Cupom válido durante todo ano de 2017 - clique e acesse!

15 de agosto de 2017

BB cream orgânico - Baims

Já não era sem tempo sair a resenha deste BB cream orgânico da Baims! Era o produto que queria muito experimentar, porque é o que eu uso no dia a dia.
É o meu queridinho no dia a dia!


O que diz a marca:

• Primeira maquiagem formulada com BBA™ - BioBehenic Active, um ativo derivado da Pentaclethra macroloba (Pracaxi) que apresenta atividade clareadora e propriedades anti-idade comprovadas para o cuidado com a pele.
• Exclusivo BB Cream com 71% de ingredientes orgânicos certificados.
• Poderoso alimento para a pele, deixando-a com aparência luminosa e revitalizada, e proporcionando uma incrível sensação de frescor e conforto.
• Rico em ativos vegetais de argan, babaçu, buriti, açaí e óleos essenciais.
• Para todos os tipos de pele especialmente as maduras, que necessitam de intensa hidratação, cuidado e nutrição.
• Cobertura média, podendo ser sobreposto até atingir a cobertura desejada.
• Embalagem com tampa de bambu.

As propriedades de clareamento do BBA™ são resultado da redução da síntese de melanina e podem ser observadas na atenuação de manchas de idade causadas pela exposição à radiação UV. Este ativo é indicado no tratamento de hiperpigmentação; seu uso contínuo uniformiza a tonalidade e restaura a luminosidade original da pele.
Os benefícios reais de antienvelhecimento do BBA™ são o efeito firmador e hidratação profunda, que promovem resistência, elasticidade, emoliência e viço à pele. Esses benefícios estão relacionados ao aumento estatisticamente significativo na densidade da rede de colágeno na derme e aumento de ácido hialurônico, que é um polissacarídeo naturalmente presente na pele humana com grande capacidade de retenção de água. 

O que eu achei:

Gosto muito da tampa de bambu da embalagem, contrastando com o preto, fica muito charmoso!
Eu achei este BB cream orgânico da Baims com uma textura mais fluída e bem mais fácil de agitar a embalagem para uniformizar o produto, ainda que contenha óleos vegetais, não se torna bifásico com o tempo - na verdade isso foi o que me impressionou muito, achei fantástico o produto não talhar completamente em repouso... e olha que devido a problemas de saúde, eu deixei mais de mês sem usar!

Embora seja mais fluído, tem uma secagem espantosa, que eu gostei bastante, basicamente é só espalmar as mãos no rosto que praticamente seca. Eu pego três porções do tamanho de uma ervilha - uma em cada bochecha e outra na testa e vou puxando com os dedos do meio do rosto até as beiradas, depois espalmo o rosto todo.

cor no site da marca / sob luz natural / na sombra



Deixou minha pele numa textura siliconada deliciosa e muito confortável mesmo! Como a pele das bochechas está ressecada, eu gostei porque me economiza aplicar um hidratante - cumpre bem o que promete nesse aspecto, então também me economiza a hidratação facial diurna.
Minha cor do BB cream orgânico da Baims é a medium, sendo que meu rosto é oliva pela minha etnia, minha cor na MAC seria NW25.
É possível sim construir camadas , no meu rosto não pesou... mas também aumentou muito pouco o grau de cobertura, que a marca diz média.... e sim, cumpre...  disfarçou os vermelhinhos, minimizou um tanto os poros e uniformizou, porém não deixou com cara de boneca - e para o dia a dia está ótimo, é o que espero!


Sob mesma luz - antes e depois







Também já testei com um filtro solar facial orgânico (que infelizmente ainda não existe no Brasil, estou usando este  AQUI da Badger), mesmo que o óxido de zinco presente nos filtros solares seja um agente secante, a hidratação continuou sendo ok.
Quanto ao fator de proteção solar, a marca usa dióxido de titâneo, que é um conhecido filtro solar físico - o que daria uma margem de até 9%, porém como não foram feitos testes de FPS a marca preferiu não rotular os produtos declarando que seja mesmo para este fim. Na página de perguntas frequentes está bem honesto quanto a isso, veja AQUI. Por isso se você tem um percurso durante sol a pino, recomendo sim usar um filtro solar antes de aplicar o BB cream da Baims.

+Leia também - Ecobag: Sugestões de filtros orgânicos para o rosto

Os testes foram na minha pele com oleosidade somente no nariz, agora que estou quase nos 40, a pele deu uma ressecada, está mais pra normal e ressecada nas bochechas do que pra mista.
Também é preciso dizer que o inverno aqui foi predominante seco - e prestem bastante atenção neste trecho: eu moro no inicio do interior de SP, e frequento a capital - ou seja, você deve levar em conta que é diferente de um clima litorâneo por exemplo.
Durante o verão, o produto não aumentou a oleosidade no nariz,  foi uma oleosidade que ia aumentando gradualmente conforme as atividades do dia.

Quanto à ação antiage, felizmente não tenho como opinar, porque ainda não apresento marcas de expressão nem manchas senis, levando em conta que normalmente  asiáticas tendem a aparentar pelo menos uns 5 anos a menos da idade cronológica.

Enfim, eu gostei muito, muito provavelmente recompro, porém só gostaria que viesse algumas gramas a mais na embalagem.
Fiquei muito feliz também por não ter que importar este item de maquiagem, pois a qualidade e desempenho não deve nada à marcas conceituadas de maquiagem orgânica lá fora. E já testei várias delas, como Alima Pure, Vapour Beauty e 100% Pure, também basicamente empatam no quesito preço.

O BB cream da Baims si a R$129 a embalagem com 30g no site da marca AQUI


Postagens Relacionadas