Páginas

Mostrando postagens com marcador Auto ajuda. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Auto ajuda. Mostrar todas as postagens

14 de março de 2013

Não acredite antes de refletir

Recebi esta mensagem e achei muito importante.

Não leve tudo que você lê na internet como verdade absoluta, aquilo que é veiculado em sites, fanpages, grupos de discussão, blogs...

Pesquise! Tem o google pra isso, se mídias brasileiras não tem informações completas, pesquise em sites estrangeiros, se não sabe escrever/ler em inglês tem o google tradutor pra isso.
Reflita se pra você aquilo soa como verdade

Não se deixe levar por tudo que você lê, como aqui é um blog, vamos tomar como exemplo aqui.Se é resenha de produto, procure outras resenhas, nem tudo que serviu pra mim, serve pra você, nem tudo que funciona de um jeito pra mim vai funcionar igual.



Seja uma pessoa que toma escolhas conscientes mas não porque o outro te disse pra fazer mas porque você refletiu antes.
Deixe de ser aquela pessoa que acredita em verdades absolutas -  a única certamente infálivel é a morte. O restante são inúmeras variáveis... seja de um cosmético, de um ingrediente, de uma resenha, de uma loja... e partindo para sua vida pessoal quantas coisas que você aceitou livremente sem questionar se aquilo ressoa no seu carater?!

 E mais importante - seja autoresponsável pelas SUAS escolhas, escolheu acreditar ok, depois não venha chiar!

Fica meu convite...

24 de dezembro de 2012

Feliz Natal!

Eu me diverti demais quando eu vi no hortifruti e pensei que essa seria a imagem para meu post de Natal haha...Além do que tem tudo a ver com a proposta do blog- beleza saudável!



A melância  é antioxidante, diurética, tem vitaminas A e B e tem alto índice de licopeno, o que faz dela a fruta perfeita para a estação já que no verão tendemos a reter líquidos! E tem propriedades depurativas - o que faz dela uma ótima opção para o day after das comilanças de fim de ano, ajuda a eliminar substâncias residuais, através da urina!

Então... esse é o meu desejo de Natal para vocês, uma noite feliz sem inchaços e excessos de substâncias que o corpo não precisa haha!

Mas tenho também outro desejo pra vocês- que a data seja um momento de reflexão... que você pense sobre o que não anda legal na sua vida...e assim como a melância manda embora o que não precisa, jogue fora o que não presta... seja um rancor, uma mágoa...perdoe... passe a limpo... tenho certeza que você se sentirá bem mais leve!

Fique apenas com aquilo que te faça bem!

Que o Natal possa renovar as coisas boas dentro de você, pois é o mais importante o interior, a essência e não uma coisa material embrulhada num pacote bonito que pseudo celebra o Natal...

bj grande a todos que acompanham, comentam , curtem ou apenas observam...

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.



16 de dezembro de 2012

Ser feliz é o real luxo

Laura Sinclair tinha escrito este texto para o Yummy Tips, que é meu também - mas acho que cabe perfeitramente aqui para inaugurar a tag de auto ajuda, que sim - ajuda muito quem consegue se reconhecer no reflexo do texto. E em época de Black Friday, 13. salário, consumismo desenfreado,  liquidação de verão... tantos nomes inventados para incentivar o consumismo, este texto cai muito bem.

As pessoas hoje estão presas em um emaranhado de informações e tem muitas regras a seguir, que acabam gerando paradoxos. Por exemplo, expor-se ao sol é arriscado, mas é considerado bonito ter a pele bronzeada. Vivemos contando calorias para ter o corpo saudável e esteticamente perfeito, entretanto privar-se de comer é privar-se de prazer. As regras são contraditórias,e quando as pessoas não seguem o instituído pela coletividade sentem culpa.
Há 40 anos íamos uma vez por ano ao médico quando muito, hoje uma pessoa chega a ir até dez consultas por ano, na tentativa de comprar saúde.
As compras! Antes as pessoas iam a missa, hoje elas vão ao shopping. Comprar, ir ao shopping e viajar, são as terapias modernas para depressão, tristeza, solidão.
Hoje temos muito mais liberdade para gerenciar nossa existência, escolhemos que profissão fazer, com quem casar,o que comprar, mas ficamos presos a regras da globalização econômica de eficacia,  produtividade, juventude e consumo. Todo esse complexo emocional, acaba nos levando a    tanta ansiedade, estresse, angustia e medo que mesmo conseguindo o que queremos não conseguimos nos sentir completos.


Meu celular não deve só fazer e receber ligações, deve permitir que eu ouça música, tire fotos, receba e-mails, jogue. Deve proporcionar vivencias, sensações, prazeres. Acabamos por nos tornar colecionadores de experiencias, por medo que a vida passe sem que tenhamos aproveitado o que a mídia nos incutiu como sendo ser a existência perfeita.
Mas será que existe uma forma de se libertar do cardume e ser mais feliz?
Existe sim, basta você utilizar a tríade do sentir, pensar e agir. Não haja somente por impulso, não se endivide comprando o que não precisa. Você pode comer o que tem vontade mas sem exageros.
Sua alma em paz reflete sua real beleza. Dois quilos a mais na balança não te deixará menos atraente.
Quer uma dica? Anote em um papel tudo que te incomoda, estressa, deprime, depois de algumas horas leia o que escreveu e pense a respeito. Você verá que muito destes sentimentos dizem mais a outras pessoas do que a você.
É tão bom dormir em paz, não importa se em um quarto de 4 ou 50 metros, passear com a família em harmonia, seja de Fusca ou de Mercedes, comer com saúde e prazer, seja  macarronada ou lagosta.
Não deixe que a ansiedade de viver o que você não possui, tire o prazer de desfrutar o que você tem.
Lembre-se você veio sozinho ao mundo, e assim retornará a Deus, se tiver que responder por atos será somente pelos seus.
Experimente viver pelos seus olhos, com certeza você será muito mais saudável e feliz!

----------------------------------

E você,do que precisa para ser feliz?!

   Observação:   
Caso você esteja acessando o blog via tablet ou celular, é necessário usar a 'visualização versão web' para que seu comentário seja postado via Disqus e assim respondido.

9 de maio de 2012

[Diário] OE da semana - Vetiver

Atenção - este é um post de conteúdo psicoemocional, por  isso duas coisas são importantes:
- Leia se você estiver interessada no que este óleo pode fazer
- Julgamentos não cabem por aqui, cada um tem sua jornada, ok?!

Eu ainda fico besta de ver como um óleo cai de paraquedas escrito meu nome! O primeiro foi manjerona, contei aqui.
Por conta deste post - clica aqui, agora me vem este - vetiver: bem amadeirado, bom pra dores de reumatismo (sim, eu tenho dor crônica, então ele cai na conta exata) e foi justamente por isso que comprei... ...e não sei por que ficou parado na caixa. Ajuda a desfazer bloqueios emocionais enraizados (!!!), sensação de não pertencimento. Muito útil em caso de esgotamento físico.

Uns cinco meses depois eu entendi: ele faz um aterramento ou seja ele conecta as pessoas à Terra, por ser extremamente enraizado- Ãh?! Como assim?! Bem pra entender direito isso, leia o aspecto psicológico de Vata... mas basicamente Vata (oi?!) desregulado tem a cabeça na Lua, Marte, Vênus ou qualquer outro lugar menos na Terra - e os pés muito menos...

Como assim?! Explica isso direito...
Tudo começou há uns quatro anos atrás quando estive numa terapeuta floral que tirou uma foto Kirlian, em uma pessoa equilibrada energeticamente seria mais ou menos assim:


Ok, só que a minha estava com um campo azul fraquíssimo da cintura pra cima, ou seja - toda minha energia estava concentrada ali, e da cintura pra baixo, nenhum feixe de luz sequer. Bem naquela época estava deprimida já que não é brinquedo lidar com uma doença que na época poucos médicos levavam a sério -. Enfim, só sei que acabei não ficando com essa terapeuta que utilizava uma ténica digamos agressiva pra uma pessoa fragilizada física e emocionalmente, os florais que ela compunha me faziam passar muito mal!

Voltando no tempo, espaço - no agora...
Cá estou no meu curso de auto conhecimento, derrubando uma série de crenças... até que me deparei com um ponto cego na minha jornada: minha falta de aterramento! Antes ouvia isso e pra mim #tantofazia - até que comecei a perceber muito meu corpo, o que cada dor significava e até a falta de contato com o chão - pode parecer muito esquisito isso mas eu não sinto minha pisada firme e forte no chão, eu praticamente ando com o calcanhar apenas e não com o pé todo, como seria normal e esperado...

Então fiquei com isso na cabeça, no início da semana bati de cara no poste, ou melhor no post lá de cima, até que na quinta passada fui na aula de yoga para autoconhecimento - e adivinha o que era?! "Como a conexão com a mãe terra nos impulsiona em busca dos nossos anseios. E qual era o exercicio?!"
Pisar bem firme no chão pra sentir essa conexão... Daí tudo fez sentido pra mim!
A foto Kirlian, o "não olhar" para o óleo de vetiver - pois pra mim tanto fazia estar por aqui, eu preferia estar morta certa época... pra que estar aterrada?!

E mesmo sem saber do conteúdo da aula de quinta, olha que engraçado as meias que fui:

Elas grudam no chão, rs rs... achei fascinante minha necessidade de aterramento estar tão grande que até o subconsciente ajudou na escolha das meias!
Só sei que voltei pra casa e fiz uma sinergia de Vetiver + Gengibre + Lavanda em óleo de gergelim (super recomendado para Vata). Não me apetece muito o cheiro do Vetiver nem do gengibre mas é o que estava precisando...

Lembrando que pra entender toda essa conexão foram anos de terapia e quilometros de leituras de auto ajuda, desde os best sellers como Louise Hay, Cristina Cairo até os clássicos das doenças psicossomáticas... E agora não tenho problema algum em expor isso, pois sei que pode ajudar outras pessoas.

Sugestões de leitura: 
 Você Pode Curar Sua Vida - Louise Hay
A doença como caminho -  Rudiger Dahlke, Thorwald Dethlefsen


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys