Páginas

30 de março de 2018

Cosmético vegano é sinônimo de 100% natural?! Não!

Tô correndo risco de apanhar de veganos que usam cosméticos convencionais e acham que tudo que é vegano é 100% natural (SIM GENTE...  já teve vegano que veio me xingar no inbox só porque eu disse que Granado não é 100% natural e era um tremendo autoengano)- porque... gente... me desculpa quem é vegano e é adepto do 100% natural mas tá uma confusão isso e eu preciso esclarecer.

Porque... eu não sei de onde veio  isso de achar que:
-  cosmético vegano = 100% natural
- cosmético artesanal da feira de artesanato = tudo vegano.

Vira e mexe eu encontro em diversos grupos (não só de cosméticos veganos), vegano que acha que Granado e Flores e vegetais são produtos 100% naturais.

nem sempre uma fórmula vegana é 100% natural!


Eu entendo que a definição do que pode ser chamado de cosmético natural segundo a Anvisa, pode causar confusão, porque tecnicamente se o produto tiver  com apenas 5% de insumo natural e o restante lotado de sintéticos nocivos e/ou poluentes ambientais - já pode ser chamado de produto natural... mas isso segundo a Anvisa tá?!
Porque pra Anvisa... Natura é um produto natural, assim como a Granado e Flores e vegetais.

Talvez venha daí o autoengano que muitos veganos cometem: achar que tem ingrediente natural automaticamente define o produto como 100% natural.

Um cosmético vegano por definição precisa ser isento de derivados animais e não conduzir testes em animais- ponto.
Agora se ele é 100%¨natural já é outra estória...

Se você quer saber quais produtos só tem um tantinho de insumo vegetal e o restante é sintético, leia este post AQUI.

Teve um exemplo disso num grupo... é impressionante como o pessoal do veganismo acha que se é vegano é 100% natural, até postei na fanpage.

Vide debate na fanpage aqui



A moça jurando de pé junto que essa linha Maria natureza da Salon line é 100% natural... e não adiantou eu vir com todo meu know-how sobre fórmulas, parecia que a moça foi hipnotizada pra acreditar que cosmético vegano = 100% natural.
E não é... provo por A+B







Primeiro autoengano que até o pessoal do lado verde da força que está começando cai: o produto ser livre de sulfato, parafina, parabenos, silicones e outros conservantes = 100% natural.
Isso é uma jogada de marketing incrível, porque muita gente cai, associam ser livre dessas substâncias = é seguro.

Nisso, preciso te dizer: a única garantia que você tem de não comprar cosméticos pseudo-verdes, que a gente aqui chama de greenwash é lendo a fórmula, que já expliquei AQUI o que não pode ter.
(a Lola também é especialista em dizer que não tem esas coisas na fórmula, mas já expliquei AQUI que ela não é 100% natural)
Ser livre desses componentes não garante lhufas que não tenham outros sintéticos nocivos e/ou poluentes.

Daí a gente vai pra outra frase: "é uma linha 100% vegana, ou seja, sem nenhum componente de origem animal, e totalmente livre de crueldade animal."
Então o vegano que não sabe identificar componentes nocivos nas fórmulas dos cosméticos dito veganos caem... e de alguma forma no raciocínio deles: sem nenhum componente de origem animal = só tem planta = 100% natural. É uma falácia tremenda!

E não... um cosmético livre de de sulfato, parafina, parabenos, silicones e outros conservantes, sem nenhum componente de origem animal não necessariamente é 100% natural, quer ver só?!

Vou postar aqui as fórmulas e grifar em vermelho o que é sintético nocivo e o que é extrato vegetal em verde pra ficar mais fácil de visualizar.
Pra quem ta chegando agora e não sabe o que é o EWG e o que significa os scores, tem esse post AQUI explicando como este banco de dados funciona

Os scores vão de:
1-2 Verde: ingrediente vegetal ou sem risco para a saúde
3-6 laranja ingrediente sintético com risco baixo ou moderado pra saúde e meio ambiente
7-9 vermelho:  ingrediente com risco altíssimo pra saúde e/ou alto potencial poluente

Estou dando direito a mim e ao blog de só comentar os piores ingredientes senão o post ficará enorme e vai ser um porre ler.





- Poliquaternium-7  É um polímero sintético baseado em compostos de amônio quaternário.
 toxicidade do sistema orgânico (não reprodutivo) - score 3 no EWG

Peg-150 é um tetraéster de ácido esteárico e um éter de polietilenoglicol de pentaeritritol com uma média de 150 moles de óxido de etileno. Moderadamente tóxico para o organismo - score 3 no EWG

- Parfum: este termo no rótulo do produto representa uma mistura não revelada de até 5.000 substâncias químicas de cheiro e ingredientes usados ​​como dispersantes de fragrância, como o dietilftalato. Misturas de fragrâncias têm sido associadas a alergias, dermatites, desconforto respiratório e potenciais efeitos nocivos no sistema reprodutivo. Tem nota 8 no EWG, risco muito alto pra saúde.



- BHT: Butil-hidroxitolueno (BHT) é um ingrediente à base de tolueno usado como conservante em produtos alimentícios e de cuidados pessoais. Foi banido em alimentos e cosméticos no Japão desde 1950
(pois é a Anvisa aqui é muito atrasada infelizmente....)

- PEG-90 :  nível moderado de toxicidade para o organismo com score 3 no EWG


- CI 19140 : risco médio de toxicidade para o organismo, score 3 no EWG

- CI 28440: também conhecido como FD&C YELLOW 5  é um corante sintético produzido a partir de petróleo; este corante é aprovado pelo FDA para uso em alimentos, produtos farmacêuticos e cosméticos, porém tem risco moderado para a saúde como bioacumulativo e tóxico para o organismo com score 3 no EWG(estão vendo que até o FDA tem suas falhas no que diz respeito à regulamentação de ingredientes potencialmente nocivos né?)

Então minha gente... por favor parem de associar veganismo = 100% saudável  e 100% natural, porque não é...
Se um cosmético vegano fosse 100% natural, a fórmula inteira precisaria estar grifada em verde... pra facilitar a vida do leigo, que sim é chato pacas aprender a interpretar fórmula... um jeito simples é: se está tudo em latim acompanhado de extract, leaf ou oil é 100% natural, se tiver algumas coisas ilegiveis,que parece nome de remédio, é sintético ou química.
Essa fórmula só tem plantas - grifei o vanilla em vermelho porque foi explicação deste post AQUI


Classificar um cosmético convencional vegano como 100% saudável é como batata frita= é vegana mas tá longe de ser saudável..
E não, não sou só eu que acho isso grazadels tenho leitoras ótimas no grupo do blog no Fb, entra AQUI





Ah Yumi, quem é você pra dizer X ou Y de cosmético vegano se nem vegana tu é?!

Não sou vegana mas sei interpretar o que é um cosmético livre de sintéticos e 100% natural

E como sou sensitiva já prevejo que vai ter gente pensando assim, como já aconteceu quando disse que usar Granado achando que é natural é autoengano. A moça escreveu 1km de xingamentos  no meu inbox, até me chamou de carnista como se isso fosse uma ofensa a alguém...
(e não gente, ninguém é mais iluminado do que os outros por deixar de usar/fazer X ou Y - uma pessoa iluminada não vai no inbox  ofender ozotro, da mesma forma não sou mais iluminada só porque não uso cosméticos que poluem o ecossistema, medito e trabalho autoconhecimento)

Pois é eu não sou vegana, sou veggie... mas tenho o direito de formar um raciocínio sim.
(assim como você pode ter o direito de me chamar de feia, chata e boba, só por dizer que usar Granada é autoengano)

Eu penso que: de que adianta um cosmético ser livre de crueldade e ingredientes animais se quando vai ralo abaixo, polui o ecossistema de peixes- rios e mares, causa danos neurológicos nos peixes, como o triclosan que falei AQUI ou polui os mares como as microesferas AQUI,  saiba que mesmo se um esfoliante for vegano e tiver microesferas eles prejudicam os peixes  e acabam poluindo até nossa água potável,  ou seja, ele volta pra nossa cadeia alimentar quando irrigamos a lavoura e tomamos água carregada de particulas de microesferas...

Grazadels que não estou só nesse raciocínio e tenho leitoras veganas com uma forma de pensar linda!



Eu acredito que Veganismo em cosméticos é muito mais do que evitar marcas que testam em animais, pra mim um cosmético vegano de verdade é aquele 100% natural, que sim - existem cosméticos orgânicos e cosméticos artesanais 100% naturais veganos, a questão toda se resume a ler o rótulo e saber interpretar a composição.

Eu não sou vegana como já disse, mas respeito minhas leitoras que além de não consumir os bichinhos, se preocupam também com o habitat dos peixes, porque pra mim não faz diferença ver um beagle sofrendo em testes ou um peixe com problema neurológico causado pelo triclosan que foi ralo abaixo.... o sofrimento é igual mas ninguém levanta bandeiras e faz passeatas pelo sofrimento que a poluição dos rios e mares causam nos peixes.

Se você quer saber quais marcas orgânicas e 100% naturais são veganas tem na lista do blog AQUI
e se você quer ver resenhas de cosméticos orgânicos e artesanais 100% naturais que já testei e aprovei tem a tag Vegan aqui no blog, clica AQUI.

E por fim, faço um apelo, parem de dizer que só porque é vegano é 100% natural, parem de dizer que só porque é liberado pra no e low poo é 100% natural, porque mesmo esses podem ter sintéticos nocivos e poluentes, não enganem as pessoas nos grupos por favor!

Porque no fim... pra gente que é adepto dos cosméticos orgânicos e artesanais 100% naturais, você dissemina greenwash quando afirma que Salon Line ou Lola é 100% natural!


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys