Páginas

Mostrando postagens com marcador Colorindo a vida. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Colorindo a vida. Mostrar todas as postagens

19 de junho de 2015

Onde comprar material para colorir - SP

O post ficou enorme ... se você quiser pular a reflexão, pode ir direto nas dicas , eu realmente espero que você leia e reflita...

Visitei muitas lojas mesmo pra ver de perto as zilhares de opções para colorir os livros e enfim optei: Dou prioridade para materias que se abduzem sozinhos... ou seja aqueles que desgastam com o uso, lápis e giz pastel seco ou aquarelável - por quê?!
Apesar de ser um hobby que realmente te desliga, te desconecta da internet e da sua própria correria, vocês já pararam pra pensar que estamos judiando horrores da natureza?! Quantas milhares de árvores foram derrubadas pra virarem livros e lápis de cor?!
(pausa para reflexão...)

Diante da necessidade de desligar a mente, que nos deixa pessoas melhores - mais calmas ou que pelo menos estão focadíssimas nos livros que acabam deixando pra lá muita coisa, e digo que isso deveria ser automático, não só porque se muda o foco... ou seja- produz resultados na mente, já que iremos usar madeira adoidado, que pelo menos se evite um pouco a produção de lixo...

Pesquise bem antes de comprar! Até porque não são baratos ...
É um post mini review do que já tinha, do que comprei e achei bacana, das lojas em SP que andei, algumas funcionam online também, nome da loja é o link.- dito isso vamos lá:




Refil boracha Mono One  | Lapis aquarelavel Creta color  | Lápis aquarelavel Caran D'ache | Caneta pincel Koi - Sakura
E sim, é uma ironia falar de Vida Simples num post de dicas de compras...

Dá pra cair de costas com a quantidade e variedade de cores e marcas, todas as conhecidissimas desse mundo dos livros tem lá: , Maped, canetas Posca, Stabilo, Tombow ponta dupla, Staedler, giz pastel, seco, aquarelável  de cera e Faber, de tudo que é tipo, tamanho e preço, até aqueles estojos de 120 cores, nankin. É a mais completa de todas, se quer ir num lugar pra ver de perto tudo junto é lá.
Esfuminho / blender estão com bons preços.







  • Casa do artista
  • Nos arredores do Mackenzie e FAAP - é uma papelaria universitária,voltada pra profissionais no dia em que fui tinha lápis da Giotto e alguns Faber, bem na época do colapso de lápis de cor em SP. O ponto forte é a venda de avulsos: Faber linhas profissionais, Caran D'ache Supracolor  e giz de cera aquarelável Caran D'ache- numa média de R$12 cada. Meu conselho: não leve desse giz pra conhecer porque você vai amar, é a coisa mais macia e pigmentada do mundo! Só que depois você vai querer me bater porque é uma facada os estojos!
    Tem tambem as canetas profissionais, Tombow,  Posca entre outras.

    Lápis até compensa comprar, porque você pode começar com um aquarelável da Faber e complementar com as cores que quiser, por alto, fica o mesmo preço dos estojos numa quantidade e preço que você consegue pagar.

    E se você vai de tudo que é tipo de lápis e giz, compre apontador triplo ou quádruplo, compra um só e pronto, não gaste mais petróleo e dinheiro, este cinza é da Faber triplo.



    Bem tradicional e profissional, no centrão de SP, dá pra ir de metrô- Republica. Pastel seco da Reeves a R$35 aqui. Lápis da Tris e Faber escolar como também as linhas profissionais. Mondeluz e Staedler




    • Liberdade
    Não é virtual  mas vale dizer que a  Lucky cat , papelaria fofa, vide fotos  aqui tem os comuns do mercado, como Giotto e Faber, canetas Tombow e estas da Bismark que é a cópia da Stabilo, a preço amigo, copiaram até os estojos , só mudaram a cor - este está a R$42
    Fiz  faculdade por lá, comprava materiais japoneses, cheguei a compras Staedler (alemã), mais tarde chegaram estas, e troquei pelo preço R$2,50 são ótimas pra escrever nas caixas de correio da lojinha, traço forte e nitido , além de usar para anotações, só que achei um porre pra pintar porque a mão tem que estar levissima - mas são boas.
    Veja bem se precisa do estojo, este vem com dois pretos, compensa comprar avulso as vezes.

    Ao lado da Lucky Cat tem a papelaria Sol, antiguissima no bairro, vale pelas aquarelas e pastéis Sakura, além da water pen , média de R$24. Além das várias papelarias nas galerias. Só senti falta dos lápis de cor Mitsubishi, muito bons!
    E falando em materias japoneses, deixo a dica destas:


    A lapiseira borracha Mono tenho da faculdade... (uns 15 anos), comprei refil, esta aqui e gosto pra cursos, pelo formato - só agora descobri todo o potencial: é ótima pra apagar detalhes de aquarelável principalmente,  porque é fininha  2.5mm já a One  esta aqui , tenho há 8 anos gosto pra apagar algo maior e ainda tem precisão, fiquei feliz de encontrar refil, e duram bastante, prefiro pagar num bom produto e comprar um só porque cansei de comprar coisa baratinha e funcionar mais ou menos (nunca mais comprei borrachas!), além de onerar a natureza, comprando vários. Estas estão bem usadas e não vi o fim! E olha que erro bastante, comecei intensivão só há 3 meses rs...
    Eu não sei se outras fazem o mesmo e não vou comprar...

    Enfim, eu admiro e tiro o chapéu pra quem consegue aproveitar todo o potencial de um lápis aquarelável e usar só ele seco ou com pincéis - mas deixo o mea culpa aqui neste post ... embora as canetas use  pra estudar e no trabalho, admito que só com lápis dá pra ser feliz...
    Aproveite as dicas e também reflita...

    Post de livre arbitrio sem remuneração das marcas e lojas citadas

    17 de junho de 2015

    Colorir pode ser terapeutico sim!


    A arte sempre esteve presente na minha vida, comecei no curso técnico de publicidade,uma caixa de 24 cores da Mitsubishi, eu cismei que precisava , vai que um dia fosse criar o esboço de um produto que fosse envazado numa latinha kkk, saiu mas nunca foi profissional, era uma pintura  meia boca, porque o meu forte mesmo era a criação, o roteiro, deixava a arte pras colegas com dom rs...

    Mas nunca deixei de ter um pouco de arte na vida, pintei quadro, parede, e até fiz um curso de cartonagem em tecido como terapia ocupacional, olha aqui pintar mesmo com lápis de cor de vez em quando imprimia uma mandala e pintava.

    Até que demorei pra entrar nessa onda e agora que entrei eu não quero parar! Porque como ariana, gosto do desafio de aprender coisas novas mas como ariana e Vata, eu precisava de algo que pudesse manter o foco, sem ser enfadonho, boring...


    A mandala que mais amei - mostrei este livro aqui
    O desafio de desligar a cabeça:
    Pra entender como um livro assim, com uma proposta meio infantil e muito lúdica faz tantosucesso, a resposta é simples: estamos com a cabeça conectada uns 80% do tempo. Se não é trabalho, boa parte do tempo livre da maioria das pessoas está online, seja conversando em grupos no FB  por exemplo, navegando atrás de interesses, jogando ou vendo a mais nova série viciante no Netflix (oi?! #aloka do Once upon a time rs...) 
    Ok, você diz que séries te ajudam a relaxar mas eu duvido você não ter ficado numa tensão pra saber quem era o autor e se a Regina terá seu final feliz rs...  Colorir traz alguns encantamentos, como ficar com os olhinhos brilhando com a beleza daquela cor e ainda traz a meditação ativa, ou seja - você fica inteira na atenção de pintar, e quanto mais arabescos o desenho tiver o foco aumenta ainda mais!
    Impossivel pensar no que vai fazer de janta po exemplo.
    È aí que a mágica acontece, porque você está presente, inteira ali, pode até passar um pensamento mas logo você volta para a pintura. Pronto! O livro e os lápis conseguiram!

    Da necessidade de ter um hobby
    Me mudei faz um ano e com a mudança, estava cogitando ter um ano sabático, cuidar de mim, olhar a parte física da dor crônica que na correria de SP ficava a desejar. Só que alguém no Universo resolveu que estava na hora de assumir e passar pra frente todo o aprendizado do curso de Constelação familiar + minha nerdice em aromaterapia, bateram na minha janelinha querendo se trabalhar.... Ok, fui! Como eu amo estudar o campo da cura emocional, era muito fácil estar com um livro na mão, trocando ideias com outras nerds da aromaterapia, pesquisando no google, ou seja estando em home-office é muito fácil passar horas nisso, além de atender e cuidar da casa.

    Junto com a mudança de cidade + a montagem dessa casa, foi mais fácil ainda estar ocupada na adaptação e organização da casa e da vida. Chegou um ponto que não tinha um tempo pra mim, porque além de tudo, estar sozinha a maior parte do dia faz te deparar com emaranhados que antes estavam disfarçados na dinâmica anterior em que vivi... e vou dizer que: não é facil se deparar com você mesma e suas sombras a maior parte do tempo. O que aconteceu?! O stress de tudo isso era tão grande que acabei agravando a gastrite e ganhando uma herpes tão furiosa que mais parecia um câncer de boca - foi nesse dia que a luz vermelha piscou, precisava achar um ponto para desligar os tantos trabalhos externos e também os internos - este é o mais difícil!



    E dizer que você consegue ficar de pernas pro ar numa rede ou na beira da piscina, palmas pra você! A grande maioria das pessoas consegue desligar mas não deixar de fazer algo. É aí que entra o hobby, o fazer por puro prazer, porque você gosta daquilo e pronto!

    Daí eu e milhares de pessoas se encontraram no colorir...

    Dos resultados e benefícios:
    Em um dado momento, empaquei no processo minimalista, de destralhar e conseguir manter somente o necessário, travei! E também não quis me trabalhar com cipreste , falei aqui , que é ótimo pra isso.
    E já estava ficando estressada, porque eu quero mesmo ter menos Coisas pra viver. E a vozinha interna, da minha mãe me cobrando, você tem que ser assim, fazer desse jeito etc etc, martelando de tempos em tempos. Tinha que minimalizar a cobrança também!

    Só sei que, dizer pra sua mente:  agora não, estou tendo um tantinho de lazer, prazer e tempo pra mim - de de alguma forma o fato de não estar se controlando, soltar as rédeas no lápis de cor, ajudou muito! Antes eu via aquela coisa, sabia que precisava fazer algo mas não conseguia decidir... depois de começar a pintar, foi bacana porque já sairam mais dois sacos de supermercado, naturalmente, fluiu, sem apego, sem sofrimento! A mente estava segurando. E precisamos sim dar o que nossa criança interior pede: diversão sem cobranças, sem o adulto chato pra dizer o que precisamos.

    Agora quando empaco, até mesmo pra escrever post aqui, pinto um pouco, é incrivel como areja as ideias!
    E com isso também, fiquei mais leve e relaxada, o que com certeza reflete no casamento.Então vi sim benefícios nessa arteterapia. Agora estou indicando pras clientes também arranjar um hobbie, de preferência aquele que você não tenha que sair de casa, pra não dar preguiça. Quem seguiu, consegue ver mudanças significativas nas relações!

    E você já tem algum hobby que não seja séries ou joguinhos?!

    7 de junho de 2015

    Pintando mandalas

    Este livro de colorir foi irresistível pra mim, pegou uma das minhas vertentes espirituais, juntou hinduísmo com budismo e frases iluminadas, pronto - tive que levar pra casa rs.


    Resisti muito a comprar um livro de colorir, mesmo porque mandalas podem ser baixadas de graça na net, e era o que fazia há muito tempo, pinto mandalas desde que descobri seu potencial terapêutico na minha jornada de cura e autoconhecimento, só tem dez anos isso rs... a diferença é que hoje pinto diariamente, seja mandala ou um cenário, tem me feito muito bem, depois conto!


    O que é uma mandala?!
    Mandala é uma palavra em sânscrito que pode significar 'circulo' , 'roda' ou 'totalidade'

    No hinduismo, uma Mandala determina um espaço sagrado central desenhada ou pintada, figura como suporte para meditação. Na tradição budista tibetana, os lamas consideram as Mandalas como sendo uma imagem interior, representante da situação interior que, estando perturbada, busca auto cura espontaneamente.
     Reunião de tudo o que existe. Coloridas, geométricas ou cheias de desenhos sagrados ou básicos. Construídas com base em inúmeras cores, materiais, flores ou areia.

    São centros de energia que visam equilibrar, purificar e transmutar o mundo externo e interno. Mágicas e enigmáticas atraem facilmente quem está num movimento de autoconhecimento e cura ou quem se atrai pelo hinduismo ou budismo.


    Promovem um estado meditativo ou introspectivo e podem ser pintadas por crianças e até idosos idade. As Mandalas estimulam a mente e também concentração, quando se busca equilibrar as emoções, pensamentos e até os aspectos que se estendem ao campo físico humano. Assim é uma boa ferramenta para processos de cura.

    Carl Gustav Jung  estudou as Mandalas e as viu como uma figura  relativa a integração e a plenitude psíquica, voltando ao esforço natural de auto cura. Deste modo, pintar Mandalas servem como seu espelho, vale como um registro, uma foto do seu estado emocional e da sua atuação, seu jeito de ser no mundo e da sua maneira de vivenciar suas experiências - quem aí não gostou ou quis desistir de pintar um desenho porque não estava do jeito que queria?!  Pois é, do que você não gosta em você?!


    Os desenhos podem ser simples ou complexos, elementos da natureza ou divindades. O próprio processo de colorir a Mandala já nos traz um estado de meditação, a escolha das cores, do significado, como distribuir cada cor nos espaços e ao final a contemplação do trabalho depois de pronto.



    Lápis aquarelável Faber Castell, Giz aquarelável Caran D'ache , Aquabrush Sakura


    Mandalas já são utilizadas em alguns países, na pediatria, concluiu-se que o trabalho ajuda no momento de felicidade e relaxamento da criança internada. Terapeuticamente ajuda a alcançar o equilíbrio emocional, desenvolvimento intuitivo e paz interna. Através do centramento, da atenção focada em pintar, esquecemos por hora das dificuldades e problemas.
    Sua pintura, ajuda também nos processo de crescimento pessoal e espiritual.

    Em alguns povoados, mandalas são desenhadas na porta das casas para que olhando para sua beleza, as pessoas foquem no belo e no bom, evitando inveja ou más energias.

    Já existem workshops voltados para a pintura de mandalas e eu intuitivamente usei os sprays do kit  equilibrio da SS aromaterapia, falei aqui, mais tarde descobri que a Solange, a aromaterapeuta responsável da SS ministra workshops em SP, vide aqui*.


    Euzinha aqui com a mente Vata ligada no 380v, com síndrome da mente macaca, descobri minha forma preferida de meditar. Eu não consigo ficar muito tempo na meditação tradicional, já na pintura, consigo 30 minutos ou mais, uso o spray tranquilidade e vou... tem dias que não consigo mesmo, vou arrumar  uma baguncinha, levo o copo pra cozinha... nessas horas vou de óleo essencial: sândalo, cedro, jatamansi ou o que me apetecer, não existe uma regra, deixa a intuição te levar, nosso corpo é sábio e sempre mostra sinais, experimente!

    Os benefícios trazidos pela pintura de mandala são:

    - Ativação de energia positiva
    - Cromoterapia
    - Meditação ativa
    - Equilíbrio espiritual
    - Cultivo de serenidade
    - Ajuda a desenvolver a auto estima pela expressão da criatividade
    - Desenvolver outras formas de expressão
    - Expandir o autoconhecimento e imaginação
    - Descobrir aptidões
    - Aprimora o raciocínio
    - Efeito calmante: relaxamento físico e mental;
    - Aumento da concentração; Direciona as ações, levando ao centramento
    - Leva o contato com a própria essência, expandindo a consciência;
    - Cultiva a paciência e a tolerar a frustação;
    - Descobrir novas formas de ver o mundo exterior, assim promove uma melhoria nas relações interpessoais.
    - Filtrante de mensagens agressivas que chegam, promove  respostas mais centradas e tranquilas.
    - Trabalha o hemisfério direito do cérebro, o que é muito bom se sua mão dominante é destra.

    Que tal pintar a mandala abaixo?!
    Segue algumas dicas:
    - Prepare um cantinho confortável com boa iluminação  e onde você possa estar só por algumas horas
    - Se quiser use óleos essenciais para meditação em um queimador a vela para tornar a experiência mais agradável. Algumas sugestões: laranja, lemongrass, lavanda, mirra, sândalo, cedro ou algum aromaspray que goste.
    - Ouça uma música se quiser

    Aqui vão duas vertentes para trabalhar a pintura da Mandala:
    1 -Siga o que seu sentir te diz, não racionalize, não explique. Pinte conforme sua intuição, olhe as cores e use a que mais te agradar.
    - Se vier pensamentos, apenas perceba e nunca  brigue com eles, sinta o que veio à tona emocionalmente enquanto pintava um detalhe ou quando usou determinada cor.  Eu gosto de anotar para analisar junto com a pintura final da mandala.
    Ao  final contemple a pintura , pode dar um nome à Mandala. Por exemplo o nome da emoção que te veio ou um mantra

     2- Você pode iniciar a pintura partindo de uma emoção, por exemplo Alegria
    ou um mantra que pode ser hindu ou até uma afirmação, que na verdade é um mantra. Por exemplo:
    "Om Sri Ganeshaya Namah"- que resgata o amor próprio. Gosto de escrever mantras porque a escrita tem uma força própria, então é bacana trabalhar as cores com o que te vier a respeito do tema. Para o amor próprio bergamota é linda pois também atua no chakra cardíaco, anis para  trabalhar amor incondicional.



    Nestas duas experiências, principalmente se utilizados óleos essenciais puros no difusor, podem vir insights ou provocar catarse, por exemplo vontade de chorar. Se quiser chorar chore, ão se reprima!
    Anote o que surgir emocionalmente e também sua  observação sobre o desenho pronto, mesmo se não fizer sentido, anote, a resposta pode vir mais pra frente.
    Já tem o hábito de pintar mandalas ou mesmo colorir outros livros?!

    *A citação da marca SS aromaterapia foi de livre e espontânea vontade sem qualquer remuneração recebida.


    nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

     
    Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys