BELEZA SEM CIGARRO

[Diário] Parando de fumar semana 1. Clique na imagem para ler os post do diário.

Store Cosméticos e Cia

Encontre produtos 100% naturais e orgânicos: Cosméticos, maquiagem.


Cupom válido durante todo ano de 2017 - clique e acesse!
Mostrando postagens com marcador Componentes dos cosméticos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Componentes dos cosméticos. Mostrar todas as postagens

1 de setembro de 2015

Sem parabenos significa que é seguro?!

Numa onda recente, parece que virou moda a descrição "sem parabenos" em cosméticos convencionais.
Daí você pode dizer: "Ah que legal! Vou usar um produto que não fará mal pra minha saúde! Uhuuu!"

Peraê que a coisa não é bem assim... se você não sabe que mal eles fazem aqui no blog tem um post, parabenos são conservantes.  No mercado, conservantes são usados para aumentar a vida de prateleira do produto, em 2 , 3 , 5 anos.
(e quem precisa que o cosmético dure ad infinitum?! Compre só aquilo que vai usar, consuma até o final , em menos de 1 ano acabou!)
Só que se saem os parabenos, entram outros no lugar e se quer saber são piores do que eles!

Primeiro falemos dos parabenos:


São conservantes, evitam o crescimento de micróbios . Podem causar reações alérgicas. Estudos mostram que podem ser absorvidos pela pele e é um dos componentes mais comuns nos cosméticos embora sejam tóxicos. Também foram encontrados alguns tipos de parabenos em tecidos cancerosos, suspeita-se que podem causar câncer.
Tem scores 3 a 7 no EWG que é o banco de dados que classifica a segurança dos cosméticos, vide aqui
Ah sim, se você está chegando agora e não sabe como funciona o EWG, tem este post aqui, numa explicação rápidas notas verdes são seguras, laranjas use com cautela e vermelhas corram!

Produtos sem parabenos com extratos orgânicos
Falemos da recém chegada Korres que de fato usa bastante extratos orgânicos e naturais, que funcionam, já usei e gostava. E sem parabenos - AHHHHHHHHHHHH! Pode pedir pra revendedora da Avon a revistinha da Koress?!
(sim quem está fabricando os produtos no Brasil é a Avon... quer dar seu dinheiro pra uma empresa que testa em animais?!)

Calma aí... veja a fórmula - este aqui é o relatório do produto no EWG, :

Analisemos a fórmula, antes é bom que se diga que ingredientes no começo da fórmula tem em maior quantidade e no final menor.

- Lauril sulfato de sódio: já falei aqui no blog, é a odiosa espuma branca que acumula lá no rio Tietê, aquilo polui, sequestra o oxigênio da água, mata peixes, resseca tua pele e cabelos, pode dar alergia e caspa - primeiro motivo pra não usar
Tem nota laranja no EWG com score 3, vide aqui

- Fragância
: é o perfume sintético,  pode ter até 4000 ingredientes. Não há como saber quais são estes químicos, já que no rótulo diz simplesmente "fragrância". E estes podem causar problemas como dores de cabeça, problemas de pele, respiratórios, vômitos e um sem número de disfunções.
 Tem nota vermelha no EWG com score 8 aqui e não tem pouco na fórmula, veja que está na segunda linha.

- Imidazolidinyl uréia: Conservante usado no lugar do parabeno. Uma das principais causas de dermatite de contato.Não é um fungicida eficaz, assim precisa ser combinado com outro conservante como os parabenos, como nessa fórmula não tem usaram o sorbato de potássio. Para piorar tudo, libera formaldeído, que já sabemos que pode ser tóxico.
Tem score laranja no EWG com nota 6, aqui

Quer dizer, Korres não serve para quem evita sintéticos nocivos, não quer poluir ecossistemas aquáticos como rios e mares.
As fórmulas de outros produtos você pode ver na Sephora gringa, clica aqui

+Acesse: Saiba quais são as marcas de cosméticos orgânicos e 100% naturais

Não tem parabenos mas tem DMDM hydantoin!

Outro conservante que usam em substituição dos parabenos é este  que libera formaldeído, potencial cancerigêno conhecido. Há risco de alergia de contato, e há estudos ligando o formol ao risco de leucemia.
Tem score vermelho no EWG com nota 7, aqui
E pode ser combinado com Imidazolidinyl uréia, como é o caso dos lançamentos da Yamá, na Beauty Fair dois produtos destinados pra quem faz a técnica no/low poo. A composição é 0% sulfatos, corantes, silicones, parabenos e sal.
Não tenho fotos, pois a marca só mandou para blogueiras e não tem o release oficial e foto para imprensa.
(não é legal roubar foto de blog alheio né...)

Mais uma vez pode dar confusão porque tem muita gente do no/low poo que usa produtos orgânicos - mas a Yamá nunca disse que era um produto 100% natural, o que dá esperança de uso são os termos 'sem'.
E será que a consumidora orgânica pode se jogar na perfumaria?! Vejamos:



Temos a fragãncia que já foi dito acima, o Imidazolidinyl uréia.
Outro péssimo é methylchloroisothiazolinone/ methylisothiazolinone que é um outro conservante
pode dar alergias e é poluente ambiental, com nota 6 no EWG aqui.
Não tem o poluente sulfato mas não significa que você pode se jogar, devido aos outros conservantes.
O relatório geral do EWG para este produto está aqui

Então, se você pular de alegria ao ver o termo sem parabenos, presta atenção nestes outros conservantes que são tão ruins e até piores que os parabenos, combinado?!
Pra não ter dúvidas:
Imidazolidinyl uréia
- DMDM hydantoin- methylchloroisothiazolinone/ methylisothiazolinone
Tecnicamente estes conservantes são usados numa dosagem mínima: até 0,4% , mas suficiente pra causar alergias e dermatites, os grandes responsáveis para as mulheres procurarem alternativas nos cosméticos orgânicos.
Então, será mesmo que eles são tão seguros como a Anvisa ou FDA alegam?!

E se você quer saber quais outros ingredientes nos cosméticos fazem mal a tua saúde, clica aqui

26 de junho de 2014

Lenços umedecidos: praticidade ou preguiça?

Já faz algum tempo que ando refletindo minhas necessidades de consumo, e cheguei a uma conclusão, que é coisa de preguiça-  lenços umedecidos de tudo-que-é-tipo invadiram o mercado de uma forma que me dá medo!

Quando eu era bebê, acredito que não tinha esse tipo de coisa, e minha mãe se virou bem sem entupir o bumbum do meu irmão e o meu com sei lá o que que estivesse presente naquilo, quando se analisarmos bem, a única vantagem é pra mãe ter menos trabalho, sendo que se você usar um borrifador e papel higiênico, o resultado é muito próximo.

O argumento para vender o tal lencinho umedecido é que limpa 30% melhor que o papel higiênico... mas em tese um papel higiênico é mais limpo em termos de toxinas. Veja só o que tem num lenço que você passa no bumbum do seu filho:
Produto Pamper's a venda nos EUA - clica aqui.
Water, Disodium EDTA, Xanthan Gum, Bis-PEG/PPG-16/16 PEG/PPG-16/16 Dimethicone, Caprylic/Capric Triglyceride, Benzyl Alcohol, Iodopropynl Butylcarbamate, Sodium Hydroxymethylglycinate, PEG-40 Hydrogenated Castor Oil, Citric Acid, Pentadecalactone

Sinceramente eu me apavoro com produtos infantis que em tese deveriam ser mais gentis com os bebês... mas estão cheio de tranqueiras, você sabe de cabeça o que são esses ingredientes?!

Problema n. 2 é que estes lenços são feitos de TNT - Tecido não tecido, feito com polipropileno ,se um tecido comum demora 400 anos pra se decompor, imagine algo que é um não tecido? Seu bebê vai existir na Terra, reencarnar 3 vezes (pra quem acredita nisso) e o maldito lenço umedecido pode estar querendo se decompor, fora as centenas de fraldas que ele usou , ainda estarão lá.


Daí chega em nós, mulheres descoladas, antenadas que querem tudo pra ontem, sem perder tempo - em nome da praticidade você vai lá e compra um: lenço demaquilante, pra usar com sua make caréssima, hype, que foi testada em animais e com trocentas substâncias quimicas que você não tem noção do que é, nem do mal que fazem - bom... deveria ter noção que limpar sua vaidade assim custa algo que demora de 100 a  200 anos pra se decompor.
Veja o que tem na fórmula de um lenço demaquilante da Neutrogena e faça seu relatório no EWG, (veja aqui como faz):

Water, Isonyl Isononanoate, Pentaerithrityl Tetraethylhexanoate, Cetyl Ethylhexanoate, Cyclopentasiloxane, Isostearyl Palmitate, Hexylene Glycol, Aloe Vera (Aloe Barbadensis) Extract, Cucumis Sativa (Cucumber) Fruit Extract, Glycerin, Carbomer, PEG-6 Caprylic/Capric Glycerides, Sucrose Cocoate, PEG-4 Laurate, Sodium Hydroxide, Dehydroacetate Acid, Benzoic Acid, Iodopropyl Butylcarbamate, Phenoxyethanol, Fragrance (Parfum)

Da eficácia: eu já usei estes lenços e te garanto que a demora pra retirar a make leva o mesmo tempo que se usar minha infálivel fórmula de óleo vegetal e toalhinha, veja aqui, e que ao custo de R$20 em média, ou seja $1 por lenço, você pode comprar uma garrafa de azeite de boa procedência e ter demaquilante atéeeeeeeeeeeeeeee... e bem melhor que sabonete de bebê, pois infelizmente até ele tá cheio de química nociva.

"Ah mas dá trabalho de lavar a toalhinha" - gente, na boa- se praticidade virou sinonimo de preguiça, lamento mas o mundo está bem perdido, lavar a toalhinha, só precisa de uma passada de sabonete e umas 3 esfregadinhas. Ou se não quiser a toalhinha, a buchinha de rosto ou mesmo um bom sabonete lavam tudo do teu rosto, já faz 3 anos que uso óleo e nunca tive espinha por isso.  E não me diga que você fica num lugar que não tenha banheiro quando viaja... e sim, tem dia que eu coloco tudo que tenho direito no carão, desde o primer, até retoque de pó...

Ah mas os lencinhos úmidos para limpar as mãos é super necessário
Não sei o que eu prefiro, ficar com os germes ou com parabenos na mão, pois eu bato perna na 25 de março e como por lá, nunca tive diarréia ou intoxicação alimentar, meu alcool spray que faço em casa ainda deixa a mão macia e cheirosa, vide aqui, em um sistema refilável ad infinitum, não polui e não te intoxica.
Veja o que tem na fórmula de um lenço anti germes:

Water, Polysorbate 20, Glycerin, Phenoxyethanol, Aloe Barbadensis Leaf Juice, Fragrance, Methylparaben, Tocopheryl Acetate, Tetrasodium EDTA, Disodium Cocoamphodiacetate, Butylparaben, Citric Acid, Ethylparaben, Propylparaben


E por fim, a última invenção é que você precisa limpar e acabar com germes com lenços umedecidos em produto de limpeza... poxa, até papel toalha resolve o problema, nisso posso chamar quem compra de trouxa, pois gasta dinheiro a toa e ainda precisa de 3 encarnações pra decompor o lenço que você limpou um pingo de sorvete no chão, esse não tem desculpa...

Portanto, acho que com excessão dos bebês, que a bem da verdade é bem mais prático limpar o cocô dele no shopping com lencinhos, isso se não der alergia, mães já vieram contar que podem dar alergias (mas por favor procure uma fórmula com menos ingredientes tóxicos), todos os outros lencinhos tem alternativas totalmente sustentáveis e seguras...

Este blog não resenha, nem usa lenços umedecidos por serem extremamente ruins em termos ambientais.
Qual sua escolha?

11 de dezembro de 2013

35 anos depois, a FDA concorda em definir regras para Triclosan

Já tinha contado no blog que quando eu era criança, subia em pé de goiaba, andava descalça e fazia represa no quintal de terra da minha avó. Nenhum dos meus três primos nem meu irmão ficou doente de 'bactéria' - e lavavamos as mãos com sabonete comum, vide aqui.

Inicialmente, triclosan foi criado para o ambiente hospitalar, onde a rígida asepssia se faz necessário, no entanto acharam uma boa idéia colocar nos cosméticos e produtos de higiene pessoal (ahãaaa...)




Triclosan foi encontrado no sangue e na urina num estudo de biomonitorização e também é encontrado no meio ambiente, pois o tratamento de esgoto é ineficaz para este ativo, ou seja ainda prejudica a vida aquática, pois contamina golfinhos.

Foram encontradas evidências de que triclosan seja desregulador endócrino, mexe com os hormônios humanos e ainda se transforma em dioxina - um composto cancerígeno. Além de tudo triclosan é ineficaz sozinho pois só atinge dois tipos de bactérias, sendo necessário a combinação com os parabenos,que sozinhos também são ineficazes saiba mais sobre, clique aqui.

E eis que finalmente, 35 anos depois o FDA regulamentará o uso da substância, depois de ter poluido horrores e prejudicado a saúde de muitas pessoas. Como diria eu: DEMORÔ!  E eu odiava aqueles comerciais 'familia feliz' que mandavam a massa USAR TRICLOSAM PRA SE PROTEGER... PROTEGER DE QUE MESMO? Só uma ou duas bactérias... Triclosan faz mais estragos do que benefício...











Fonte:The daily Greem.com


Triclosan atualmente está praticamente em todos os produtos de higiene e cosmética convencional, tendo nota 7 no EWG, vide aqui. É encontrado em maquiagem, hidratante e óbvio o sabonete antibacteriano..
Mesmo que a medida seja nos EUA, minha esperança é que acabe por atingir os cosméticos aqui também , uma vez que muitas destas empresas são gigantes multinacionais.

Nossas mães não tinham alternativas, só haviam estes produtos quando éramos bebês ou crianças... mas podemos cuidar da saúde desta geração evitando o uso deste componente e mais ainda podemos deixar de poluir pouco a pouco, deixando de usar ativos desnecessários, que fazem mal não só a nossa saúde mas ao meio ambiente.

Se não pararmos de poluir, chegará um dia que os balneários litôraneos serão insalubres para a humanidade, e o banho de mar que traz tantos benefícios a saúde e até para a alma por fazer uma bela de uma faxina, se tornará proibido...

As alternativas para o triclosan, são muito simples: sabonete comum, sabonete cold process que se tiver neem e óleos essenciais que são agentes comprovados de ação antimicrobiana, como dito aqui é um substituto perfeito e natural.
Na rua, quando não posso lavar a mão,uso este spray a base de alcool e óleos essenciais, tem receita aqui.

Como consumidora de cosméticos 100% naturais e orgânicos, deixei de usar há alguns anos cosméticos convencionais -mas para quem ainda é convencional, leia o rótulo do cosmético, se tiver este ativo não compre, se proteja... proteja o meio ambiente e os pobres golfinhos que não tem nada a ver com a insanidade que é a industria cosmética convencional que só visa o lucro... álias pra mim não há diferença em proteger uma cobaia de teste ou o animal que vive na natureza- ambos precisam de proteção.
Hoje nós temos alternativas, faça escolhas mais conscientes!

27 de junho de 2013

Ecobag | Seu creme dental é um problema ambiental!

Escovar os dentes é extremamente necessário para manter a saúde bucal. Bom disso você já sabia mas talvez não saiba que os cremes dentais convencionais podem fazer mal à saúde e ao meio ambiente!



As três substâncias mais comuns nos cremes dentais são:
  • Flúor
Muito comum entre os cremes dentais, é absorvido pelo esmalte do dente durante a reposição de cálcio e fósforo que se perdem por conta do desgaste causado pelos ácidos liberados após a alimentação. O flúor ajuda a diminuir essa perda aumentando a resistência a cáries.

Flúor é encontrado adicionado à água potável e nos alimentos que foram produzidos com esta água e também no creme dental. O Flúor é necessário para a saúde, porém em excesso causa manchas brancas, osteoporose e até morte por envenenamento. É um elemento tóxico aos humanos e à natureza uma vez que é levado pelo esgoto.Como são altamente solúveis, o fluoreto atinge facilmente  o lençol freático.

  • Lauril  sulfato de sódio
O odioso sulfato que tanto abominamos nos shampoos também é responsável pela formação de espuma do creme dental. Ao cair em rios e lagoas através do esgoto, a substância diminui a disponibilidade de elementos vitais à vida no habitat específico, causando morte de diversos seres aquáticos, vide aqui o estrago

  •  Triclosan
Já foi dito aqui no blog sobre a futilidade do triclosan em sabonetes, clica aqui. No creme dental
combate o crescimento de bactérias, mas pode causar reações alérgicas aos humanos e a criação de bactérias resistentes. Além disso,  estudos apontam que a substância pode enfraquecer nossos músculos e também de peixes, afetando a natação deles.
Despejados em rios e lagos através do esgoto, promove a seleção de bactérias mais resistentes, causando também outros distúrbios ao habitat e em animais.
Fonte:Ecycle



Todos estes produtos não contém os ingredientes citados acima, além de serem Cruelty-free!
Melhores para sua saúde e para o meio ambiente:

# 1 - Gel dental infantil Weleda R$28,20 [comprar
Proporciona uma limpeza bucal completa e frescor graças aos suaves agentes de limpeza mineral e extratos vegetais naturais. Evita a formação de placas bacterianas e mantém os dentes protegidos da cárie.
Possui calêndula, de cultivo ecológico, que tem efeito calmante para uma boca saudável.

#2 - Gel dental Ratânia Weleda R$31,90 [comprar]
Com suaves agentes de limpeza mineral e extratos vegetais naturais,  age profundamente na limpeza dos dentes e proporciona hálito fresco. Ajuda a prevenir a placa bacteriana e a cárie.
A ratânia, cultivada de forma ecológica em Arequipa no Peru, fortalece a gengiva e protege contra o sangramento. 

#3 - 
Gel dental da Cativa Natureza R$19,90 [comprar] [resenha]
Foi elaborado com ervas cuidadosamente selecionadas para auxiliar no equilíbrio da saúde bucal. A combinação dos extratos de camomila, juá, neem e sálvia traz efeitos benéficos e os óleos essenciais dão um sabor refrescante para a escovação.

#4-  Creme dental Orgânico e natural R$17,20 [comprar]
elaborada com ativos naturais como Camomila, Semente de Uva e Chá Branco, e com Xilitol.

Possui  fórmula exclusiva com 95% de ingredientes naturais, menos de 5% de matérias-primas sintéticas. Livre de corantes e conservantes artificiais.

Concordo que realmente não sai barato, mas pra mim que já fiz teste de níveis de intoxicação, não economizo com saúde,.

Vejo a poluição e os efeitos nocivos dos produtos que usamos quase no mesmo patamar dos testes em animais. Se você usa um creme dental com sulfato e triclosan, também estará maltratando e matando espécies e também prejudicando os seres humanos, a diferença é que não há fotos para serem vistas enquanto um peixe está com dificuldade de nadar por conta da intoxicação do triclosan. 

Se você pode comprar fora a Iherb tem várias marcas em média a USD 5, clica aqui. Na Feel Unique os produtos podem ser encontrados na faixa dos USD6 com frete grátis - clica aqui.

Preços pesquisados em set/09
*contém link afiliado

 

5 de junho de 2013

Evite esfoliantes com microesferas!

Uma das coisas que me deixa mais feliz de usar cosméticos naturais e orgânicos é o fator não poluição ambiental - entre outras razões mil.
Um componente que é altamente poluente são as microesferas de polietileno, aquelas bolotinhas coloridas presentes em esfoliantes faciais e corporais - chamadas de microplástico

Está trazendo um problema sério: o microplástico nos oceanos  é tão abundante que acabou virando parte do ecossistema. Plânctons e pequenos crustáceos se alimentam deles, se intoxicam -> pequenos peixes comem destes seres e a cadeia alimentar prossegue até chegar aos grandes peixes -> como o atum que come destes outros peixes e assim chegar no ser humano.



Além disso, o microplástico absorve facilmente pesticidas e metais pesados, então já viram o tamanho da encrenca. Quando não mata o pobre do peixe asfixiado.
O problema é que as bolotinhas coloridas são amplamente utilizadas em cosméticos no mundo todo, então mais problema ainda...
fonte: Ecycle

Ontem - o Campaign for safe cosmetics (sim, o mesmo do vídeo - a história dos Cosméticos) noticiou que a Johnson's vai parar de usar o componente em seus cosméticos - comemorei!
 Apesar de não usar nada da marca pelas fórmulas potencialmente nocivas e testes em animais,ela está presente em qualquer farmácia do mundo e é muito popular, logo para nossos oceanos é uma grande vitória!

fonte: 5gyres - clique para ampliar

O problema é que essa praga poluente está presente em todas as marcas do setor cosmético convencional. É facil ver quais esfoliantes usam - mas se a embalagem não for translucida, procure pelo nome: polyethylene



Na verdade, até existem alternativas muito mais baratas, menos nocivas e poluentes - soluções caseiras como açúcar, sal, café, fubá, aveia passando pela boa e velha bucha vegetal até chegar nos componentes naturais encontrados em cosméticos naturais e orgânicos como: farelo de arroz, cristais de quartzo,argila, pérolas de cera e tantas outras alternativas naturais. É só procurar!

Você pode querer ler:
Criança não precisa de sabonete anti bactérias!

 

20 de maio de 2013

Criança não precisa de sabonete antibacteriano!

Quando era criança, andava descalça, subia no pé de goiaba e brincava de fazer represa (escavando terra!)  no quintal da minha avó, brincando com cachorros. Nenhum dos meus primos, meu irmão nem eu ficamos doentes 'de bactéria'- com verminoses ou algo do gênero. Pelo contrário, éramos todos saudáveis! Com energia para andar de bicicleta, brincar o dia todo no  parque aquático... bons tempos!

E com o que lavamos as mãos?! Sabonete palmolive! (ok, hoje eu lavo com sabonete 100% natural)
Atualmente  sou radicalmente contra o uso dos sabonetes bactericidas- aqueles que prometem matar 99% das bactérias. Não há nenhuma evidência de que o triclosan proporciona outros benefícios à saúde, ou que sabonetes antibacterianos e sabonetes líquidos são mais eficazes do que um sabonete comum e água.



Foi desenvolvido  para evitar infecções bacterianas em hospitais, onde a rígida assepsia é extremamente necessária e por lá deveria ficar, no entanto estão usado em uma vasta gama de produtos domésticos, desde cosméticos a produtos de limpeza. Porém há estudos que comprovam os malefícios do Triclosan.

Estão  criando super bactérias com o uso indiscriminado do Triclosan - sim pois com o tempo estas tendem a criar resistência e assim se perde o efeito, como qualquer antibiótico hiperdosado - então terão que inventar outro biocida mais potente, mais tóxico e mais poluente.
Assim, o uso generalizado de triclosan pode representar um risco para a saúde pública em potencial.
fonte: Pub Med - US National Library of medicine

Esse produto químico pode prejudicar os músculos do corpo e do coração. Coitado dos ratos que foram submetidos  a 12,5 mg/ kg - tiveram redução de 25%  em suas funções cardíacas e, uma hora após o experimento, perderam 18% da força muscular.
fonte: Superinteressante

Está também relacionada com a toxicidade no fígado e inalação e apenas baixos níveis de Triclosan podem romper as funções da tiróide. E como se não bastasse, sedimentos da substância foram encontrados em rios e lagos - portanto é prejudicial também ao ambiente, pois afeta a natação em peixes.
fonte:Triclosan side effects

Triclosan tornou-se um " valor agregado"onipresente fator de marketing-  meu sabonete líquido 3x mais caro é mais eficiente- e você mamãe, pelo bem do seu filho pode muito bem viver com um sabonete comum, economizar e poupar sua família de:

 5-cloro-2-(2,4-diclorofenoxi) fenol.  2,4,4 '-tricloro-2'-hidroxidifenílico, a 5-cloro-(2,4-diclorofenoxi) fenol, éter de tricloro-2'-hidroxidifenílico, CH-3565, Microban ® Aditivo B, Irgasan ® (DP 300 ou PG 60), Biofresh ®, Lexol-300, Ster-Zac ou Cloxifenolum. Triclocarban

Segundo o EWG, o Triclosan tem risco alto, nota 7 - vide aqui.
Preocupação Alta: contaminação, irritação (pele, olhos ou pulmões), persistência e bioacumulação
Preocupações Moderada: desregulação endócrina e toxicidade do sistema de órgãos (não-reprodutiva)

Saiba mais sobre o assunto, clique aqui.
É insensato  usar um sabonete a base de Triclosan, sendo que dentro de casa não se exige o nível de controle hospitalar, ao usar a maçaneta (e nem adianta aquele sabonete com dosador automático também), já se perdeu o efeito. É só ver as preparações cirurgicas, quem veste a luva no cirurgião é a enfermeira.

UPDATE: uma moça em um grupo do FB deu um depoimento sobre o que aconteceu com ela com o abuso destes sabonetes, veja aqui.

Portanto pense bem, antes de se deixar seduzir pelo apelo massivo das propagandas de TV.

Você pode querer ler:
Saiba como funciona o EWG

Que componentes da fórmula devem ser evitados
O círculo vicioso dos cosméticos convencionais capilares

15 de maio de 2013

Parabenos - questão duvidosa!

Está rolando um post que vem criando confusão na cabeça das pessoas dizendo que parabenos podem vir de amoras ou seja: de origem natural, vide texto aqui.


molécula do butilparabeno

Sugere ainda que os parabenos são seguros para as pessoas e que a atividade estrogênica  do parabeno é fraca.
No entanto há estudos que encontraram  parabenos em tecido canceroso mamário vide aqui.
O EWG que é uma instituição séria na qual eu acredito, classificou diversas variedades de parabenos com notas entre laranja (risco moderado) e notas vermelhas (alto risco a saúde) - vide aqui
Saiba mais sobre o EWG aqui.
 
Ainda vindo do EWG há um confronto de idéias no post, tem-se como exemplo o butilparabeno:  sugere-se que ele tem baixa atividade estrogênica. No EWG consta nota 7 - vide aqui,
Preocupação alta: desregulação endócrina ;
Outras preocupações MODERADO: mudanças a nível bioquímico ou celular 

Sobre Butilparabeno : Butilparabeno está na família de conservantes. São utilizados pela indústria alimentar, farmacêutica, e as indústrias de produtos de cuidados pessoais. Parabenos  imitam o estrogênio e pode atuar como  potencial disruptores   hormonais   do sistema endócrino.
Função (s):preservativo


-----------------------------------------------
Leia mais sobre o assunto:
Parabenos: afinal o que são e o que fazem - Clube dos cabelos e cia

Particularmente não discuto a pesquisa correlacionando o câncer de mama,muito menos desacredito no que o EWG diz- uma vez que é uma instituição séria, que há anos pesquisam substâncias e seu grau de toxicidade.
Procurando na internet vemos que existe sim alguma correlação, mas sempre dizem que são necessários estudos mais profundos para comprovar a teoria.

E tenho minha própria tese: Qualquer substância química tem origem natural - eles pesquisam que a amora tem uma substância que age como preservativo...isolam e  depois criam uma maneira de sintetizar a substância industrialmente.
Como é caso do phenoxyethanol que tem seu ativo vindo da cebola

Assim como a aspirina, seu principio ativo vem do óleo de bétula doce - o salicilato de metila, deu origem ao ácido salicilico... é natural mas a aspirina não deixa de ser sintética.
Ou seja a inspiração para descobrir um  princípio ativo pode vir de fonte natural mas para chegar ao produto final, ou seja a substância - esta é  sintetizada industrialmente para ter um custo reduzido.

Somente o metilparabeno é encontrado em amoras ou em inglês  blueberry, mesmo assim - ainda entra na classificação de risco moderado, com nota 4: vide aqui.
Está claro que existe alguma ligação e é necessário estudos mais aprofundados, no entanto vi minha tia morrer de câncer de mama, como contei aqui.
Não é porque uma agência européia diz que em concentrações de 0,4 a 0,8%  são seguros,dá para sair usando - sem medir as consequências.
Voltando à ciência - da mesma forma que não temos provas sobre os parabenos serem causadores do câncer (o estudo diz que foram encontrados nos tumores, não que  causem propriamente), também não há provas de que sejam inócuos - muito pelo contrário, há diversas acusações.
 Enquanto houver dúvidas na segurança, acho prudente evitar.

Há um outro parenteses  nesta história: os parabenos não são permitidos em cosméticos orgânicos. As certificadoras colocam os parabenos na lista dos conservantes proibidos-  a francesa ECOCERT, a americana USDA e a brasileira IBD, justamente pelos riscos à saude.

Dá pra viver muito bem sem os parabenos nos cosméticos, todos resenhados neste blog são incrivelmente eficazes e usam conservantes vindos de fontes naturais e a imensa maioria não estragam tão rápido (apenas um produto teve prazo de validade de 3 meses, o restante até 2 anos) - portanto alternativas aos parabenos existem.
Os parabenos são amplamente utilizados pelo seu custo baixissimo - o problema é que somente um parabeno não é eficaz na conservação, são utilizados vários e juntamente com outras químicas, o que coloca na berlinda um hidratante de R$ 5 que utiliza óleo mineral e 5 tipos de parabenos

Então fica a pergunta: acreditar em quem comercializa a substância e tem interesse financeiro  ou acreditar numa instituição séria - sem fins lucrativos, que há anos vem desvendando e colocando em xeque mate as substâncias potencialmente perigosas ?!
Fica para reflexão ...

Obs: Post escrito juntamente com meu marido, farmacêutico atuante na área industrial.

Você pode querer ler:
Conservante naturais usados em cosméticos
Que componentes da fórmula devem ser evitados
Um caso de excsso de cosméticos X riscos a saúde

13 de abril de 2013

Saiba como funciona o EWG


O EWG - Enviroment Working Group é uma ong norte americana especializada em pesquisa de produtos químicos tóxicos, entre outras coisas. Neste blog, interessa a parte do Skin Deep que é um banco de dados com mais de 41 000 produtos cosméticos e cuidados pessoais cadastrados e também  de substâncias usadas em cosméticos. O site destina-se aos consumidores que querem pesquisar os produtos, obter o nível de toxicidade do mesmo e se assim quiser, optar por um alternativo.

Ele funciona de duas maneiras - buscando o produto em si ou pesquisando sobre algo não existente lá. Tendo posse da composição, você cria seu próprio relatório : nestes dois casos obtém- se uma nota que varia de 0 a 10, observe o gráfico:


 - notinhas verdes de 0 a 2: super seguro, use sem problemas
- notinhas amarelas de 3 a 6: alguns componentes não muito saudáveis, use com moderação
- notinhas vermelhas de 7 a 10: se fosse você jogaria fora imediatamente, muito provável ter acúmulo de tóxicos e muitas vezes cancerigenos (!!!!!!)

 O sistema cria uma média aritmética, considerando ingredientes inócuos como água - nota 0, mais plantinhas que variam entre 2 e 3 e até as substâncias punk como parabenos. Se a nota final for entre 7 e 10 -vermelha, significa encrenca (ou não, dependendo do seu ponto de vista).
No Projeto Beleza Saudável tem uma lista dos principais componentes tóxicos que é melhor evitar e que dão alta pontuação no sistema - clique aqui.

Daí você me diz: "Ah mas, são produtos em circulação nos EUA".
 Ok - mas e aqueles produtinhos que importamos?! Provavelmente tem lá. E também os produtos das multinacionais que chegam aqui. Por exemplo shampoo Johnson's Baby - versão amarelinha que muita gente usa em pincéis, recebeu nota 4 no sistema - clique aqui.
 4 significa moderado e para um shampoo de bebê, deveria ter nota verde oras! Os bebês já vão acumulando toxinas (ou seja, você eu e todo mundo que nasceu na era pré cosméticos orgânicos rs...)  como o Quaternium 15= sal de amônio quaternário utilizado como conservante.
 Sobre quantidade mínima de segurança e blablablá whiskas sachê, fica pra outro post - senão vira quilométrico.

Então tá, e como faz com os produtos nacionais?! Não faz?!
Faz mulher... como disse, também tem a opção de fazer seu próprio relatório, desde que você tenha a lista de ingredientes, que deveria constar no site de qualquer marca- na grande maioria das vezes, até pra cosméticos orgânicos nacionais eu tenho que digitar lá, lendo do rótulo... (o que é um problema pra muita gente interessada em saber qual é a do produto... ou talvez ter que levar ao dermatologista pra ver se você pode usar), se tem no site, só dar um CTRL+C  e CTRL+V
Isto é: se você quiser né...

Ok, quero saber como faz...
Então tá... mas deixo pra Heglaé do Mocinha Kawaii te explicar, pois ela fez um tutorial mais que perfeito, onde aprendi a criar meus relatórios, visita ela - clique aqui.
Já aviso que  não é a cartilha do mundo dos cosméticos, é um parâmetro. As vezes um produto 98% natural que deveria receber nota verdinha, sobe a pontuação por ter fragância por exemplo - nesse mundo, isso é o pior dos componentes pois ninguém nunca sabe o que tem, dentre 5000 substâncias que podem compor, e não há legislação que obrigue a dizer como fazem o cheiro do Love Spell  da VS por exemplo.

Só pra dar um exemplo pessoal, um hidratante da Korres (falei aqui) que tem toda a política de retirar os componentes mais tóxicos recebeu nota 5,clica aqui,- imagine um que não tenha retirado  os parabenos, óleos minerais e afins (aka hidratante Garnier).

Por outro lado, um relatório de shampoo orgânico 100% natural  (<- espia) recebeu nota 1 -clica aqui.
E se querem saber, nunca meu cabelo foi tão feliz como agora que recebe carga mínima de química e consegue absorver muito melhor os ingredientes naturais...
Atualmente só compro produtos com nota 5 para menos.

Enfim, esse é o ponto de partida, meio chato e muito longo - mas pode ser uma boa pra você que quer saber o que sua pele anda absorvendo.  Pra mim, isso é questão de saúde...

Você pode querer ler:
Testando o APS Good Guide
Conhecendo o banco de dados Good Guide

2 de fevereiro de 2013

Sobre a "neura" em relação a ingredientes e produtos convencionais

Eu e outras blogueiras, como a Heglaé do Mocinha Kawaii estamos mais ou menos cerca de um ano usando produtos naturais/ orgânicos... só que a grande maioria é importada, o que dificulta e muito o uso.

Quando a gente descobre a verdade sobre os males que as químicas convencionais fazem e ve que TODOS os seus produtos estão lotados deles, dá vontade de xingar, jogar tudo fora e comprar tudo novo, orgânico ou 100%  natural. Só que o $$$ não vem de acordo com nossa vontade né, tem outras prioridades na vida...



Para terem uma idéia meu método de troca foi
- sabonete em primeirissimo lugar, porque uso todo dia
- produtos de cuidados faciais: sabonete, tônico e hidratante por usar todo dia e 2x por dia.
- Shampoo e condicionador ainda relevo alguma quimica, desde que seja um "tarja laranja" no EWG.
- Hidratante tenho um cuja fórmula tem alguma coisa chata ainda (Korres - dos convencionais o menos bombástico) mas tem ficado encostado, normalmente tenho preferido meus combos de óleos vegetais e essenciais....

Maquiagem
Eu não uso make todo dia, assim posso dar uma "relaxada" e não entrar tanto em neura... sendo assim:

- usei todinha a amostrinha de base da Bare Minerals e um frasco da ELF, mas tinha bismuto,só que  não me preocupo tanto com ele...(mas óbvio que se tem a opção sem o bismuto vou preferir)
- comprei uma base da Alva em setembro... e agora uma base da Honey Bee Gardens (depois de mais de ano usando produto natural....) em setembro.

-pó facial, delineador e batom, só tenho um de cada 100% natural e batons cerca de sete cores , não esquentei tanto porque como disse não uso make todo dia. Sombra só tenho 3 minerais e devo demorar pra comprar, uma que tenho muitas excelentes convencionais e outra que não uso todo dia....
- Demaquilante usava a luvinha da Iron (na falta pode ser uma toalhinha mesmo) e depois descobri o demaquilante de puro óleo vegetal... na minha opnião mais barato e mais eficiente, contei dele aqui.

Então...
Gente,estou dizendo tudo isso pra mostrar que - sim é legal e melhor usar tudo natural... mas quem tem dinheiro pra trocar tudo de uma vez .... sendo que a maioria das coisas tem que ser importadas?! Não precisa entrar em desespero!

Por exemplo: filtro solar , que é um dos cosméticos com o maior indice de química nociva, não tem 100% natural no Brasil, e deixar de usar só porque ele não é natural é meio nonsense, principalmente porque estamos em pleno verão. Jamais deixe de usar filtro solar na praia ou na piscina, o risco de insolação e um futuro câncer de pele é muito pior do que usar por três dias, uma semana, um mês um produto convencional.

Tem que ser uma coisa gradual, sem neuras... afinal usamos essas coisas desde bebê , mais um pouco de paciência até ter a grana e chegar .... Se você tem um cartão de crédito com um baita limite e puder trazer via Fedex ou DHL que chega em 4 dias (que é taxado automaticamente) então vá em frente... eu não tenho esse poder financeiro.

Não deixe de aproveitar nosso verão maravilhoso por falta de um filtro solar... na próxima temporada você já saberá muito mais e qual é o melhor (mesmo porque a gente começou faz pouco tempo e até sairem resenhas de tudo quanto é coisa vai demorar um pouco...).

Outra coisa: não menospreze um produto que você tenha fácil acesso, como um shampoo só porque ele tem um ou dois ingredientes tarja laranja. Aqui no Brasil em especial, dificil ter um cosmético orgânico sem algum ingrediente chatinho. Só que dois ingredientes meio chatinhos, entre os 98% naturais é fichinha perto das bombas que já usamos.


Tarja laranja: notas de risco médio no EWG

 Não dá pra ser tão radical aqui no Brasil porque é um mercado novo, em expansão... muita coisa ainda falta, que precisa ser importada. Mas e quem não tem cartão internacional? Não compra?!
Graças aos céus que ao menos os itens de higiene pessoal podem ser encontrados por aqui, imagine ter que importar shampoo, condicionador, sabonete... e o frete que você iria pagar toda vez?!

Por isso: Take easy... sem neuras!
Se viver pensando que algo fará mal, você não vive.... entra na paranóia e perde momentos ótimos da vida...
Pense nisso....

Você pode querer ler:
Afinal de contas o que é o EWG?! 

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.


12 de janeiro de 2013

Um caso de excesso de cosméticos X risco para a saude

No Yummy Tips, eu tinha feito um post contando meu causo de intoxicação por solventes, metais pesados e excesso de química que descobri estar contaminada num exame de clinica de oligoterapia. Os solventes e metais pesados só podem ter vindo da tintura de cabelo, do excesso de esmaltação, removedor de esmaltes -saiba mais aqui


Acontece que tenho outro caso de  excesso de cosméticos X risco para a saude

 Minha tia, morreu aos 60 e poucos...Tinha uma alimentação super balanceada, bebia só em festas, tipo 3x po ano (meio copo), comia arroz, feijão, proteina, verdurinha refogada, salada, levava fruta de lanche no intervalo da escola (era professora).

Não fumava... não tinha uma vida mega estressada, ou seja nada que a gente saiba que seja potencialmente cancerigeno.


Mas usava, muito - mas muito cosmético!
Tingia o cabelo todo mês, fazia a unha toda semana com secante de esmalte... Usava muito batom de marca de catálogo,repassava várias vezes por dia, em média a cada 1hr (e dependendendo do batom, pode conter chumbo né... então já viu....)

Passava sabonete intimo todo dia , sabonete e shampoo com sulfato, hidratante, esfoliante corporal com polipropileno, desdorante convencional.... tudo com excesso de parabenos e outros tóxicos....
 Usava muito filtro solar - que a gente aqui sabe que tem um dos piores indíces de ingredientes tóxicos.

Usava Renew, esfoliante facial,  creme para mãos várias vezes por dia pra não deixar  tão resecada pelo giz, que ainda aspirava sem querer por ser professora.

O que aconteceu?!
Fez vários exames por ter sofrido um acidente, quando o ônibus brecou com tudo e ela caiu- se queixava de dor na coluna, tomava analgésico, usava colete, ninguém detectou nada.... até que foi num especialista de coluna (que era onde ela se queixava de dor... mostrou o exame e na hora o médico mandou internar CORRENDO pra operar). Na hora em que abriram viram o horror, fizeram biópsia, outros exames, e indicou que partiu de um câncer de mama que deu metastase.

Morreu de câncer de mama (e quem leu a pesquisa que liga câncer de mama aos parabenos sabe que foram encontrados ao menos 5 tipos deles em amostras de tecido mamário cancerosos- leia a pesquisa, está em inglês mas se precisar use o google tradutor- clica aqui.), deu metastase e atingiu mais dois pontos- a coluna e os pulmões, que acredito seriamente ter sido pelo excesso de tintura e os liberadores de formol.
E nunca houve casos de câncer de mama na familia.

Foi horrivel ver ela agonizando de dor e mal estar em uma semana... desde a internação até o fim, foi UMA SEMANA.

Por isso, além da minha experiência em que pude dar uma reviravolta, fica registrado esta infeliz historia da minha tia.

E por mais que as responsáveis químicas de industrias cosméticas digam que são utilizados quantidades mínimas... tem a historia do excesso X o uso prolongado....  Você não usa só um shampoo com 5 ingredientes nocivos- usa em média 12 cosméticos por dia. A questão é que são bioacumulativos.

Mesmo que estas mesmas responsáveis químicas digam que a Anvisa liberou para uso em quantidades seguras eu não confio plenamente .. até hoje ela permite BHT em cosméticos e alimentos, sendo que foi banido em 1958 do Japão e varios outros paises da Europa.
Fora os agrotoxicos proibidos em diversos países que são usados indiscriminadamente por aqui....

Enfim, fica o alerta pra quem quiser, eu não discuto sobre a veracidade conhecendo a vida da minha tia que convivi desde pequena, seus hábitos alimentares, estilo de vida... E
 se organizações sérias como o EWG (saiba o que é aqui) estudaram e avaliram centenas de substâncias, eu acredito!
Também tem este vídeo contando a história das químicas nocivas a que estamos submetidos na rotina diária:
.


 
 
(Yummy Tips - também de minha autoria)

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.
 

11 de janeiro de 2013

Conservantes naturais usados em cosméticos orgânicos e 100% naturais

Que a gente aqui tenta fugir com todas as forças dos parabenos e afins ok... mas e o que será usado no lugar destes vilões?!
Segue abaixo conservantes naturais e seguros, muitos deles, você tem em casa, alguns são usados na indústria alimentícia e outros podem ser encontrados em lojas de produtos naturais.



Da sua cozinha:
Sal (cloreto de sódio): Sabe o sal de cozinha comum? Ele tem sido usado há eras para preservar alimentos (quem não lembra da carne de sol ou charque que era transportado na época dos bandeirantes?) e também pode entrar em formulações cosméticas, como creme dentais, produtos antiséptico para pés entre vários outros usos. Ele se liga á agua e ajuda a inibir bactérias, cria um ambiente inóspito a elas. Inibe crescimento de bolores e leveduras também.
Você vai encontrar no rótulo como: sodium chloride ou em inglês marine salt

Áçucar (hidratos de carbono): vilão da dieta mas amigo da conservação, só ver as compotas de frutas ou geléias. Inibe o crescimento bacteriano,acrescido a produtos que foram aquecidos- um exemplo de uso foi este sabonete que fiz (que precisa ferver a barra de sabonete + água), acrescido OE de melaleuca cerca de 2l de produto aguentaram bem por três meses - clica aqui
Você vai encontrar no rótulo como: carbohydrates ou em inglês sugar

Limão: é antioxidante por ter muita vitamina C e também contém muito sal o que evita o apodrecimento, normalmente os dois limões mais conhecidos são o tahiti e o siciliano.
 Você vai encontrar no rótulo como: Citrus medica limonum ou Citrus aurantifolia christman swingle ou em inglês Lemon

Mel: Altamente estável no crescimento antimicrobiano por ter baixo teor de umidade e concentração de água.
Você vai encontrar no rótulo como: Apis mellifera ou em inglês Honey



Da loja de produtos naturais:
Própolis: mistura de ceras e resinas produzidos pelas abelhas, oferece proteção antbacteriana e antifungicas. Encontrado facilmente em farmácias e casas de produtos naturais
Você vai encontrar no rótulo como: Propólis Wax extract ou o mesmo nome em inglês

Óleo de neem: é um óleo poderoso, antiséptico, antifúngico, antiprotozoários, muito semelhante ao óleo essencial de melaleuca, porém muito mais eficaz.Pode ser encontrado em lojas que vendam óleos vegetais e coisas para aromaterapia
Você vai encontrar no rótulo como: Azadirachta indica ou em inglês neem oil

Óleo de melaleuca (tea tree): agente antibacteriano, antifúngico, antivirótico, antiinflamatório, quando há o óleo presente em uma formulação ele apresenta a dupla ação- cuidar daquilo que o cosmético se propõe a fazer e ainda dar uma ajudinha na conservação.Vendido por várias marcas e lojas de aromaterapia e também em algumas casas de artigos naturais e farmácias homeopáticas
Você vai encontrar no rótulo como: melaleuca alternifolia ou em inglês tea tree oil





Das lojas especializadas para confecção de cosméticos e panificadoras
Extrato de grapefruit: biocida natural reduzindo o crescimento de leveduras, bolores e bactérias. Pode ser usado em qualquer tipo de cosmético.
Aqui no Brasil é raro achar, só vi em lojas gringas e tem o nome comercial de Grapefruit Seed Extract.
Você vai encontrar no rótulo como:Citrus grandis ou em inglês Grapefruit Seed Extract
  
Ácido cítrico:  muito usado para conservar líquidos como sucos ou até sorvetes . É versátil  e barato. Extraído de frutas cítricas ou vermelhas que tem altas concentrações de antioxidantes.
Por isso é bastante usado em cosméticos líquidos, um exemplo mostrado aqui foi a água termal de alecrim, que além do próprio alecrim ter estas propriedades , só havia ele como conservante adicionado. E no caso deste produto tem vida útil de dois anos, ou seja é eficaz.
Pode ser encontrado em lojas de confecção  de cosméticos ou em lojas de arigos de padaria.
Você vai encontrar no rótulo como:Ácido Cítrico ou em inglês Citric Acid.

Extrato de alecrim: auxilia contra processos de envelhecimento, do tipo escurecimento, espessamento, enrugamento entre outros tipos de ocorrências com o passar do tempo. O ativo ácido carnosico encontrado na planta, ajuda a proteger contra raios UV. TAmbém é um eficaz antibacteriano e antimicrobiano. Adicionado a cosméticos, da mesma forma que a melaleuca ele cumpre o que o cosmético se propõe a fazer e ainda dá uma ajudinha na conservação.

A forma mais comum de comércio do produto é o extrato glicólico que é a infusão da planta em glicerina vegetal, encontrada em lojas para confecção de cosméticos.
Você vai encontrar no rótulo como: Rosmarinus Officinalis extract ou em inglês Rosemary extract

Alfa-tocoferol (vitamina E) - é um anti-oxidante e é  utilizada por impedir  que os óleos vegetais fiquem rançosos. Porém não se deixe enganar pois existe a versão sintética, considerado problemática para algumas organizaçãoes que prezam a segurança dos cosméticos - o acetato de tocoferol, que é o vendido em farmácias. A vitamina E pura para este tipo de uso se encontra em lojas de confecção de cosméticos
Você vai encontrar no rótulo como:Tocopherol  ou o mesmo nome em inglês.

 Sorbato de Potássio: Conservante alimentar para pães e sorvetes por exemplo -  é eficaz  contra contra bolores, leveduras e bactérias- mas não em produtos com um pH superior a 6, dos quais a maioria  são loções. O sorbato de potássio é encontrado na natureza, mas acredita-se que qualquer um disponível hoje seja  sintético. (Mas não posso afirmar isso com 100% de certeza). Pode dar dermatite de contato mas com risco muito menor que do que um químico convencional.

Usado por exemplo em shampoos  como o da Ikove, vide aqui . Pode ser encontrado em algumas lojas de confecção de cosméticos mas mais comumente vendido em lojas para artidos de panificação aqui no Brasil.
Você vai encontrar no rótulo como:Potassium sorbate  ou o mesmo nome em inglês.

Considerações finais:
Estes conservantes  são considerados mais seguros por muitos pois sempre existiram na natureza e nosso sistemas imunológicos aceita bem.
Tanto que eles são usados na composição de diversos cosméticos orgânicos e são aprovados pelas certificadoras ECOCERT e IBD entre outras  .
Os conservantes provenientes de fonte vegetal ou mesmo animal como o mel e o propólis são seguros para os seres humanos.
Sempre existirá a polêmica do quão eficazes podem ser, mas assim como conservantes químicos como parabenos, que já vi serem usados até CINCO tipos diferentes em um só produto, eles também devem ser combinados para que haja a eficiência desejada.

Pela minha experiência de mais de um ano usando produtos com formulações entre 98% e 100% naturais, posso garantir que eles não estragam facilmente quanto suspeitam.

Você pode querer ler também:
Que componentes da fórmula devem ser evitados


16 de março de 2012

Que componentes da fórmula devem ser evitados

Segue a lista negra de componentes a serem evitados em cosméticos.  Está basseada nos potenciais riscos à saude, como tóxico para rins, figado ou pulmões, alergias,  infertilidade, câncer.

 O nível de danos à saude baseia-se no EWG, cada ingrediente nocivo tem a pontuação do sistema, conforme esquema abaixo:



Notas verdes significam seguros, laranjas precisa cautela e vermelhas, riscos graves. Aqui estão listados componentes com notas de risco 3 a 10.
Para entender melhor o EWG clica aqui.

  •  BHT (BUTYLATED HIDROXYTOLUENE)
[EWG ranking 6  aqui]
Composto orgânico lipossoluvel, produzido a partir do Cresol e do Isobutileno, um antioxidante usado como aditivo alimentar e conservantes para remédios e cosméticos. Suspeita-se de causar câncer. Foi banido no Japão em 1958 e em outros países como Romênia, Suécia e Australia e nos EUA foi banido de alimentos infantis.


  • COAL TAR 
[EWG ranking 10 aqui]
um conhecido agente cancerígeno proibida na UE, mas ainda usado nos Usa e Brasil.Usado em tratamentos de pele seca, em anti-piolhos e xampus anti-caspa, também listada como uma cor mais o número, ou seja, FD & C Red No. 6.

  • CLORETO DE STEARALKONIUM (STEARALKONIUM CHLORIDE)
[EWG ranking 4 aqui]
Combinado de amônio quaternário encontrado em  cremes e condicionadores de cabelo . Foi criado pela indústria de tecidos como amaciante, e é usado por ser mais barato e fácil de usar em produtos capilares do que óleos essenciais e proteínas, que são benéficos para o cabelo.
Amônio já diz tudo- é toxico e por assim ser pode provocar reações alérgicas.

  •  CORANTES SINTÉTICOS 
[EWG ranking aqui]
São usados para dar um aspecto atraente aos cosméticos. Normalmente se apresentam como FD&C ou D&C , e acompanhados por uma cor e um número. Exemplo: FD&C Laranja n.4 / D&C Lilás n.5 CI + 5 numeros - podem ser cancerígenos.
São encontrados naquele hidratante de cor linda ou na sua tintura de cabelo.

  • DMDM HYDANTOIN
[EWG ranking 7 aqui]
É um conservante  que libera formaldeído, potencial cancerigeno conhecido. Há isco de alergia de contato, e há estudos ligando o formol ao risco de leucemia

  • DEITANOLAMINA (DEA), TRIETANOLAMINA (TEA)
[EWG ranking DEA  10 aqui | TEA 5 aqui ]
São usados como emulsionantes ou espumantes nos cosméticos. Podem causar alergia, ressecamento de pele e cabelos, irritação nos olhos . São compostos de amônia. Se usados por frequentemente o organismo vai absorvendo e você acaba... intoxicada!

  •  DIAZOLIDINIL UREA, IMIDAZOLIDINYL UREA
 [EWG ranking 6 aqui]
Conservantes muito comuns em cosméticos. Estudos apontam que são uma das principais causas de dermatite de contato. Atendem também pelo nome de Germall e não é um fungicida eficaz, assim precisa ser combinado com outro conservante como os parabenos. Para piorar ainda mais a situação Germall libera formaldeído, que já sabemos que pode ser tóxico.

  • ETANOLAMINAS (ETA OU MEA)
[EWG ranking 6 aqui]
Líquido tóxico e corrosivo, são usados frequentemente para ajustar o pH ou viscosidade dos produtos. Embora correspondam a menor porcentagem de uma fórmula, provocam instabilidade no produto e podem causar alergias e irritações na pele

  • FRAGRÂNCIAS SINTÉTICAS 
[EWG ranking 8 aqui]
Este composto pode ter até 4000 ingredientes. Não há como saber quais são estes químicos, já que no rótulo diz simplesmente "fragrância". E estes podem causar problemas como dores de cabeça, problemas de pele, respiratórios, vômitos e um sem número de disfunções.

  • FORMALDEHYDE
[EWG rankin 10 aqui]
Potencial cancerigeno e dermoirritante. Encontrado em Produtos para unhas, tintura de Cabelo, Adesivos de cílios postiços, Shampoos. Proibida na UE.

  • HYDROQUINONE
[EWG ranking 9 aqui]
Usado como agente clareador e antioxidante, ligado ao câncer e toxicidade reprodutiva. Encontrado em cremes clareadores.

  •  METIL, PROPIL, BUTIL E ETIL PARABENO 
[EWG ranking entre 3 a 7 aqui]
São conservantes, evitam o crescimento de micróbios . Podem causar reações alérgicas. Estudos mostram que podem ser absorvidos pela pele e é um dos componentes mais comuns nos cosméticos embora sejam tóxicos. Também foram encontrados alguns tipos de parabenos em tecidos cancerosos, suspeita-se que podem causar câncer.Saiba mais sobre parabenos aqui.

  •  SÓDIO LAURIL / LAURETH SULFATO (SODIUM LAURYL/LAURETH SULPHATE)
[EWG ranking 3 aqui] 
É o que faz a espuma nos shampoos. Tem propriedade detergente, devido sua ação emulsificante, que remove a gordura da pele, cabelo e até do chão! Encontrados em shampoos, condicionadores e sabometes tanto e barra quanto liquidos.
Pode causar irritação nos olhos, pele e mucosas, além de ser poluente.

  •  PROPILENO GLICOL (PROPYLENE GLYCOL)
[EWG rankin 3 aqui]
Uma glicerina vegetal com alcool de cereais, o que daria o status de natural. No entanto fizeram uma mistura petroquímica sintética que imita a ação umectante do produto natural. Pode causar reações alérgicas, problemas de pele como eczema e urticária. Pode vir escrito como PEG (polietileno glicol) - que é a versão sintética.

  • PETROLATO (PETROLATUM)
[EWG ranking 4 aqui]

Vaselina / parafina

Géleia de petróleo,  óleo mineral usado por sua ação emoliente. Não traz  benefício para a pele e  além de formar uma espécie de "filme", um celofane que impede a pele de se hidratar ou assimilar  os ingredientes benéficos que seu hidratante possa ter. Usado em condicionadores, máscaras capilares, hidratantes, lipbalm.
Usado por seu custo extremamente baixo e ainda Podem estar contaminados com hidrocarbonetos carcinogênicos,além de ser poluente.

  •  TRICLOSAN
[EWG ranking 7 aqui]
É basicamente um pesticida, tóxico e poluente ambiental - muito usado em sabonetes antibactericidas mas também vários produtos. Pode dar problemas no fígado e desregular a tireóide. Estudos têm demonstrado que não é efetivamente filtrado durante o tratamento de água, há traços dele em rios e lagos no mundo todo.

  • PHITALATES
 [EWG ranking: 4 aqui]
 Plastificante proibido nos EUA e na Califórnia em brinquedos para crianças , mas presentes em muitas fragrâncias, perfumes , desodorantes, loções. Vinculada à desregulação endócrina , fígado, rim,danos de pulmão, câncer .

  • POLYETHYLENE GLYCOL
[EWG ranking 3 aqui]
Usado para intensificar a penetração dos ativos cosméticos, seu risco grande é sua contaminação com 1,4 dioxano e óxido de etileno, conhecidos agentes cancerígenos.

  • OXYBENZONE
[EWG ranking 8 aqui
Ingrediente ativo de filtros solares químicos. Acumula nos tecidos gordurosos e está ligada a alergias,  desregulação hormonal, danos celular e baixo peso ao nascer. Encontrado em filtro solar de farmácia e na maioria disponível no mercado convencional.


Aqui tem uma lista negra pra você salvar e consultar sempre que precisar, clica aqui.

PROIBIDA A CÓPIA PARA QUALQUER FIM SEM AUTORIZAÇÃO!