Páginas

Mostrando postagens com marcador Eco dicas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Eco dicas. Mostrar todas as postagens

13 de fevereiro de 2014

Como reaproveitar água

Entra ano sai ano e nesta época sempre atravessamos o rodízio pela falta de água. Aqui em SP por exemplo, depois de uma semana cai uma chuvinha fraca, suficiente somente pra refrescar mas que não aumenta 1mm do nível do sistema Cantareira... enquanto isso a sem noção da minha vizinha lava todas as áreas externas com a mangueira... e não adianta falar com a criatura... não se toca, acho que é TOC de limpeza...


Enquanto isso, a equipe do PBS (leia-se marido e eu rs...) quebra a cabeça pra tentar otimizar o máximo possível o uso da necesssária e imprescindivel água... ao mesmo tempo em que se ouve um transeunte passando na rua dizendo pra minha vizinha:'mulher você não pode gastar tanta água'! - ela responde : 'Cuida da sua vida!' - Se eu falasse com ela (mas não falo pois é a pessoa mais desagradável e abusada que conheço), eu diria: estou cuidando da minha vida - a água é minha também! É de todas nós...

Ok, chega de indignição e vamos a soluções:
1. Desvie a água da máquina de lavar para o tanque ou um tonel grande:
Aqui nesta casa não tenho espaço para um tonel, então minhas lavagens de roupa são monitoradas e faço musculação enchendo os baldes com a agua da maquina já com sabão, prontinho pra lavar o quintal das dogs ou dar descarga... ou ainda se a roupa não estiver mega suja, do tipo a água sair preta, coloco mais sabão e deixo outras roupas de molho. Um ciclo de nível mínimo consome cerca de 100 litros de água, agora imagina a mesma máquina no nível máximo?

2. Quando cair um diluvio recolha a água em baldes
Pois é, quando não sofremos de falta de chuva, sofremos inundações... quando a chuva despencar com todas as forças, coloque todos os seus baldes pra captar chuva. Boa pra molhar as plantas, além de lavar quintal e dar descarga

3. Lave o cabelo com o método de lavagem fora do chuveiro
Inicialmente criei o método pela agonia que certos shampoos orgânicos me deram por falta de espuma e por gastar demais, falei aqui. Quando fiquei sem água tive que apelar pra ele e foi uma alternativa super válida - gastei 50ml umedecendo o cabelo com o borrifador.

4. Enxague seu cabelo no tanque
Drástico mas divertido e mega refrescante nesse calorzão que anda fazendo, enxaguando seu shampoo você gasta um balde pequeno, enxaguando o condicionador mais outro balde, o que dá mais ou menos uns 5 litros de água, quase uma única descarga que gasta 6 litros...  em 5 minutos que o processo demanda, com o registro meio aberto gasta-se 45 litros, é muito né?

5. Tome banho dentro de uma bacia.
Essa é muito boa rs.... simples a água que iria ralo abaixo acaba dentro da bacia e você pode usar pra dar a descarga ou lavar o quintal. E ainda diria pra toar banho de gato, já que você lavou o cabelo no tanque. Você só precisa molhar o corpo, desligar o chuveiro se ensaboar...

Em suma, não tem nada de dificil usar a água de forma mais racional e reaproveitá-la ao máximo. Saiba o quanto suas atividades que requerem água gastam por uso, clica aqui.

Se cada um fizer pelo menos uma dessas coisas ajudará o planeta a não ter um colapso de abastecimento. Além do que seu bolso também pode ser poupado. Além destas que eu pratico, há outras inúmeras formas de poupar e reutilizar a água...

 Vamos colaborar?

31 de março de 2012

Mint Julips Lip Scrub- Lush

Este aqui foi uma encomenda que fiz a uma amiga que foi pra Europa, eu morro de saudades da Lush aqui em Sampa, ainda mais agora que tenho dado preferencia a cosméticos naturais.
E eu me pergunto porque nenhuma marca nacional tem um esfoliante labial !? A única marca que tem é Mary Kay no kit lábios de seda, que já usei... Como se não fizesse falta! Pois sim, eu uso todo dia,antes de dormir e antes do batom, meus lábios as vezes craquelam literalmente por respirar pela boca inconscientemente (mas já já arrumo isso...) e outra coisa que esqueci de dizer é que desde que comecei a usar uma medicação notei secura na boca. Pois antes o Lipbalm da Ikove ajudava muito não acordava com a boca craquelada!

 Essa é a versão italiana, o Labbrividisco - mas como só o site britânico entrega aqui, coloquei o nome dele em inglês.
Bem, não tem muito segredo: é umedecer os lábios e esfregar uma quantidade mínima - mas bem mínima mesmo, ele rende muito!

O que diz o fabricante:
Atua como  esfoliante suave. O óleo de jojoba é maravilhosamente hidratante, mas leve o suficiente para não deixar gorduroso.

Composição do produto:
 açucar de mamona, Óleo de Jojoba orgânica, extrato de baunilha, óleo de Tagetes, óleo de menta, * limoneno, Sabor

 O que eu achei:
Sim, ele realmente funciona, deixa os lábios macios e hidratados, uma delícia! O gostinho é de menta com fundinho de baunilha o tal sabor- pelo que dá pra ver na fórmula  é artificial, uma pena pois o óleo de menta já daria um gostinho. Então passo ele e depois o lipbalm da Ikove -clica aqui.
Ah... meu frasco vive untado de óleo essencial de canela pra espantar as formigas rs rs (elas detestam o cheiro, saem correndo!), tentarei por o cravo em si perto pra ver se ajuda.

No EWG deu nota 3 - mas não entrou em conta que limonemo é subproduto de óleos essenciais (o que não significa que não tenha riscos, ele tem toxicidade - mas eu sempre acho que este é centenas de vezes menos perigoso do que um sintético) e claro que o sabor artificial deixou ele um tantinho mais perigoso.
Houve também um ativo que ele não identificou - o Tagetes: planta que dá nome a um floral (de minas) e é parente próximo da calendula, tanto que também é conhecida por calendula mexicana - por isso no meu relatório ficou calendula mesmo para o EWG reconhecer, mas não aumentou sua nota nem diminuiu.


Por fim, eu acho que até dá pra fazer a misturinha, substituindo o açúcar de mamona ou fazendo a misturinha básica de mel e açucar. Se alguém trouxer pra você até compensa, porque nem é um preço exorbitante considerando a duração do produto- mas pagar £15 de frete do site britânico acho que não rola.
Custa £4.95 - cerca de $15, no site da Lush UK

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.



29 de março de 2012

Alianças de casamento altamente poluidoras?!

Pois é, pode soar estranho uma coisa dessas - mas o processo de extração do minério dourado da qual são feitas alianças de casamento é totalmente tóxico!

Para fazer uma aliança de casamento são produzidas 20 TONELADAS de resíduos na extração do ouro, as vezes jogados em rios e mares, o que logicamente polui a água e também o peixe que comemos. Sem contar a contaminação de um lençol freático...

Pra piorar ainda mais, logo após a extração o minério com ouro é disposto em pilhas e regado com cianeto, que separa o material dourado. Só que junto com ele o cianeto também extrai cádmio, mercurio e chumbo.
No final sobra uma grande poça altamente contaminada! Agora imagine que o tal do cianeto é altamente fatal, apenal uma mísera gota mata um ser humano... se vai parar num rio mata os peixes.


Estamos falando de atualmente, na corrida do ouro americana, pelos idos de 1848 o ouro era separado do restante dos minérios  com mercúrio - neurotoxina potente que afeta o cérebro, medula, rins.
Estima-se que nesta época 7600 toneladas de mercúrio tenham sido despejadas em rios naquela região.
Acontece que esse mercúrio permanece até hoje lá, e grande parte é transportada para a Baía de São Francisco, onde pessoas nadam e pescam (!!!!).

Enfim, deixa recuperar meu folego...
Estou falando de EUA, local onde a escritora do livro nasceu e mora... mas são dados que podem se aplicar em qualquer país que tenha uma reserva de ouro.

Isso me fez querer nunca mais comprar uma jóia que tenha o metal! Vejam meu exemplo: tive uma aliança de noivado que acabei deixando no penhor pois fiquei com muita raiva do meu ex.
Então conheci meu atual marido, foram duas alianças de noivado, que mais tarde seriam ajustadas para serem colocadas na mão esquerda. Só que a destrambelhada aqui fez o favor de perder a aliança no rio Tietê (calma lá que no interior é livre para o banho, álias esse rio foi uma vítima da poluição aqui em Sampa...). Então se foi mais uma aliança. E menos mal que preferimos ajustar as alianças, senão seriam mais detritos...

Fazendo as contas, no total foram 4 alianças, que geraram 80 toneladas de resíduos tóxicos! Ah meopai! Sabe-se lá quantos peixes eu matei!
Menos mal que eu realmente nunca liguei pra jóias e deixava bem avisado que não fazia questão - e agora que vou continuar não querendo mesmo!

Essa é uma escolha que dá pra fazer, pois outras coisas que compramos tem o ouro embutido - tais como celular, laptop, TV, GPS... e é lógico que ninguem vai parar de comprar essas coisas, muito menos deixar de casar com alianças. Mas que dá pra parar de comprar jóias, dá!

Ah sim... o livro que está me deixando em estado de choque é - A história das coisas: da natureza ao lixo, o que acontece com tudo que consumimos, e como o consumo desenfreado afeta o planeta. Bem chocante ler o quanto de recursos se usa pra produzir um único item. Faz pensar 10 vezes antes de querer comprar o centésimo vidro de esmalte ou o 15. blush.
Não sou eco radical, reciclo, dispenso a sacolinha, reaproveito água quando dá, desapego das coisas... mas sou de certa forma consumista. Só de pensar que meus delírios de Becky Bloom contribuiram pra poluir ainda mais o planeta, fico com uma bigorna gigante na cabeça - de tanto peso na cosciência!
Ainda bem que semana passada me desafiei a ficar três meses sem comprar cosmético... mas acho que dá pra aumentar pra tudo-quanto-é-coisa-que-realmente-não-preciso.

E como dá pra ser saudável, se estamos contribuindo pra poluir nosso bem mais precioso - a água?! Fica aí pra reflexão...

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.



 


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys