuras nas paredes, com os relatos de Nyemeier - adoro história e como foram feitas as coisas e li tudo rs...

clica que amplia


É um dos principais cartões postais de Curitiba. Inaugurado em 1992, no Parque das Pedreiras, foi construída em estrutura tubular e teto de policarbonato transparente.  Tem capacidade para 2.400 espectadores e um palco de 400m² destinado a apresentações artísticas e culturais.
Este fui de carro e tem estacionamento no local. Vale a visita pois é uma estrutura única e o paisagismo é encantador!

clica que amplia



A única torre telefônica no Brasil com um deck observatório de turismo que está aberta para visitação. Com 109,5 metros de altura, foi inaugurada em 1991 e é um dos pontos turísticos mais visitados de Curitiba. O observatório tem um deck de 360º de visão.
Pertence a Oi atualmente.

Se estiver tempo bom, sem nuvens dá pra deixar por último no trajeto do bus, as 18:30 ainda tinha uma boa visibilidade. Como em todos os mirantes, há fotos indicando cada localização.
Tem sanitário e bebedouro mas comida não. Por isso disse pra levar um lanchinho, pois chega no fim do dia dá uma baita de uma fome!


O que achei legal foi o mapa da cidade em relevo numa chapa de inox. Eu não imaginava que a cidade era tão grande e deu pra ter noção exata das distâncias, que na verdade não é muito diferente de SP - a periferia concentra a maior parte da classe média e baixa e no centro e arredores classes mais abastadas.

Enfim, tentei escrever o mínimo possível mas como são muitos pontos que esta linha cobre, ficou enorme mesmo rs...
Vale citar que este post não tem nenhum subsídio do governo, das atrações turísticas e das marcas citadas - é só uma turista tentando mostrar um pouco do que viu, hehe...

Acompanhem os próximos posts de férias que em breve entram no ar!


31 de maio de 2013

9. edição da Bio Brasil Fair

A Bio Brasil Fair é a maior feira do setor orgânico nacional. Acontece em São Paulo no Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera. É aberta ao público em geral.

Conta com diversos expositores do setor orgânico, desde alimentação, vestuário e também cosméticos orgânicos!
Veja algumas das marcas que  estarão presente na feira:


Este ano entraram a Surya Brasil e Tisserand Aromaterapia, e com certeza o Projeto Beleza Saudável estará presente pra contar as novidades!




A entrada é gratuita e quem for de carro conta com o estacionamento do Parque do Ibirapuera - que precisa de talão Zona azul ou pode estacionar na Assembléia legislativa que conta com translado até o Pavilhão da Bienal.

Minha dica: se você se interessar por algo, compre logo pois domingo a grande maioria das coisas já está esgotada. A maior parte dos stands aceitam cartões mas é bom levar em espécie também.

Quinta e sexta é bem tranquilo de andar, sábado enche um pouco mas não é aquela coisa absurda, entupida de gente como  a Beauty Fair. Use sapatos confortáveis pois o evento ocupa dois andares da Bienal, que é bem extenso.

Enfim, quem puder ir é uma boa oportunidade de conhecer e testar os produtos! Saiba mais sobre a feira, clica aqui.


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys