Páginas

Mostrando postagens com marcador Dica da leitora. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dica da leitora. Mostrar todas as postagens

9 de agosto de 2015

Dica da leitora | BB cream orgânico Cativa - por Priscila Hoga

Resenha sobre produto de make, nunca é demais e melhor ainda quando tem foto em pele parda! A Priscila Hoga de SP, testou o produto e ainda deu pra amiga de pele parda testar, pra quem estava querendo saber se funciona nessas peles, SIM! Funciona!
. Confira o que a Priscila achou:



Antes de mais nada, quero parabenizar a Rose Cativa e toda a equipe pelo trabalho. Sei que foi uma verdadeira batalha conseguir lançar este produto. Sei que as barreiras no setor cosmético predominantemente convencional foram muitas, então, considero o produto uma conquista (inclusive política, por assim dizer).
Enfim, vamos para o que eu achei!
Eu gostei muito do produto como um todo.
Em relação à cobertura, é aquilo que já foi dito aqui: deixa um aspecto natural, sem cara de reboco ou porcelaninha. Deixa sua cara como ela é, mas tira a vermelhidão e a as manchinhas chatas. Dá uma boa uniformizada e fica com um brilho natural.

Sobre o brilho, não deixa efeito totalmente mate (como eu disse, não deixa porcelana), mas deixa bem sequinho...sem cara brilhante!
Quanto à cor, eis a polêmica que já desvendei pelo menos um pouco.
A marca diz que a cor é universal. Eu nunca gostei desse termo, porque, normalmente, o "universal" é algo bem puxado para o branco, o que sempre me incomodou bastante....acho que, em termos de fenótipos humanos, não existe nada ou quase nada (só o branco dos olhos...rs) que seja universal. Mesmo os japoneses (eu) que todos pensam serem iguaiszinhos...bem...são diferentes....hahaha...voltando...



O produto parece mesmo se encaixar em variadas tonalidades de pele como promete.
Ele tem uma cor inicial bem clara (vide a foto), mas a verdade é que se você deixa absorver na pele, ele escurece um pouco e depois, ele se funde na cor de sua pele, ficando até meio translúcido, mas uniformizando...eu sei, é estranho, mas é o que eu percebi...não deve ser magia, deve ser tecnologia! Hahaha...

Em peles brancas bem clara (a minha) deu certo. Não ficou mais branco ainda e também não ficou efeito bronzer (que eu detesto, gosto da minha palidez...hahaha)



Em peles pardas deu certo também (veja a foto já aplicado).
Na pele parda, no começo, parecia que ia ficar claro demais. Depois que a pele absorveu, ficou bom.
No braço, pareceu que ficou mais claro, mas logo que absorveu, uniformizou com o restante da pele.
Já no rosto, ao aplicar, logo o produto se fundiu com a cor da pele, ou seja, não ficou com o rosto mais branco que o pescoço!
A minha modelo que testou gostou bastante!
Quanto à espalhabilidade, como todo produto com óxido de zinco e titânio, não é tãão fluído, mas para um protetor físico, ele até que espalha bem.
Como ele seca rápido (é absorvido rápido pela pele) o ideal é ir passando de pouco em pouco. Ao invés de pegar tudo que vai usar de uma vez e passar, é melhor ir pegando de pouquinho em pouquinho e ir passando por partes, primeiro testa, depois nariz, bochechas e assim vai, daí, não corre o risco de estar passando na testa e a bochecha secar.

Quanto à hidratação, está ótima pelo menos no verão. Minha pele é mista (zona t oleosa e bochechas e contorno dos olhos ressecados). Está dando conta da hidratação da parte seca (testada no verão, no inverno, ainda tenho que ver) e não está deixando a zona t oleosa.

Eu uso apenas o BB cream e a make (delineador, blush e batom). Não uso primer, nem pó. No fim do dia, a cara ainda está digna!
Em relação ao preço (75,00), eu posso dizer que é justo. Muitos vão achar caro, mas qual produto natural com insumos orgânicos, que não testa em animais, não se utiliza de trabalho escravo, não depende da China ou coisa assim, pode oferecer algo tão bom por menos que isso?
Não se pode comparar a Cativa com a Avon ou Loreal, né?!
Se quer coisa boa para sua saúde, infelizmente, com a total falta de apoio aos produtos naturais no Brasil, ainda tem que pagar mais...espero um dia poder ver marcas como a Cativa, entre outras, nas prateleiras das farmácias ou lojinhas de beleza (sonho meu).

Enfim, é isso ai!


-------------------------------------
Pitaco da Yumi: Aqui você pode ver a minha resenha e tem este produto no site da marca aqui, que graças a um acordo com os correios está com frete menor ou aproveitar o cupom de desconto do blog, ali na lateral esquerda, da Beleza em Cores e ganhar 5% de desconto, aqui

15 de março de 2015

Dica da leitora | Batons Ilia

A dica de hoje é da Andrea Raminelli, de batons puro luxo da Ilia!





Em um ataque consumista, comprei quatro batons da ILIA. Fiz a compra no próprio site da marca. O frete foi caro e paguei o imposto, ou seja, ficaram a preço de ouro, mas chegaram no dia do meu aniversário, hehehe

A embalagem é luxo só! Vejam:



Da esquerda para a direita: Linger (cognac shimmer); Strike it up (rich red); Arabian Knights (berry); Karma Chamaleon (red coral).

Os dois primeiros são lipsticks, lançamento para o outono da ILIA.
O Arabian Knights é um lip conditioner e, apesar de ser bem escuro na bala, fica um pouco transparente nos lábios.
O crayon é batom tipo lápis, nem precisa explicar.
Aí vai o swatch das cores:



Da esquerda para a direita: Karma Chamaleon, Linger, Strike it up, Arabian Knights.

A classificação EWG para os batons ILIA é 2 para os batons e 1 para o crayon, bem digna.



1) O primeiro que eu usei foi o crayon Karma Chamaleon. A cor é linda, um rosa super chic. Ótimo para o dia a dia e para usar no verão. Gostei tanto que fui até na feira com ele (literalmente!).
A durabilidade é ótima e é bem fácil de aplicar. Só achei que podia seu um pouquinho mais hidratante, mas talvez isto fizesse com que durasse menos. De qualquer forma, acho que foi o que mais gostei, combina com tudo, é uma cor muito versátil.

2) O Linger é cobre, mas não muito intenso. Eu esperava que fosse um pouco mais dourado, mas, na verdade, é bem discreto. É bonito, mas foi o que eu menos gostei, gosto de cores mais intensas.

3) Achei o Strike it up parecido com o Russian Red e o Ruby Woo da MAC, então resolvi testar:


Da esquerda para a direita: Russian Red, Strike it up e Ruby Woo.


Na foto ficou tudo meio parecido, mas ao vivo achei todos diferentes, o Ruby Woo tem um fundo mais rosado, o Strike it up mais para o vinho e o Russian Red é o mais intenso de todos. De qualquer forma, o Strike it up é um vermelhão bem bonito e dá pra substituir os da MAC.
Na boca a cor é super mega linda e dura bastante!


Conclusão final: A embalagem é bonita, as cores ótimas e não ficam devendo nada aos batons convencionais. Recomendo muito. Dei todos os meus batons MAC!!!

--------------------------------------

Pitacos da Yumi: Ilia é uma das marcas top da make orgânica, está no patamar da  MAC.
Pode encontrar na Spirity Beuty Lounge, com entrega no Brasil - aqui
Fernanda Cannalonga mostrou um batom no Belezinha clica aqui e a dica é comprar no Net a porter que também entrega no Brasil aqui

3 de dezembro de 2014

Produtos para cabelos cacheados Ewé

Sempre me perguntam sobre produtos pra cabelos tingidos, ressecdos, cacheados... mas eu não sei, não tenho como saber simplesmente por ter cabelo grosso, com oleosidade na raíz e sem nenhuma química. Só sei se alguém com cabelo assim me contar rs...
Por isso a dica da Soraia Oliveira - Litoral de SP vem bem a calhar!




Vou falar um pouquinho do que andei comprando e perder um pouco da minha "timidez virtual" rsrs
É, fui ver o que a baiana tem, e tem muita coisa boa por sinal hehe.

Creme de pentear mel e dendê
O cheiro me lembrou o lippia alba da herbia, tem uma ação hidradante muito intensa sem pesar nos fios (isso é incrível se tratando do meu cabelo que é fino e cheio, varia do 2A/2B).


Condicionador de castanha

Adorei, o cheiro é maravilhoso, tem cheiro de castanha mesmo! É bem emoliente, "derrete" nos fios na medida e depois deixa uma aparência de bem hidratado. O que eu achei muito interessante é que o meu cabelo é meio sem forma, difícil de cachear, tá mais pra um ondulado indeciso, e quando passo esse condicionador (muitas vezes a noite e vou dormir, o que sei que é errado, mas minha rotina é muito corrida, snif snif...), acordo cheia de cachinhos!! Muito bom!


Manteiga de baunilha (a famosinha hehe)
É bem consistente e pelo visto vai durar muuuuito! O dedo não afunda quando apertamos sabe? rsrsrs e uma pequena quantidade já é suficiente pra passar na área que deseja. Já usei de tanto jeito rs, nos lábios, nas cutículas, no bumbum, nas canelas...vixi! rs O Cheirinho de baunilha é bem suave também adorei, agora estou "namorando" a de rosas...rs
Adorei tudo, só acho que deveríamos morar mais perto pra esse frete ficar mais em conta! rsrs no mais tudo ok!!
Agora só um resuminho de tudo, sabe o que eu senti nos produtos da Ewé? Sinto que são uns produtos com uma bagagem sabe? Bagagem de usuária, cacheada, crespa e cheia de raízes que se espalham, se espalham e encantam! É isso! hehe

Pitaco da Yumi:
se tem alguém nesse universo artesanal e 100% natural que tem know-how para fazer produtos pra cabelos crespos e cacheados é a Mona Lisa, que já tentou de tudo pra tratar seus crespos, até big chop, migrou para o natural e hoje sabe bem que ativo casa com este tipo de cabelo, fora que ela é uma nerd, estuda muito !

São produtos artesanais para cabelos cacheados, livre de silicones, derivados de petróleo e sintéticos nocivos e poluentes, na grande maioria 100% naturais

Se quiserem ler os vários usos da manteiga de baunilha, vide minha resenha aqui
Lembrando que como é um trabalho artesanal, estes produtos podem não estar em estoque, no entanto você pode escrever para a Ewé, site da marca aqui

28 de outubro de 2014

Dica da leitora | Escolhendo cosméticos e makes orgânicas

A Andrea está firme e forte no lado verde da força, ela já deu seu depoimento sobre controle da rosácea aqui e hoje conta como faz suas escolhas na hora da compra, achei ótimo pra quem está começando:






Decidi partilhar minhas experiências iniciais com os cosméticos orgânicos.
Sou nova no ramo (comecei em março deste ano). Resolvi mudar para “o lado verde da força” por recomendações médicas. Meu objetivo, portanto, é simplesmente ter mais saúde, tanto na parte de alimentos quanto na de cosméticos em geral.

Comecei minhas pesquisas com a ajuda deste médico, mas logo percebi que o que ele me passou não era suficiente. A solução de simplesmente não pintar o cabelo e não usar maquilagem não era suficiente para mim!
Com a ajuda do santo google e alguma paciência, cheguei a blogs muito interessantes. Fui guardando e catalogando tudo no meu computador. Entretanto, ao perceber quanto veneno existia em vários cosméticos que eu tanto amava e usava há anos, bateu um desespero. Devo parar de usar tudo? Jogo tudo fora? Nunca mais vou poder usar batom?

Passei uma semana sem usar quase nada, fiquei meio deprê. As pessoas estranhavam me ver sem make... Mas não desisti e continuei pesquisando, até achar este grupo e me enturmar com vocês.
Agora, depois de seis meses de muita pesquisa online e algumas compras de novos cosméticos, acho que posso compartilhar algumas dicas para iniciantes. Vamos lá:

1) Menos é mais. Você não precisa de 15 produtos para o cabelo, 10 hidratantes para o corpo e todas as cores do arco-íris na sua caixa de make. Quanto menos coisas, menos substâncias tóxicas. Mesmo os cosméticos orgânicos podem conter substâncias agressivas. Além disto, tudo perde a validade, e não tem sentido colecionar 50 cores diferentes de blush, quando na verdade eles ficam bem parecidos no seu rosto e acabam perdendo a validade antes que você consiga gastar um décimo do conteúdo.

2) Não jogue o que você tem no lixo! Procure, inicialmente, se desfazer daquilo que saiu da validade. Depois, examine o que sobrou. Nem todo cosmético tradicional é nocivo. Pesquise no EWG para ver a classificação do seu produto. Descarte apenas aquilo que, na sua opinião, é nocivo demais para usar até o fim.

3) Mas, como assim, EWG? Sim, pessoal. Não tem como se garantir postando a composição do produto aqui, ou perguntando se a marca X ou Y é boa. Esta é uma decisão que terá que ser tomada por você, usuário. O link acima ajuda a analisar todo e qualquer produto que você tem em casa ou pretende comprar. Eu, atualmente, não compro nada sem classificar antes. Mesmo porque, ainda que a marca se intitule “orgânica”, tem um ou outro produto com tranqueira. Além disto, a análise da classificação é muito pessoal. Para mim, se o produto tem chance de ser cancerígeno, ainda que em grau baixo, está excluído. Qualquer influência hormonal, na minha opinião, também é motivo para riscar o produto.

4) Sim, você vai ter que ler coisas em inglês e comprar pela internet. Não tem jeito. A coisa no Brasil ainda está muito no início, e os produtos não serão encontrados nas farmácias. Além disto, principalmente na área de maquilagem, não tem quase nada aqui. Prepare, portanto, seu cartão de crédito internacional se quiser usar maquilagem orgânica de qualidade.

5) A boa notícia, entretanto, é que existe tudo - TUDO MESMO – no ramo de cosméticos orgânicos. Base, primer, batom, sombra, até mesmo lojas que imitam os batons da MAC (amo!) e o blush Orgasm da NARS (como viver sem?).

Pitaco da Yumi: Veja como fazer seu relatório no EWG aqui

9 de outubro de 2014

Dica da leitora | Pele oleosa/cravos - Sal da Terra

A dica de hoje é da leitora Bel, que já usou Avon e foi ao dermatologista mas nada resolveu. Então optou por alguns produtos da Sal da Terra, veja o que ela achou:




Sabonete Argila Preta (Lama Vulcânica) - Sal da Terra Saboaria Artesanal e Natural

Vim contar pra vocês um pouco da minha transição para produtos naturais, e falar de um produto que estou utilizando atualmente: o Sabonete Argila Preta (Lama Vulcânica), que utilizo em conjunto com a loção facial para pele oleosa, ambos da Sal da Terra Saboaria Artesanal e Natural.

foto by Bel



Eu tenho um problema na pele que é muito chato de cuidar, que é a oleosidade excessiva. Meus poros são dilatados e logo após lavar o rosto começa a sair a oleosidade deles (alguém aí se identifica?). Sem falar dos pontos pretos, principalmente no nariz, devido aos cravos.

Eu usava avon e não tava satisfeita, então na tentativa de dar um jeito nisso, fui a um dermatologista que me indicou um sabonete convencional (super caro), mais um gel secativo (mais caro ainda), e creme para manipular em farmácia, este para passar antes de dormir. Usei alguns meses, mas não fiquei satisfeita com o resultado. Quando os produtos estavam chegando ao fim, me neguei a comprar os mesmos já que não funcionaram bem e, além disso, eu não estava em condições de gastar muito. Então me bateu a ideia de procurar por produtos naturais (e aí você se pergunta, como que eu nunca tinha pensado nisso antes??). Descobri que produtos naturais são surpreendentemente, em grande parte, mais baratos que os produtos convencionais. Neste blog fala sobre isso, clica aqui sobre isso aqui

Depois de ver as resenhas de produtos no Lookaholic e no PBS , entrei em contato com a Aline, da Sal da Terra, que foi bem acessível e atenciosa. Contei pra ela sobre a minha pele e pedi recomendação de sabonetes, ela me indicou o de Neem ou de Lama Vulcânica (argila preta), o qual vou comentar pra vocês.

O que o fabricante diz: Também conhecida como Lama Negra ou Vulcânica, é a mais nobre de todas as argilas e muito utilizada para a desintoxicação da pele, principalmente as oleosas.


Composição: Óleos Saponificados de Palma, Palmiste, Oliva, Arroz e Mamona, Argila preta e Óleos Essenciais de: Cipreste, Gengibre e Sândalo. Peso: 130 g
Foto by Bel

Vegan | 100% natural

O que eu achei: Realmente me surpreendeu! O cheiro não é dos melhores, mas não é ruim, é até suave pelo menos para mim. A espuma é leve, mas se espalha e limpa muito bem. No segundo dia de uso, após a limpeza da pele (lavar com sabonete, secar e aplicar a loção), já notei uma grande diferença, pois os poros estavam bem menores, e a pele demorou mais que o normal para ficar com aquele aspecto de oleosidade visível. A argila preta age absorvendo a oleosidade da pele, purifica e desobstrui poros, e a loção facial equilibra a oleosidade e auxilia a fechar os poros, tem resenha aqui

Comecei a utilizar o sabonete e a loção faz algumas semanas, então em médio prazo posso dizer que noto uma diminuição dos cravos, eles não acabaram totalmente (o sabonete não faz milagres, rs), mas continuam em menor proporção que antes. Creio que a utilização desse produto seria muito mais eficiente aliada a sessões de limpeza de pele a cada mês ou a cada dois meses. Mas no momento estou sem condição pra isso.

Outra coisa que tenho notado, é que a eficiência desses produtos estão diminuindo na minha pele, e isso não é culpa ou má qualidade dos produtos, é da minha pele mesmo que parece se “acostumar” rápido com as coisas (alguém aí também passa por isso?). O que pretendo fazer então é comprar outros produtos e revezar o uso, por exemplo usar 15 dias a argila preta + loção e 15 dias outro sabonete com outro tônico. Essa foi uma ideia que tive agora e vou testar quando eu puder comprar outros produtos e aí conto pra vocês, ok?

No cabelo: utilizei apenas uma vez só pra testar. Adivinhem? Meu cabelo também é muito oleoso, eu achei que ele limpou bem, mas a espuma foi mais difícil de espalhar que na pele, o que dificultou um pouco. Também não sei se é adequado para usar todos os dias. Talvez uma vez por semana.

Quanto a composição:

Algumas dicas:

- Corte um pedaço do sabonete e deixe no banheiro, em uma saboneteira drenada (esses sabonetes derretem se ficarem úmidos), e o resto do sabonete deixe guardado numa embalagem fechada. Se você usar o sabonete só no rosto, ele vai durar muito, acredite! Como vocês podem ver na foto, o sabonete cortado que eu guardei e o fragmento do pedaço que eu cortei, que ainda nem acabou!

- Lave o rosto com água em temperatura ambiente, de preferencia gelada, caso você more em lugar quente. Ah, faltou comentar que eu moro em Santa Catarina, aqui não é o calor das áreas mais quentes do país, mas também faz calor, e esse ano quase nem deu dias frios de inverno, pra minha tristeza já que eu sinto muito calor.

- Passar a loção em um pedaço bem pequeno de algodão, assim você economiza os dois, já que o algodão absorve muito a loção, e a nossa intenção aqui é que ela vá para o seu rosto, e não ficar no próprio algodão, não é mesmo?

- Faça o processo de limpeza da pele duas vezes ao dia, pela manhã e pela noite. Se sua pele é muito oleosa, tem que fazer fielmente desse jeito, senão não vai sentir a mudança.

- Após passar a loção é legal passar um hidratante leve para pele oleosa.

O preço dessa belezinha é R$ 16,50 (quando eu comprei tava mais barato) e vc encontra aqui  . Já o tal sabonete que eu usava (aquele recomendado pelo dermato) custava em torno de 55 reais.. Quanta diferença!

E você, também tem alguma experiência positiva com produtos naturais para pele oleosa? Comente pra gente! Um grande abraço a todos!

Pitacos da Yumi
Gratidão Bel, ótima resenha, não tenho nada a acrescentar
Se quiser participar do dica da leitora, envie um email para o blog, clica aqui

2 de outubro de 2014

Dica da leitora | Máscara de hidratação caseira cabelos cacheados

A dica da leitora de hoje é da Reni, uma querida que trouxer para o lado verde da força que conheci no grupo Vida Minimalista.

Reni andou desconfiada da boa conduta das empresas de cosméticos com as formulações, após aderir ao No-Poo, passou a usar mascaras caseiras nos cabelos, o que deu um resultado excelente...

O leite de Coco é rico em vitaminas e minerais essenciais. Também é uma fonte rica de vitamina A, vitamina E, potássio e cálcio. Também é rico em antioxidantes.
Possui ácido láurico, substância que confere ao leite de coco propriedades contra fungos, vírus e bactérias. É ótimo para combater infecções. Contém gorduras saturadas que ajuda a nutrir, hidratar e reparar os fios dos cabelos.




Máscara Hidro-Nutrição-Reparadora
(que fiz, testei e aprovei);

- Meia xícara de chá de leite de coco
(pode o ser feito em casa, ou industrializado);
- Uma colher de chá de óleo de rícino 100% vegetal;
- Uma colher de chá de mel;
- Pode colocar duas colheres de creme base de preferência
(opcional, já fiz com e sem, das duas formas ficou bom, porém sem o creme a mascara fica líquida). 

Aquece um pouco o leite de coco, mistura os demais ingredientes, passa em toda a cabeça, massageando bem o couro cabeludo e enluvando bem os fios.
Deixar no mínimo 40 minutos, com touca plástica.
Depois do tempo de descanso apenas enxaguar vigorosamente o cabelo, massageando bem o couro cabeludo, não precisa lavar com shampoo, nem fazer co-wash, assim os nutrientes continuarão agindo no couro cabeludo.
Deixe para passar shampoo ou fazer co-wash, na prox lavagem.

PS: Para cabelos compridos dobrar a quantidade da receita.

Pitaco da Yumi - um creme base neutro e orgânico que o blog indica é o da Arte dos Aromas, clica aqui.


Cupom válido durante todo ano de 2018- acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys