Páginas

Mostrando postagens com marcador Dúvidas frequentes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Dúvidas frequentes. Mostrar todas as postagens

14 de novembro de 2014

Sobre prazo de validade dos cosméticos orgânicos

Cosméticos orgânicos e 100% naturais tem um prazo de validade menor, se comparados aos convencionais.
Se deve a  ausencia de conservantes nocivos e polêmicos como os parabenos. Em substituição aos conservantes sintéticos, usa-se mel, sal , açucar, óleos essenciais, ácido citrico, tocoferol, entre tantos outros, saiba mais aqui
Ao longo de quase quatro anos usando cosméticos orgânicos/100% naturais, pude ver vários prazos de validade e o comportamento de alguns produtos


Existem cosméticos orgânicos cujo prazo de validade é mínima: 6 meses. Já vi nos frascos da Neal's Yard e 100% Pure, normalmente são loções ou cremes, entre eles, hidratantes faciais com filtro solar , base líquida e tudo que entra algum líquido na fórmula.





Produtos que contenham água requerem um conservante, nada vive e se desenvolve sem água, tenha isso em mente quando você comprar um produto que tenha água na composição, geralmente tem duração menor -até um ano.  Exemplo: hidratante lavanda Reserva Folio

Produtos que ao invés de água usam hidrolatos conseguem uma ação antimicrobiana maior, já que tem a água que usaram para extrair os óleos essenciais,esse produto final ganha as propriedades bactericidas dos OEs , a Cativa Natureza usa hidrolato ao invés de água e seus produtos chegam a 2 anos de validade.

Maquiagens compactas, sombras, blushes,  tem em média prazo de 1 ano, como a base em pó da 100% Pure abaixo:


Produtos estrangeiros vem com um simbolo de potinho aberto e o número de meses válido


Maquiagem em pó solto normalmente tem validade indeterminada, podem durar ad infinitun desde que usadas medidas preventivas como não usar pincel sujo e guardar em abrigo da luz e longe de umidade e calor excessivo. Teoricamente não estragam já que não contém derivados de organismos vivos, geralmente plantas.
Tenho um blush da Everyday Minerals que já vai para 3 anos e está ótimo, vide aqui.

Sabonetes artesanais tem duração de 6 meses a 2 anos, tudo depende da fórmula, mas no geral, o corpo do sabonete pode aguentar um pouco além da validade, somente os óleos essenciais que além de efeitos terapeuticos são responsáveis pelo cheiro vão evaporando ao longo do tempo.

Produtos que utilizam óleo vegetal + cera e óleos essenciais tem validade maior, os próprios óleos essenciais já servem como conservante e podem ser usados muito mais do que o prazo de validade determinado no frasco.
Exemplo: Night night balm da Badger, que já tenho há um 1 ano e meio, vide aqui e os filtros solares também da Badger tanto em bastão quanto em bisnaga, vide aqui, prazo impresso no rótulo é 12 meses, já chegou a 1 ano e meio e está bom, o segredo?! Mantenha em geladeira! E não guarde o filtro solar no porta luvas do carro para não cozinhar seu filtro!

Aqui entram as manteigas artesanais, como a  manteiga perfumada da Ewé e o bálsamo de olhos Sal da Terra que tem prazo médio de até 2 anos.

A geladeira pode prolongar muito a vida do seu cosméticos, vale guardar óleo corporal, hidratantes diversos, filtros solares, só não vale guardar maquiagem em pó, pois pode pegar umidade.

Tem validades menores sim, e isso ajuda a brecar o consumismo por curiosidade ou colecionar produto, mas passado o prazo de validade não quer dizer que o produto morreu e não serve mais. Se observar consistência e cor diferente, odor desagradável, eficácia diminuida´ou alergias, descarte óbvio...

Aqui vale o bom senso.. se estiver igual e mantido em boas condições citadas para as makes continue usando, é desperdício jogar fora um produto que ainda funciona só por ter expirado o prazo. Exemplo disso é o filtro solar da Neal'Yard - prazo de validade de 6 meses, consegui usar por um ano.

Na grande maioria das vezes o prazo de validade está ali por burocracia e obrigação dos órgão regulamentadores como Anvisa e FDA.


27 de maio de 2014

O que é aromaterapia?

A aromaterapia pode ser vista como  ciência ou arte de  aplicar os óleos essenciais para problemas físicos como dermatológicos, respiratórios, musculares, dores em geral entre outros, como também em problemas emocionais: ansiedade, insônia, depressão, transtornos de humor entre tantos outros. Abragem também o campo espiritual, auxiliando nas meditações, em incensos e até para limpeza energética, tanto pessoal quanto ambiental.
Pode também  ser utilizada na limpeza da casa, roupas, acessórios de cozinha, para afastar insetos da casa e das roupas e com muita cautela entrar na culinária.



Mas o que são óleos essenciais?
Óleos essenciais são a matéria prima da aromaterapia.São substâncias voláteis, puras -extraídas de diversas partes das plantas: raíz, caule, tronco, folhas, flores ou casca de frutos. Para extração, os métodos usados são: destilação a vapor, extração por solvente, por CO2, prensagem a frio, turbodestilação, hidrodestilação e prensagem a frio.
São substâncias extremamente concentradas, uma única gota equivale a cerca de 20 até 24 xicaras de chá de uma planta.
Também são insumos muito usados em cosméticos naturais, 100% naturais, artesanais e orgânicos.

Os óleos essenciais estudados, divulgados e comercializados atualmente são todos extraídos de plantas, portanto pode-se dizer que um óleo essencial também é vegan. Até existem poucos óleos essenciais extraídos de animais - mas não são divulgados nas escolas e nos livros aqui no Brasil e não se encontra a venda facilmente e são mais caros também.

É muito importante usar óleos essenciais de qualidade, sem adulteração para que alcancem os resultados esperados, como também é preciso saber comprar, ao entrar na loja deve-se pedir por óleo essencial, cujo rótulo, o que mais importa é o nome do óleo essencial e  o nome cientifico da planta em latim.


Na hora da compra, estes dois textos podem ajudar:
- Diferença entre essencia e óleo essencial
- Marcas de confiança em aromaterapia

Óleos essenciais a grosso modo são extratos de plantas, como também são essências - mas se você quer aquele que a aromaterapia indica, você precisa chamar pelo nome correto na hora da compra, pois você pode estar levando um extrato, tintura  ou uma essência sintética.

Com excessão da lavanda e tea tree - este de acordo com a sensibilidade pessoal, que são os únicos OEs que podem ser aplicado puros na pele, todos os demais precisam de um carreador, uma base para serem diluidos.

Os principais carreadores de óleos essenciais
O carreador adequado depende do tipo de uso:
- Para aromatizadores ambientais, tanto elétrico como a vela somente água basta
- Para máscaras faciais pode ser usado argila, iogurte, mel, chá
- Para uso corporal como óleo de banho, cremes de massagem, óleos vegetais 100% puros ou creme neutro sem derivados de petróleo que prejudicam a absorção dos óleos essenciais por criar uma película impermeabilizante na pele.
- Para uso capilar o próprio shampoo ou condicionador, máscaras hidratantes bem como óleos vegetais se a finalidade for leave in.
- Para uso doméstico: uma bola de algodão se quiser deixar na gaveta, vinagre, alcool, água

Este posts podem ser úteis:
- Dosgens para uso de aromaterapia

Cremes neutros para o setor orgânico:
- Creme para massagem Arte dos aromas, resenha aqui.
- Neutral Body lotion Lavera, resenhado pela Michelle do Tantas Plantas - clica aqui.

Vale dizer que por mais que o pessoal que estuda aromaterapia já esteja acostumado com a informação, a grande maioria das pessoas são leigas, que querem se beneficiar dos óleos tanto essenciais quanto vegetais. Mas é bom deixar bem claro que óleo essencial é diferente de óleo vegetal.
Enquanto o óleo vegetal pode ser usado puro em pele e cabelos, o óleo essencial jamais pode ser usado puro, sempre precisa de um carreador, que pode ser o óleo vegetal.
Todo óleo essencial é vegetal sem dúvida mas o óleo vegetal usado como carreador não é óleo essencial.

Caso queira uma consulta de aromaterapia online, escreva para mim aqui.

26 de maio de 2014

Dúvidas frequentes

O universo dos produtos 100% naturais e orgânicos não é tão fácil de entender. Por isso estou montando a sessão de dúvidas frequentes e este post reúne todos os já escritos aqui no blog.




  • Sites e blogs que recomendo:
- A naturalissima
Mocinha Kawaii
- Tantas Plantas
Ecycle
- Lookaholic

  • Lista de lojas de confiança, clica aqui.



  • Estes dois bancos de dados te falam porque tal componente é prejudicial, da uma nota que classifica entre seguro e nocivo e mostra o ranking de produtos saudáveis e os potencialmente nocivos.

- Como usar o EWG
Clica aqui
- Como usar o Good Guide
Clica aqui.


  • Quais ingredientes nos cosméticos devem ser evitados!
Estão listados aqui os ingredientes mais nocivos a saude, onde tem e sua nota no EWG - clica aqui

  • Saiba quais produtos parecem ser orgânicos ou 100% naturais mas não são
Não caia na propaganda enganosa presente na mídia! Clica aqui


  • A transição para produtos 100% naturais e orgânicos nos cabelos
Esta é a maior dificuldade para quem entra neste mundo, clica aqui.


  •  Marcas de confiança em produtos 100% naturais e orgânicos
A listagem de várias marcas para você escolher, clica aqui.

  •  O que é greenwashing, um cosmético natural, um cosmético artesanal 100% natural e um cosmético orgânico.
Saiba as definições e como escolher a melhor opção, clica aqui.

  • Cosmético vegano é tudo 100% natural?! 
Nem sempre, existem os cosméticos veganos convencionais que você encontra na farmácia e os cosméticos orgânicos e 100% naturais veganos - clica aqui


  •  Sobre prazos de validade dos cosméticos orgânicos e 100% naturais
Dicas para melhor conservação, clica aqui

  • Produtos seguros para bebês e crianças pequenas
Alguns produtos que falei no blog podem ser usados por bebês e crianças e outros são a indicação pela observação de rótulos/composição - clica aqui



Aromaterapia

  • O que é aromaterapia?
Definição de aromaterapia, óleo essencial, carreadores, clica aqui.


  • Diferenças entre essência e óleo essencial
Saber comprar um óleo essencial é questão até de saúde, clica aqui


  • O que é um hidrolato?
Saiba o que é e suas formas de uso, clica aqui

  • Aromaterapia é sinônimo de 100% natural?! Nem sempre!
As bases neutras: creme/ gel, shampoo e sabonete líquido na grande maioria das vezes tem sintéticos nocivos e/ou poluentes.
Para a aromaterapia ser 100% natural suas bases também devem ser, saiba quais são aqui

  • Usando o colar aromaterapico devidamente
Saber usar corretamente evita efeitos colaterais e economiza seu óleo essencial, clica aqui.

  • Dosagens para uso de óleos essenciais
Saiba como utilizar corretamente os óleos essenciais, clica aqui.

  • Saiba quais são as melhores marcas de óleos essenciais
Para não ter erro na hora de comprar, clica aqui.

  •  A química dos óleos essenciais
Está assustada porque linalol, geraniol e outros componentes naturais dos óleos essenciais tem notas altas no EWG? Clica aqui.

  • Da conservação e vaidade dos óléos essenciais:
Saiba mais sobre o assunto - clica aqui.


Se você achou que estas dicas te ajudaram , que tal colaborar com o blog? A gente agradece!



25 de maio de 2014

Produto natural/ Artesanal/ orgânico - você sabe a diferença?

Em tempos de greenwashing rolando solto, vamos ver se este post ajuda a descomplicar as coisas.
(também peço desculpas a leitora pela ausênia de resenhas - enquanto estiver no processo de mudança não estou conseguindo testar tudo do jeito que vocês gostam e merecem)
O que nós consumidoras de cosméticos orgânicos buscam, além de um nome  e certificação orgânica é a segurança da fórmula, ou seja não podem conter ingredientes tóxicos ou nocivos, como os citados na lista negra do blog, clica aqui e aqueles banidos pelas certificadoras: Ecocert, IBD, USDA, Soleil Association - além de sermos contra testes em animais.
Buscamos fórmulas com o maior número possível de ingredientes naturais - nisso não só as marcas orgânicas entram nas nossas escolhas, mas fórmulas limpas, como alguns produtos de marcas naturais e até artesanais, desde que sejam 100% naturais.


O que é um greenwashing?
Greenwashing é o conceito de 'máscara verde', quando uma marca se utiliza de marketing alegando ser um produto orgânico, quando não é.
Mais grave é que no Brasil não há lei que caiba processar uma marca por Greenwashing, pois o mercado orgânico não é regulementado constitucionalmente, somente aquelas que se submetem a instituição privada IBD, não estatal portanto não é constitucional.
Tecnicamente, somente marcas que se apoderam do conceito orgânico, usando o 'orgânico' no rótulo podem ser chamados de greenwashing.
Aqui no Brasil, um dos casos mais graves é a Cris Dios, clica aqui, por usar ingredientes que não são permitidos pelas certificadoras (vide aqui) e até por usar o selo de certificação orgânica indevidamente e a Éh e Petal Fresh, vide aqui- tecnicamente os produtos contém alguns ingredientes orgânicos mas tem fórmula de cosmético natural.

Cosmético natural?! Como assim?!
Aí que confunde mais ainda a cabeça do consumidor, um produto pode ser chamado de natural e pode ter algum ingrediente orgânico, como as marcas acima, a linha de frutas da Surya e os naturais de nascença, como Natura, Body Store, Vyvedas linha regular, Livealoe, Granado, Panizza, Multivegetal, Feito Brasil, Est, Bioextratus.
Tecnicamente, cosméticos com apenas 5% de ingredientes naturais podem ser chamados assim.

No entanto algumas fórmulas dentro deste conceito, são aceitas pela consumidora de cosméticos orgânicos, como é o caso da máscara Color Fixation da Surya - clica aqui, e produtos Biologicus  e Multivegetal, que mais uma vez, não são orgânicos mas tem fórmulas seguras, sem potencial nocivo, com alto percentual de insumos naturais.



Cosmético artesanal 100% natural
Marcas artesanais que usam técnicas como o cold process e hot process, que utilizam respectivamente soda caustica e potassa para o processo de saponificação e que usam somente insumos naturais são aceitos pelos consumidores de cosméticos orgânicos.
Neste nicho, entram Sachi, Sal da Terra Saboaria,Santo sabão, Ewé, Fefa Pimenta.


Cosmético orgânico
É aquele regulamentado por certificadoras, como Ecocert ou IBD no Brasil e no exterior USDA, Solil Association. Não contém ingredientes tóxicos, nocivos (vide aqui e aqui) ou poluentes, ingredientes de origem animal que provoquem a morte ou crueldade como também não podem ser testados em animais. Sob este prisma ganham o selo das respectivas certificadoras.
Precisam ter 95% de ingredientes naturais e orgânicos.
Nesta lista, das marcas nacionaiss entram Ikove, Herbia, Reserva Folio, Alva, Cativa Natureza, Surya linha orgânica, Vyvedas linha orgânica, Arte dos aromas linha orgânica

E agora? Como escolho?
Fator fundamental para que você não caia em greenwahing na escolha de cosméticos seguros e mais naturais possíveis é a interpretação da fórmula. Escolher cosméticos que não tem ingredientes desta lista aqui, os que tem escore seguros nos bancos de dados EWG e Good Guide, cosméticos desta lista aqui do blog, bem como os citados neste blog, no Tantas Plantas da Michelle e Mocinha Kawaii da Heglaé, que são blogs honestos e que eu confio plenamente.

21 de maio de 2014

O que é um hidrolato?


Hidrolatos são subprodutos da destilação de ervas e flores para a obtenção de óleos essenciais por destilação a vapor, a agúa utilizada na destilação a vapor capta os elementos terapeuticos e assim esta água apresenta não só o perfume mas as propriedades de um determinado óleo essencial numa proporção de 0,002% - e não se engane com essa quantia irrisória, hidrolatos tem as propriedades terapeuticas dos OEs numa proporção muito segura, além de ganhar perfume de rosas, lavanda, gerânio...

Hidrolatos eram mais  usados na perfumaria e na composição de cosméticos naturais e orgânicos - se você ler no rótulo lavandula officinalis water ou lavandula officinalis hydrosol - significa que existe hidrolato de lavanda naquele cosmético.


Com a divulgação e expansão da aromaterapia, os hidrolatos entraram no mercado brasileiro - mas afinal pra que eles servem?
Como dito mais acima, cada hidrolato carrega as propriedades do óleo essencial de onde foi extraido, então é só saber qual o uso daquele OE para fins dermatológicos.
Como estudante de aromaterapia, consegui dar vários usos para os hidrolatos:

- Para tornar mais aquosa um creme hidratante:
Faço muito minhas próprias fórmulas usando a base neutra orgânica da Arte dos Aromas e hidrolatos são bons aditivos para este fim, pois usar água ou chá faz com que o produto final esteja mais suceptivel a agentes nocivos.

- Para diluir argilas:
Se não quiser usar aquele óleo essencial, por mais que seja uma gota só, os hidrolatos são os melhores substitutos, já que ainda contém principios terapêuticos em uma proporção pra lá de segura. Para dar um up em peles cansadas e desvitalizadas, os melhores são patchouly, gerânio, rosa

- Como tônico:
Qualquer hidrolato pode ser usado como tônico, só preste atenção naqueles com propriedades adstringentes, como hortelã pimenta, alecrim, podem arder os olhos - mas é só fecha-los que não tem erro.

- Diluir shampoo super espesso:
Os shampoos orgânicos geralmente tem goma xantana como espessante e se você quiser um diluente com propriedades terapeuticas, vá de hidrolato, eu que tenho o couro cabeludo oleoso, gosto de lavanda, alecrim , lemongrass, tea tree.

- Como água termal:
Na verdade eu até gosto mais de hidrolato do que a água termal em si, pois além de ter propriedades antioleosidade como os de alecrim ou hortelã pimenta, estou consumindo um produto nacional, além de ter um melhor custo x beneficio

- Como pós depilação:
Os melhores para este fim são os que tem propriedades calmantes, como a lavanda ou anéstésica como manjericão cravo.

- Como pós-sol
Novamente, os melhores são aqueles com efeito calmante como lavanda ou de efeito anestésico como manjericão cravo ou erva-baleeira.

- Para dar uma 'acordada' e manter a concentração:
Uma borrifadinha de água já ajuda a acordar e se essa água  tem efeitos estimulantes, como alecrim ou  hortelã pimenta, ajuda ainda mais, pois refresca e é uma delícia em dias quentes.

- Para assepsia:
Teve um arranhado ou um corte? Gosto de borrifar hidrolato de lavanda, manjericão cravo ou tea tree na área afetada, o óleo essencial, especialmente o de tea tree pode arder na pele, já o hidrolato não tem este problema.

Gostou das multiplas funções dos hidrolatos? De qual você mais gosta?

17 de maio de 2014

Diferenças entre essencia e óleo essencial

Ultimamente tenho lido muito coisas do tipo:" essência de alguma planta é muito bom pra tal problema", 'extrato concentrado de X planta é ótimo pra acne' ou ainda 'onde posso encontrar essencia de planta X.

Eu fico com um nó no peito quando leio esse tipo de descrição para óleos essenciais, como aromaterapeuta, tenho ciência de que se eu compro um frasquinho bonitinho escrito essência de lavanda, posso  deixar todo mundo aqui com dor de cabeça, provocar reações alérgicas, talvez até embrulho no estomago, pior ainda se eu passar na pele isso, no mínimo vai dar uma coceira danada... pois estes são efeito colaterais da essência sintetica.

Então depois de quase chorar de desgosto por ter respondido pela enésima vez no blog sobre 'essencia de tal planta' - resolvi dar um google... e sabe o que é pior? Sites de grande circulação fazem matéria sobre óleo essencial de lavanda simplesmente assim:


Daí fica dificil, pois se o intuito das matérias na internet é disseminar o bom uso dos óleos essenciais e da aromaterapia em si, que dê o nome correto!
 É crucial para que o beneficio real da lavanda seja alcançado, pois se a moça compra um frasquinho de essência de lavanda pra ajudar dormir e não funciona, aí já começam a achar que a aromaterapia é placebo.
O que não é de maneira alguma culpa do leitor, pois ele lê o texto admitindo ser verdade e ninguém é obrigado a estudar aromaterapia e já saber o correto ou não.
O errado nessa novela é quem escreveu isso.
Pra complicar ainda mais os frasquinhos são identicos:



Se a pessoa entra na Etna e vê esse frasquinho escrito lavanda ela compra, pois cheiro de lavanda tem mesmo, só que é sintético, deixa um cheirinho gostoso no ar e pode até ajudar a relaxar, pela associação mental da planta: "ah lavanda relaxa".

Então a pessoa lê um texto como esse aqui (obs - apesar da grafia errada que induz leitor ao erro, o óleo essencial de lavanda pode ser usado da forma descrita) ou vê num blog que essencia de lavanda é bom pra corrimento...
E pra piorar ainda mais a situação tem blogs  postando com o nome de essencia...
Daí a moça na inocência vai lá e passa essa essencia na região intima... o minimo que pode acontecer é dar uma alergia...
Estão entendendo porque é complicado escrever o nome errado?

Veja só a diferença:
Essência é sintética, produto químico, também chamado de fragância, disruptor hormonal, tem ftalatos e um sem número de ingredientes problematicos (que ninguém sabe o que foi usado para chegar neste cheiro, por se tratar de segredo industrial) - se você quiser deixar num aromatizador de varetinha ok, fica cheiroso - mas nunca, jamais em momento algum se deve passar na pele para tratar problemas que um óleo essencial faria.
Óléo essencial: extraído de plantas, um extrato super concentrado de um planta,  uma única gota de óleo essencial equivale entre 20 a 24 xícaras de chá da planta.

Óleo essencial, apesar do frasquinho ser idêntico, tem duas diferenças básicas: aquilo que tem efeito terapeutico sobre pele, algumas doenças e para tratar o emocional, no rótulo sempre tem o nome cientifico da planta em latim, no caso da Lavanda - lavandula officinalis

Outro grande diferencial é na questão preço: enquanto a essência sintética pode sair por $8 ou $10, um frasco de óleo essencial de lavanda custa em média $30 -por que a diferença tão grande?
Essência se faz a litros, de uma única vez, a planta lavanda precisa ser cultivada, colhida, passar por destilação e para produção de 1 litro de óleo essencial  são necessários  150kg ou 200kg de flores de lavanda.

Para mais informações acesse post da Harmonia Aromaterapia (que sim, eu conheço e indico os óleos essenciais e vegetais da marca), clica aqui.
Se você quer ter certeza absoluta de que o que você está comprando se trata de um óleo terapeutico, que trata o ser humano no geral, acesse este post onde coloquei as marcas que uso e confio, clica aqui.

E se tiver dúvida, pergunte, sempre! Não importa se é materia de um site de grande porte ou se é num blog, tente saber se a pessoa estudou aromaterapia, não saia acreditando em qualquer coisa que você lê na internet, sua saúde pode estar em risco!

Caso queira uma consulta de aromaterapia online, escreva para mim aqui.

5 de maio de 2014

Marcas de confiança em cosméticos orgânicos

(ou com fórmulas seguras ou 100%  naturais - post atualizado em 02/01/2018)

Uma das perguntas que mais aparecem nos comentário e emails são as marcas que realmente trazem uma fórmula segura.
Cosméticos orgânicos, aqueles que tem uma certificação tem um selo:


No Brasil, para empresas nacionais temos dois selos: o Orgânico Brasil e da certificadora IBD
Lá fora e aqui no Brasil, para produtos presentes em diversos países, o selo Ecocert é o mais conhecido, no entanto há os selos próprios das regiões, nos EUA, a certificadora é a USDA e na Europa o selo da Soil Association.
Todas as certificadoras possuem requisitos próprios mas em comum não são permitidos ingredientes que causem algum tipo de risco à saúde,  poluentes ambientais, que contenham ingredientes provenientes da morte de um animal ou que para a extração se utilize métodos cruéis, que provoquem o sofrimento dos mesmos e em nenhuma destas certificadoras - testes em animais são permitidos. Portanto todo produto que tenha um destes selos é garantido institucionalmente que são cruelty-free.

No entanto, há marcas que trabalham com um alto percentual de insumos orgânicos mas não tem o selo de orgânico, nestas entram empresas nacionais certificadas pelo IBD, que ainda não há lei regulamentadora para o setor de cosméticos orgânicos no Brasil e portanto não pode certificar.
Neste caso também entram produtos artesanais.

Para facilitar a vida dos consumidores de cosméticos orgânicos, neste post ficam as marcas que eu conheço e são de confiança, as artesanais e aquelas que não são orgânicas de fato - mas que as consumidoras aceitam usar pela fórmula segura. Só entram nesta lista marcas que avaliei atentamente a fórmula e seguem os padrões de ingredientes orgânicos/naturais e livres de ingredientes nocivos.
(com o tempo serão acrescidas outras marcas)

Marcas orgânicas encontradas no Brasil :
- Alva
- Almanati
- Arte dos aromas*
- Bee balm
- Bioart
- Cativa Natureza [V]
- Glory by nature [V]
- Herbia
- Ikove
- Reserva Folio
- Souvie
- Surya** [V]
- Prymeva

* Arte dos Aromas tem a linha natural com alguns ingredientes problemáticos e a linha orgânica certificada pelo Ecocert
** Surya tem a linha de frutas convencional, a linha Color Fixation que não é orgânica mas que pela segurança da fórmula é aceito pelas consumidoras de cosméticos orgânicos e as linhas Amazônia Preciosa, Sapien Man e Sapien Womam, orgânicos certificados pela Ecoccert

+Acesse: linha de frutas da Surya não é orgânico

Marcas não orgânicas  com fórmulas mais seguras:

- Biologicus
- Livealoe*
- Multivegetal
- Petal Fresh**
- Tisserand***
- Weleda****

Biologicus e Multivegetal são livres de ingredientes potencialmente nocivos mas alguns são polêmicos, então é questão de interpretação da fórmula e se você aceita usar os ingredientes.
* Livealoe a grande maioria tem fórmulas seguras, só preste atenção aos shampoos de embalagem preta
**Shampoos, condicionadores e hidrantes corporais
*** Tisserand - todos os óleos de massagem, de banho e roll ons tem ingredientes seguros, o restante são produtos convencionais.
**** Weleda, a excessão são os shampoos e condicionadores, todos tem sulfato e alguns ingredientes problemáticos, o restante da linha é  ok


 Saboarias e cosméticos artesanais 100% naturais
- Aidée | simples e natural*
- Cheiro Vivo [V]
- Ewé
- Fefa  Pimenta [V]
- Jaci Natural [V]
- Sachi
- Sal da terra saboaria
- Santo sabão
- 4 mãos saboaria

Todas estas marcas usam somente ingredientes 100% naturais e em alguns produtos há alguns ingredientes orgânicos.
* A Aidée tem vários produtos 100% naturais, porém alguns tem corante (ultramarines)

Marcas internacionais
- Accure
- Badger
- Balm balm
- Blissoma
- Devita
- Dr bonner
- 100% Pure
- John masters organics
- Max green alchemy
- Neal's Yard


Maquiagem:

Nacional:

- Baims (n) [V]
- Bioart (n) [V]
- Cativa (n) [V]
- Dona orgânica (n)
- Organela
- Splendor [V]

Estrangeiras:
- Alva

- Alverde* (o)
- Alima Pure (m) [V]
- Everyday minerals (m)
- Honeybee gardens (o)
-
ILIA
- Jane Iredale
- Lily Lolo (m)
- The all natural face (a)
- Vapour Beauty (o)

* Alverde tem certificado orgânico alemão porém alguns ingredientes são sintéticos

(m) mineral
(o) orgânica
(a) artesanal
[V] Vegana

Qual escolher?
Depende muito, o fator custo do cosmético orgânico certificado pesa muito nesta hora e se este for o caso, as marcas artesanais e as não orgânicas com fórmulas mais seguras podem ser uma boa opção.

Quanto à fórmulas, todas trabalham com ingredientes aprovados pelas certificadoras mas como dito, cada certificadora permite ingredientes que outras podem não aprovar.
 Então saber interpretar uma fórmula é fundamental e também seu critério pessoal de aceitação, isto é se você aceita usar um ingrediente com nota 5 no EWG.
Para paramêtros eu utilizo dois bancos de dados o EWG e o Good Guide.

+Acesse: saiba quais marcas são só propaganda de natural e  ecofriendly

A questão dos cosméticos orgânicos envolve não só fórmulas mais seguras e livres de ingredientes nocivos à saúde- mas a questão cruelty-free e ainda não poluentes ambientais.
Se você optou pelo lado verde da força, parabéns! Seu corpo, o meio ambiente e os animais agradecem!

A parceira do blog, a loja Use Orgânico oferece um cupom de 5% de desc para as litoras do blog, digite YUMI  no checkout e boas compras! Clica AQUI para acessar o site.

10 de março de 2014

A transição dos cosméticos capilares orgânicos

Quando troquei meus produtos capilares para orgânicos (isso já tem cerca de 4 anos)  empaquei feio numa questão: os shampoos orgânicos não funcionavam direito! Não fazia espuma, não limpava, meu  cabelo ficou uma vassoura e fiquei andando de coque por uns três meses (sorte minha que trabalho em home-office e só quem poderia se assustar era meu marido rs...) falando nele, esse era outro que não gostava de shampoo orgânico por não fazer espuma - não aguentei comprei um shampoo com sulfato da Weleda pra ele...



Passado o tempo e o trauma... meu cabelo se adaptou aos shampoos e condicionadores orgânicos e hoje está lindo, tão lindo que levei elogio na pós piscina só usando condicionador orgânico de leave in... e o cabelo do meu marido que era puro frizz se transformou também, está macio, tratado e bem cuidado... o que havia de comum nos dois cabelos que fazia pesar os fios e mesmo com todos os esforços não havia coisa no mundo que fazia os produtos funcionarem?
Marido usava  gel de cabelo todo santo dia, tinha silicone, derivado de petróleo e tudo que é bomba que vocês possam imaginar, tinha lá... e eu caí num greenwash desgraçado achando que o leave in de uma marca era orgânico só por estar escrito no rótulo beeeeeeeeem grande
(alias é bom que esse assunto voltou a pauta, assim quem está começando não se engana, clica aqui pra ler sobre o produto). e tinha: dois silicones e um derivado de petróleo...

Depois de muito desânimo, vontade de tacar o coitado do shampoo orgânico na parede por não funcionar, eis a primeira dica que dou pra quem está começando:

- BANIR PARA TODO SEMPRE SILICONES E DERIVADOS DE PETRÓLEO!

Esse foi o denominador comum que encontrei nos dois cabelos, ainda tinha e muito- derivados de petróleo e silicone nos nossos fios, solução encontrada a curto prazo foi comprar um gel orgânico para o marido, falei aqui e eu usar óleo de coco como leave in.

- O SHAMPOO NÃO FUNCIONA?!

Acerto e ganho que você usou por muito tempo silicones e derivados de petróleo, que impermeabilizam os fios e também não ajudam em nada para os surfactantes suaves dos shampoos naturais e orgânicos e tenho 99,9% de certeza de que são eles que prejudicam o efeito espuma dos produtos naturais (isso observando nossos cabelos ok?) mas então eis que surge alguns truques, não necessariamente nessa ordem mas enfim:

1- aplicar o shampoo fora do chuveiro com um borrifador:
Você não leu errado, é isso mesmo - a lavagem com shampoo orgânico é apenas no couro cabeludo, por isso a técnica deu certo comigo, pode ser uma ajuda, vide aqui.

2- Usar vinagre como pré lavagem
A Mona Lisa da Ewé explicou muito bem como os shampoos saponificados e até mesmo sabonete cold process podem funcionar melhor, vide aqui

3- Usar um shampoo com sulfato por um tempo e depois migrar para um shampoo orgânico de fato
Foi o que aconteceu com marido: retiramos todas as tranqueiras residuais, principalmente, silicones e derivados de petróleo que precisam de literalmente detergente pra tirá-los (lembra que ele usava gel todo santo dia?!) então ele acabou com dois frascos de shampoo Weleda que tem uma fórmula mais light se comparado com o mercado convencional. É como usar um shampoo antiresíduos .

4 - Adicionar um pouco de shampoo convencional ou sabonete liquido Castille 100% natural
A dica do shampoo convencional foi minha mãe quem teve  a ideia quando começou a usar o shampoo color fixation da Surya, sem sulfato e outros sintéticos nocivos.
A dica de utilizar o sabonete liquido (este aquiveio daí, faz bem mais espuma e ajuda na massagem na hora de lavar os cabelos.

5- Usar sabonetes cold process
Também não leu errado, lavar os cabelos com sabonetes cold process, 100% naturais pode ser uma boa ajuda, uma vez que produzem mais espuma e limpam com tanta ou mais eficácia que alguns shampoos orgânicos, eu uso até hoje o sabonete de neem da Sal da Terra e o black soap da  Sachi quando estou com preguiça... mas quando enjoei de ver marido usando shampoo com sulfato que além de tudo polui, comprei vários sabonetes de carvão da Santo sabão e dei pra ele usar como shampoo sólido,se você ver uma fórmula deles é praticamente um sabonete cold process. Funcionou muito bem no cabelo dele.

Preste atenção no tipo do seu sabonete, nós aqui temos fios mistos - mas se você tem de normais a secos vale pesquisar versões mais hidratantes, já que estes são para peles mistas e oleosas.... a vantagem do sabonete é que você terá um produto multifunção, caso não der certo você pode usar no rosto ou no corpo...


- CONDICIONADOR E LEAVE IN, O QUE FAÇO DA VIDA?!

Ambos usamos condicionadores orgânicos desde o inico, porquê isso importa?!
Bom o estrago já está feito, se você usar condicionador com silicone e derivado de petróleo nenhum esforço, nenhum produto orgânico por mais que o fórmula seja sensacional vai funcionar:

1- Silicones e derivados de petróleo não tratam fios
Estes componentes formam apenas uma camada impermeabilizante e brilhante, uma maquiagem como contei aqui, pelo contrária, impende quem trata de agir - são manteigas, óleos vegetais e essenciais ou seja, tudo natural.

2- Não tem leave in bom pra mim no setor orgânico?!
Usa seu condicionador como tal, falei aqui, não pesa nem detona os fios justamente por ser orgânico, o cabelo absorve tudo por conter somente ativos naturais...

3- Umectações ou leave in com óleo vegetal
No inicio da transição eu dormia com uma camada de óleo de coco ou usava como pré shampoo, nos dias em que tinha que ter alguma dignidade capilar funcionava muito bem como leave in puro óleo de argan.
Não tem como citar qual seu cabelo vai ficar feliz, meu cabelo se dá bem com estes e pracaxi puro (*o que ja é outra dica na hr de escolher produtos capilares)- mas se seus fios são finos óleo de coco pesa, então uma boa pesquisada vale a pena antes de adquirir , não existe um óleo universal que todos os tipos de fios se casam com ele para todo sempre, tem gente que se dá bem com abacate ou gergelim por exemplo...  tentativa e erro, se não der certo nos fios, você pode usar como hidratante corporal...

- MEU CABELO ESTÁ UMA PALHA, HELP!!!
Sinto em dizer que isso é uma realidade, o cabelo fica um pandemônio na grande maioria dos casos e você tem que conviver com isso, pois tinha tintura e o uso constante de cosméticos capilares no meu, isso sem contar que tem pessoas com luzes, escovas de tudo que é jeito e sabe-se la quantas quimicas tem nele. Dá vontade de desistir as vezes (como eu quis jogar o shampoo na parede... coitado...), este é seu cabelo em estado real...

Shampoos e condicionadores orgânicos tratam de verdade, então a única coisa a ser feita é sentar e esperar, seguir estas dicas acima, em cerca de dois a três meses seu cabelo está desintoxicado por completo e aí sim os shampoos e condicionadores orgânicos vão trabalhar que é uma beleza, o resultado compensa, pode confiar.

1- Usei condicionador orgânico e o cabelo ficou opaco e sem brilho
Vinagre na saída! Como último enxague, é doador de brilho

2- Umectações, hidratações e máscaras 100% naturais ou orgânicas
Além de usar os óleos vegetais para umectações, para dormir e de pré shampoo, máscaras 100% naturais ou orgânicas são de uma grande valia, uma vez que também podem ser usados como condicionadores ou leave in, vão tratar de forma intensiva e efetiva os fios.

- MEU CABELO ESTÁ MINANDO ÓLEO!

seu cabelo pode estar desintoxicando, soltando todas as tranqueiras que usou antes e fica essa baderna, se for isso, não tem muito o que fazer, afinal ele aguentou litros de silcone e derivado de petroleo e é aquela coisa, pra fazer uma bela de uma faxina, precisa tirar tudo do lugar, limpar  poeira, sujeira...  depois, passar um lustra moveis...  é bem isso o que acontece no cabelo.

Além do mais como os surfactantes são mais suaves, ele não dá conta de tirar a camada de silcone e derivado de petroleo. Só sai daqui uns 2, 3 meses.

Se este for o caso, recomendo lavar os cabelos com sabonete ou então usar bicarbonato - 1 colher de sopa + 2 de agua , que pode variar dependendo da sujeira , aí você que precisa dosar.

Também dá certo usar argila , faça uma pastinha de água + aproximadamente 1 colher de sopa de argila branca - e novamente você que precisa dosar a quantidade, de acordo com o estado do cabelo, a argila ajuda a limpar a oleosidade além de sugar as tranqueiras, uma vez por semana.

---------------------------------
Dá trabalho?! Não vou mentir, dá... mas os resultados compensam e muito... o cabelo parece que volta a ser virgem, ganham brilho e sedosidade, só quem já passou pelo processo pra te contar... no fim seu cabelo e seu corpo vão agradecer por você ter parado de jogar quimica neles e a natureza também uma vez que cosméticos 100%  naturais e orgânicos não poluem ou geram resíduos.
Não tem uma regra fixa, cada um monta seu esquema de acordo com o que dá ou melhor se adaptou...
Espero que ajude no seu processo estas dicas...


19 de novembro de 2013

Usando o colar aromaterápico corretamente

Normalmente em livros e guias práticos de aromaterapia consta a informação: 1 gota no colar aromaterapico...
E eu mesma já postei aqui esse modo errado de uso, sem contar o desperdício, imagina se usasse 1 gota de Immortelle todo dia no colar, que prejuízo!


Segue a forma correta de uso:
Pingue 1 gota no algodão e use  este colar por uma semana - essa 1 gt vai agir por toda a semana e não há necessidade de pingar OE todo dia... pra manter o aroma, guarde o colar num saquinho plastico e feche a boca dele -nada complicado, da pra dobrar o saquinho e guardar.

Preste atenção no OE a ser usado: se for um estimulante como alecrim melhor usar de dia, se for um relaxante use no final da tarde em diante, e claro... sempre seguindo as recomendações e contra indicações dos OEs.

Pois é uma gota rende muito desse jeito  né?!
Faça da forma correta, economize óleo essencial e evite transtornos como dor de cabeça ou náusea.

*Utilize o código PBS2016 e ganhe 5% de desconto na Aromalife - loja especializada em produtos para aromaterapia! Clica aqui.

18 de julho de 2013

Marcas de confiança em aromaterapia

Existe um problema sério no Brasil que é o fracionamento e venda de frascos de óleos essenciais sem controle da Anvisa - pois muitas vezes são misturados a substâncias sintéticas ou mais grave pode ser a falta de boas práticas de higiene e manipulação.

Como aromaterapeuta e  consumidora  há 7 anos, muita gente me pergunta quais são as marcas de confiança, com garantia de serem 100% puros - e para facilitar o nome da marca é o link da loja, aqui vão:


Internacionais:
AuraCacia
Vende via IHerb, tenho uns 5 óleos que foram mostrados aqui. Bom para quem tem crianças pequenas pela tampa 'aperte e gire'. Óleos vegetais não tenho como dizer. Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Neal's Yard
Não comprei mas foi garantido a procedência por profissionais do setor, professora de aromaterapia que fez curso em Londres e outras consumidoras da marca como a Michelle do Tantas Plantas
A marca tem 70 anos de tradição e é conceituadíssima no mercado natural e orgânico, óleos vegetais também valem a pena (assim como qualquer produto da marca no fator pureza e orgânico).  Tem alguns óleos essenciais orgânicos.O pacote vem da Inglaterra


Tisserand
Simplesmente o maior nome da aromaterapia no mundo, seus produtos embora estejam presentes no Brasil- clica aqui, podem ser comprados na Feel Unique com frete grátis.
Os óleos essenciais são usados pela minha professora para clinicar, já as sinergias roll on, óleos de banho e massagem são naturais eu já os testei, clica aqui. Tem alguns óleos essenciais orgânicos.


Nacionais
Terra Flor
Seus óleos tem certificação IBD e tem  óleos raros indianos. As sinergias são puros óleos essenciais e/ou vegetais, acrescido de acetato de tocoferol para não oxidação. Tem alguns óleos essenciais orgânicos.


Bioessência
Além dos óleos essenciais que valem a pena se você não puder comprar fora como rosas, jasmim ou Néroli que não são baratos por natureza- virem em frascos de 2ml a um preço mais cabivel (digo isso por ver o preço de alguns destes óleos em outras marcas nacionais), os óleos vegetais e hidrolatos que são conservados por hidrolato de tea tree, excelente bactericida e antifungico também valem a pena. Os cosméticos em si tem substâncias que o pessoal do mundo orgânico evita.Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Laszlo
 Tem a maior variedade de óleos que já vi. Os óleos vegetais são ok - . Esta lista é válida somente para OEs puros, ou seja 100% .
Por via das dúvidas sobre os OEs a 10% é melhor perguntar ao SAC.

WNF
Um dos primeiros óleos essenciais da minha vida, a professora aprova e eu confio pela minha experiência.
Os óleos vegetais e de massagem são ok, são naturais.
Sobre a água termal que tinha um fórmula excelente (contei aqui) e era certificado pelo Ecocert, na Bio Brazil Fair quis chorar quando vi DMDM Hydantoin com nota 7 no EWG, risco alto à saude-vide aqui.
Tem alguns óleos essenciais orgânicos.


Phytoterapica
Também foi um dos primeiros  que comprei e confio pela eficácia. Os óleos essenciais e vegetais são ok, não tenho certeza da fórmula da linha aerosol.
Gosto muito pois é a única marca que coloca o nome do óleo na tampinha de plástico facilita muito na hora de achar (pra quem tem mais de 90 imagina ficar procurando pelo rótulo?!)

By Samia
Os óleos essenciais, vegetais, sinergias prontas como o Slim, contei aqui e óleos de massagem que são conservados com acetato de tocoferol são ok para o pessoal do mundo orgânico.
As bases neutras tem ingredientes problemáticos, não são 100% naturais.



Ikove
A marca é orgânica certificada pelo Ecocert e tem alguns óleos essencias e vegetais, que na minha opnião são ótimos.

Harmonie
Os óleos vegetais são bons, quanto aos óleos essenciais não os conheço mas minha amiga aromaterapeuta confia e usa, então acredito.

Herbia
Tive a oportunidade  de usar alguns óleos da marca e são muito bons. Erva baleeira deles  é um dos melhores.


Vida Bhotanica
Tenho alguns óleos e minha professora garantiu a procedência e idoneidade da marca. Tem alguns óleos não encontrados em outras marcas  como Cumaru.A água de laranjeira e a água de rosas já usei, assim como os óleos essenciais vibracionais. Os demais produtos desconheço formulação.

Oshadi
Conheci os óleos essenciais da marca e gostei da qualidade! Tem alguns OEs diferentes dos demais, por exemplo, o cominho.

Vimontti
É uma marca que que cultiva suas plantas seguindo métodos orgânicos de agricultura , que também tem ênfase na preservação do meio ambiente.


cupom valido até dez/2017


Algumas dicas úteis:

- Óleos essenciais no Brasil vem sempre em frascos de 2, 5, 7, 9 ,10, 11  - passando desta medida, desconfie da procedência ou certifique-se de que seja mesmo óleo essencial e não vegetal (porque já vi frascos com 30/100ml para mais na IHerb)

- Nenhum óleo essencial custará menos que R$10 no Brasil, frascos escrito essência e custando cerca de R$5 sem o nome da planta em latim é certeza de serem sintéticos.

- Já no exterior a maioria dos óleos são bem mais baratos do que aqui, o motivo é que a grande maioria dos óleos essenciais comercializados no Brasil são importados.

- Na dúvida pergunte sempre! Via SAC ou facebook das marcas.

Com o tempo esta lista de hoje cresça, coloquei aqui as marcas que já usei ou tenho certeza absoluta de confiança, seja por pessoas idôneas que já usaram ou informações de profissionais e até da minha professora.


Lojas físicas normalmente são lojas de produtos naturais como Mundo Verde, que vende Phytoterapica, WNF e By Samia e farmácias homeopáticas com as mesmas marcas.

Caso você queira uma fórmula de aromaterapia que tenha visto num blog ou site, é possível encomendar  pelo nosso blog, saiba as condições AQUI

 

17 de junho de 2013

As químicas dos óleos essenciais

Há tempos estou  ensaiando este post mas vi pessoas se confundirem com linalol, geraniol, citronellol, eugenol por darem altas notas no EWG, (saiba como ele funciona aqui) embora sejam substâncias presentes naturalmente em óleos essenciais.

Vale lembrar que o EWG considera estas substâncias puras, diferente de uma fórmula cosmética, que entram água, extratos, óleos vegetais, entre outras substâncias e óleos essenciais que portam estes componentes.
Uma coisa é avaliar uma substância isoladamente e outra é utilizar como um componente (que é o que o EWG analisa) numa fórmula cosmética, de maneira correta, consciente e segura.



São preocupantes? Depende muito do contexto...
Se você está grávida, amamentando ou tem algum problema de saúde, deve sim ter cuidado.

Se a fórmula for feita sem critérios mínimos de segurança do uso dos óleos essenciais existe sim o perigo de intoxicação. Não é porque um OE é uma substância natural que não há risco ou contra indicações, muito pelo contrário, óleo essencial de cravo por exemplo, precisa ser muito bem dosado, pode dar  alergia, coceira, irritação e num caso muito extremo intoxicação e envenenamento. Para isso se fazem cálculos de dosagem.

No entanto, alguém que conheça bem os óleos essenciais para produção de cosméticos seguem os critérios recomendados onde as formulações variam de 2% a  5% de OE . Geralmente ficam em menos que 1% para não dar reações adversas.

É importante saber identificar um óleo essencial, normalmente é escrito em latim, acompanhado de oil, por exemplo lavanda = lavandula officinalis oil.
Lavanda é muito usada em cosméticos, mesmo assim ela tem: linalol e geraniol, entre outras substâncias químicas naturais.
A grande maioria dos cosméticos naturais e orgânicos tem óleos essenciais e assim estas substâncias estarão neles. (Só pra constar existem cosméticos sem OEs.)

Falando na lavanda, tenho um sabonete da Weleda, falei aqui. Se for observar a fórmula
dá pra ver que linalol e geraniol estão em último, assim como na maioria dos produtos.
Na regra clássica de rotulagem, os ingredientes estão em ordem decrescente ou seja, no início significa muita quantidade e no final pouca, ou seja a concentração de linalol e geraniol é baixa.

Bom, vou dizer que como usuária de óleos essenciais há 5 anos, de cosmético natural e orgânico há 4, estudante autodidata há 7 ,12 livros lidos e  3 anos em cursos... Te digo que não tive nenhuma reação adversa seja eu fazendo minhas próprias sinergias respeitando a dosagem segura ou usando em algum cosmético -  mas dar reação é algo muito pessoal também...

Já fiz estrago em mim enquanto aprendia a utilizar os óleos essenciais... usei  sinergia que dentre outros óleos estavam cravo e canela, altamente irritantes em grande quantidade, resolvi dobrar a dose para ver se fazia mais efeito e também se agia mais rápido, resultado: criei bolotas vermelhas gigantes no local aplicado, além de insônia, já que são óleos estimulantes - por isso sigam sempre as recomendações de uso!

Na natureza tudo é química e nesta saga química existem três átomos principais  hidrogênio, oxigênio e carbono, que  formam as tais substâncias químicas - os 'ols' que a gente vê no EWG, as funções mudam conforme dançam os elétrons.

Os óleos essenciais são praticamente uma orquestra química, existem 3 classes:
1) - terpenos
2) - derivados terpênicos
3) - compostos derivados de fenilpropanol

Vamos pular a parte aula de química zzzzzzzzzzzzzzzz (senão teria que mostrar todas as combinações moleculares posíveis)  e irmos direto ao ponto:
O linalool entra na classe dos álcoois terpênicos - estão na lavanda, bergamota, pau rosa e coentro.
(ps- antes que alguém diga que existe linalol sintético... os cosméticos  orgânicos os tem naturais por serem componentes dos OEs)



Não tenho a lavanda da Laszlo, que é a ÚNICA marca que mostra no rótulo o percentual de cada uma das substâncias químicas- achei somente legivel o Benjoim do Sião- mas é  só pra terem idéia de quantas químicas naturais estão presentes em um óleo
Por exemplo o Pau rosa, tem entre 80% de linalol - mesmo assim ele é um óleo muito seguro de usar.

É pra sair desesperada porque o EWG deu nota 5 para ele (clica aqui) ?!  NÃO! Primeiro porque estes 80% estão num frasco de 10ml, como disse no início em cosméticos se usam cerca de 1% ou menos de óleos essenciais. Se um shampoo tem 100ml e se usa 2% do óleo - ou seja 2ml, haverá apenas uma fração de linalol, coisa de 0,00X% (algum número - sorry não sei fazer contas com números tão pequenos).

Mas pra ficar bem completo o post  - vale dizer que a composição química do OE também muda de acordo com o terreno que é plantado, do tipo de clima - país normalmente. 


Realmente espero que tenha conseguido passar a mensagem de que mesmo o EWG acusando risco,a quantidade é muito pouca. Isso serve pra mostrar que nem toda química é ruim e que a diferença entre o veneno e o remédio é a quantidade... e é exatamente assim que os óleos essenciais trabalham. Em gotas contadas!

Mas veja bem - isso só vale para as químicas encontradas nos OEs, não saia dando uma de aloka achando que isso vale para parabenos também, porque até hoje só se veem acusações em cima dele.


FONTE: Tudo sobre aromaterapia - Adão Roberto Silva
 

22 de janeiro de 2013

Método de lavagem fora do chuveiro

ou:
- como fazer seu shampoo orgânico render
- como fazer seu shampoo orgânico espumar

Haha, já deu pra perceber que é um truque né?!
É o seguinte, quando eu comprei meus primeiros shampoos orgânicos eu ficava irada porque eles não espumavam, parecia que não limpava direito.... sei lá... principalmente os shampoos que tem uma consistência bem gelatinosa que são encorpados com goma xantana. 

Como é o caso do Lippia Alba da Herbia, quem tem sabe que ele é bem espesso e precisa de diluição. O caso é que ele é o shampoo mais cheiroso que eu já senti EVER! Só que eu não conseguia fazer ele funcionar... ficou um bom tempo encostado (mas antes eu quis jogá-lo na parede de nervoso haha). Guardado no armário pra eu não ver  o shampoo que paguei caro e "não funciona".

Até que eu resolvi turbinar o shampoo com propriedades anti-caspa (é gente, eu nunca mais compro shampoo específico pra caspa, vou fazendo rodízio com OES específicos pra isso).
Acontece que eu gosto de deixar os OEs agindo por pelo menos 5 minutos.
Então eu inventei esse método:



Passo 1: Dilua meio a meio o shampoo com água mineral
(eu sempre deixo uma garrafinha com água mineral e 1 gota de algum OE antibactericida pra não criar nada na água, funciona...)
Eu uso o equivalente a uma moeda de 50 centavos ou um real dependendo da sujeira do couro, pra ficar mais fácil, pode usar uma colher de sobremesa rasa de shampoo e a mesma medida de água.

DICA: se você for utilizar algum OE, pingue a gota no shampoo, misture e só depois acrescente a água , pra ficar bem diluído - já que um bom OE tende a boiar na água, daí você tem que misturar muito mais tempo pra ficar  bem diluído.


o shampoo já diluido com as gotas de OE

Passo 2: Borrife a vontade a água em todo o couro cabeludo!
Mas não a ponto de encharcar como a gente faz no chuveiro, o suficiente pra fazer o shampoo deslizar.
Como eu sempre faço o método (e eu adoro! parece que o cabelo fica mais macio, fora a mega massagem que você faz no couro) eu já deixo um borrifador com uma gota de OE antibactericida também.


Estão vendo que mesmo acrescido de OEs, o shampoo consegue fazer espuma?!
+ Acesse: Saiba como fazer a transição dos cosméticos orgânicos capilares
Passo 3: esfregue delicadamente massageando entre as mechas, os entremeios - não o cabelo!
Lembrem de uma coisa: quem precisa ser limpo cuidadosamente é o couro cabeludo, este sim que fica fedido,  oleoso (daí todo o resto do cabelo também), tem a caspa, a seborréia, a coceira...

Lembrando que eu tenho os cabelos mistos, ou seja - a oleosidade é excessiva na raíz e as pontas secas, no meu caso é devido ao comprimento. Esse método funciona tão bem pra mim, limpa tanto que agora eu posso me dar ao luxo de ficar dois dias sem lavar...

Jamais pude fazer isso com shampoo convencional, porque a própria química tóxica do produto ficava acumulando e criando sujeira e caspa - sim acredite! Seu shampoo ajudava a deixar seu cabelo sujo, tá?! É por isso que foi inventado o anti resíduos. Pra tirar toda a 'caca tóxica' que ficava acumulado nos fios e deixando pesado e sem vida.

Nota: nunca mais senti necessidade de usar um shampoo antiresíduos . Estou sóusando óleos vegetais ou leave in orgânico SEM SILICONE nos cabelos.

Finalizando: vá para o chuveiro!
Se você aditivou com OE aguarde uns 5 a 10 min para agirem bem, senão logo após a massagem em todo couro cabeludo, já pode ir enxaguar, molhe o cabelo.... massageie mais um pouco e enxague.
UPDATE: não é necessário a adição de OEs pra fazer o shampoo funcionar, eu faço isso pra tratar caspa... mas se quiser fazer com outros OEs que não sejam para a caspa, pode também...

A espuma que escorrer do couro já será o suficiente para limpar os fios. Mas como meus cabelos são ressecados nas pontas, gosto de fazer mais uma leva com shampoo para cabelos tintos (porque os meus atualmente estão com henna).


Dá trabalho?! Até que dá um pouco mas eu realmente AMO os resultados desse método! O cabelo fica mais limpo, mais leve, mais solto - mais brilhante ... e no meu caso sem caspa... Ah hoje eu amo o shampoo da Herbia, tanto que recomprei  ^_^

Vantagens:
- economiza shampoo já que você já vai ter diluido em água
- economiza água porque né... borrifar gasta uns 10ml de água enquanto que abrir o chuveiro só pra encharcar o cabelo,sei lá quanto mais...
- economiza energia elétrica por razões óbvias: é menos tempo fora dele!

 Pode ser a salvação pra fazer seu shampoo orgânico funcionar! Porque pelo que vejo muita gente de cabelo misto, encontra dificuldades com shampoo orgânico.




28 de junho de 2012

Dosagens para uso de aromaterapia

Óleos essenciais são altamente concentrados (uma gota de óleo de camomila equivale a 20 xícaras de chá!) por isso podem causar sensibilidade ou irritabilidade, dependendo da pele.
CUIDADO!! Menos é mais. Lembre-se de PARACELSO -pai da toxicologia
“Todas as substâncias são venenos; não existe nada que não seja veneno.
Somente a dose correta diferencia o veneno do remédio.”

As dosagens apresentadas dependem da sensibilidade pessoal, por exemplo: óleo de alecrim pode arder - então se a pessoa for sensível inicie com uma quantidade mínima
e aumente até aos poucos sem que haja desconforto.

Recomenda-se no máximo até quatro tipos de óleos essenciais para compor uma sinergia/receita - acima desta quantidade é necessário um pouco mais de estudos pois um óleo pode anular o efeito de outro ou potencializar seus efeitos. E sim - eles podem dar efeitos colaterais, como insônia, irritações ou euforia.
Lembre-se:
- Tratamento de uso diário: cinco dias consecutivos e descansar por dois dias.
- Tratamento semanal: não necessita pausa.
- Tratamentos em conjunto: sempre com acompanhamento (pela possibilidade de anulação ou potencialização de efeitos)

Os diversos usos dos óleos essenciais:

* Shampoo:
para 100ml - 10gts de óleo essencial
NOTA: as moléculas do óleo essencial pode brigar com os componentes que dão viscosidade ao shampoo que o torna grosso e viscoso, com os óleos essenciais o shampoo se torna mais líquido, bem aguado. (MAS, O EFEITO FINAL É O MESMO, a questão aqui é o desperdício
de shampoo)
De acordo com a qualidade do shampoo utilizado essa modificação pode ser mais rápida. Para segurança e evitar o desperdício, comece preparando uma quantidade pequena.

Em caso de dúvidas ou se preferir coloque 1gt de cada óleo essencial escolhido (até 4 óleos) na sua dose do dia.

* Aromatizador INDIVIDUAL (colarzinho de cerâmica ou vidro)
Na dose cotidiana - 1 ou 2gts no máximo de cada óleo escolhido. Exemplo: 1gt de óleo essencial de alecrim ou 1gt de gerânio ou 1 gt de cada - veja a forma correta de uso aqui.

* Difusor comum:
10gts de óleos essenciais em água, podendo ser sinergias - exemplo 4 gts de lavanda + 6 de gerânio

* Aromaspray:
para fazer 100ml - 90 ml de água deionizada -+ 10 ml de álcool de cereais e entre 10 a 30gts de cada óleo essencial  ou fazer uma sinergia: 30gts de bergamota, 20 de lavanda e 10 de camomila.
Primeiro pegue o alcool e dilua os OEs nele e jogue a agua em cima desta mistura, agite sempre antes do uso.

 
Máscaras de argila
* Corporal: 4col.sopa de argila + 8col.sopa água mineral e 8gts de óleos essenciais.Exemplo: 3 gts de alecrim + 5 gts de palmarosa.
Cobrir a área com filme plástico e deixar agir por 30min

* Facial: 1col. sopa de argila + 2col. água mineral e 1gt de óleo essencial.
Deixe agir por 20min ou até secar completamente.




Hidratação facial
 5ml de óleo vegetal* e 1gt de óleo essencial* (*de acordo com o seu tipo de pele ou finalidade específica)
Exemplo: pele oleosa: Alecrim / Anti idade -gerânio


+ Acesse:
Óleos essenciais peles mistas e oleosas

* Para compressas:

9 gts do óleo essencial escolhido diluidos com 10ml de óleo vegetal,em ½ litro de água, mergulhar uma compressa de gaze,escorra  o excesso e aplique por cerca de 30 minutos no local. Podem ser feitas compressas frias ou quentes, se possivel trocar a água por uma infusão da própria planta de onde vem o óleo essencial, por exemplo chá de alecrim +9gts de óleo essencial

* Escadapés:
25gts totais do óleo essencial escolhido diluídos em 05ml (alcool, mel ou leite) para 1lt de água quente, apenas um óleo essencial ou uma sinergia por ex: 15gts de lavanda + 10 de gerânio.

* Massagens
30ml de óleo vegetal e  no máximo até 6 gts de óleos essenciais.
ex: 30ml de semente de uva, 4gts de alecrim e 2 gts de lemongrass

Acompanhem os próximos posts para saber quais óleos vegetais usar em cada situação. O óleo vegetal de semente de uva ou  amêndoas atendem bem escaldapés e masssagens corporais.

+ Acesse: Marcas de confiança em aromaterapia


IMPORTANTE:  não nos responsabilizamos pelo uso incorreto dos óleos, estas medidas são clássicas na aromaterapia, respeitando estes limites, use sem problemas.
Não informamos com intuito de praticar a medicina e nem tampouco substituir os conselhos do seu médico.




Cupom válido durante todo ano de 2018- acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys