Páginas

29 de agosto de 2017

Agradeça as coisas que quer como se ja tivesse acontecido!

Eu praticamente fui criada pelas minhas tias, já que minha mãe trabalhava muito e mesmo quando estava em casa, ela simplesmente não tinha tempo pra brincar ou dar atenção.

Minhas tias , principalmente minha madrinha, seguem a Seichô-no-Iê. E uma das coisas que a Seichô dizia é:
 Reconciliar-se com todas as coisas do Universo significa agradecer a todas as coisas do Universo.


A Seichô ensinou para seus seguidores que quando você quer algo, agradeça por isso como se já estivesse conseguido.
Minha madrinha me deu um terço da gratidão, ensinou a pegar um terço e ir dizendo muito obrigado por tal coisa - como se já tivesse conseguido!




Pois bem... nos meus 22 eu queria ter um emprego... eu fui até a Igreja de São Judas  em SP, fazer promessa pra arranjar emprego. E o terço, eu usava assim: "Muito obrigado, já consegui um emprego".
Onde tinha brecha eu usava o terço, no metrô, no ônibus, vendo filme...
2 meses depois, eu consegui trabalhar no SBT! Uau!
Depois voltei na igreja e paguei a promessa, dando o dizimo do meu primeiro salário! Que também é uma forma de agradecer a prosperidade.

Só que acabei saindo de lá, porque era insalubre, (cobria as folgas, cada dia num horãrio - não tinha nem tempo de sair com os amigos porque cada dia estava num horario diferente, só queria descansar!), terminei um noivado de 8 anos, já estava toda dolorida, com distimia e tudo mais... Resolvi dar um tempo de tudo, rever o que queria da vida de fato.. queria mesmo encontrar alguém que valesse a pena!
Conheci meu marido depois de 2 meses fazendo mentalizações conforme O Segredo ensinou e também a oração da metade da alma da Seichô!

Senhor! Aquilo foi espantoso! Porque ele era exatamente aquilo que descrevi de boas qualidades que gostaria em alguém! Até o bumbum era aquilo que escrevi...
Pois bem, minha mãe que já era narcisista perversa desde sempre (e eu não sabia que ela é isso, só descobri em junho deste ano....), convidou  ele pra morar na casa de 3 andares dela, porque ela não queria ficar sozinha, sendo viuva e meu irmão já casado.

+Leia também: Como identificar pais narcisistas?


Aceitamos... mas foi a pior cagada que fizemos, porque ela queria controlar tudo! Como eu cuidava dele, o que servia de janta, até como colocar a colher no escorredor! Entre tantas outras arbitrariedades. Era briga todo dia e chorava quase todo dia!
Eu caí de cama, de fibromialgia e fadiga crônica (sim, minha mãe colaborou muito pra eu ficar doente!)- no primeiro inverno eu ficava o dia todo na cama, pois o frio fazia doer muito mais... graças aos céus meu marido entendeu que não era frescura como minha mãe jogava na cara. Como ficava muito de cama, comecei a vender cosmético por catálogo, o que era muito pouco!

+Leia também:
Sintomas de stress pós traumático de abuso narcisista

A casa sempre foi um front de guerra, piorou muito mais quando ela viu que meu marido me protegia, eu chorava todo dia!
Não sabia como sair dali, chegamos a ver muitas mas em SP o mercado imobiliário é superfaturado. Como que iriamos sair da casa dela, pagar meus tratamentos e até um curso de Constelação familiar?! Não dava!

+Leia também | o que é constelação familiar?!

Seguíamos a vida no meio da guerra, o curso de Constelação era um fim de semana por mês. À medida que constelava, ia melhorando... e enfrentava minha mãe nas crenças limitantes- chegou a dizer que o grupo estava me estragando!
No 2. ano - ela chegou a reconhecer que foi uma mãe horrivel, mas continuava sendo narcisista - a cada briga, eu olhava para essa foto da gente saindo da cerimônia e dizia: "Você vai ver mãe! Vou morar  numa casa de condôminio, assim, assim assado e o mais longe possivel que eu puder...

Essa é a vista que tenho do meu condominio!

A coisa ficou tão emaranhada naquela casa que até meu irmão separou e voltou a morar, parecia a grande familia em guerra! Cada um no seu front - cada um se escondendo em seus quartos.
Eu continuei no meu grupo de Constelação, no 3. ano - meu marido perdeu o emprego! Putz - pensei que agora acabou todas as chances de sair de lá...
Bem... eu continuei olhando a foto,  agradecia como se já tivesse conseguido e quando voltava chorando de mais uma das inúmeras brigas, continuava a dizer que ela ia ver só, que ainda ia morar numa casa de condominio...

Pois bem... Houve uma Constelação que fiz, onde a coach jogou vários objetos no chão, dizendo pra eu olhar pra minha bagunça na vida... lembro que arrumei tudo aquilo, depois a coach disse pra olhar pela janela pra ver o quanto a vida era bonita e que poderia abraçar se eu quisesse...




Bem... um tempo depois, meu marido arrumou emprego, a 40km de SP, ia e voltava todo dia... como já conhecia os arrredores, me levou pra ver uma casa na planta... e melhor, a gente tinha o dinheiro da entrada, porque o valor era 3x menor do que uma em SP, num condominio!
Depois de 1 ano e meio, a casa ficou pronta - 5 anos depois que decretei que minha mãe  ia ver só rs... nós nos mudamos, pra dizer a verdade, depois que compramos nossa casa, minha mãe encontrou um apto na terra natal dela... e foi morar a 500km de nós...

+Leia também: Aromaterapia | 13 óleos essenciais para lidar com stress pós traumático de abuso narcisista

O que quero dizer com isso é que acredito piamente que ter agradecido como se já tivesse conseguido, antes mesmo de ter o dinheiro pra comprar a casa, me levou a fazer uma constelação, que desembaraçou aquilo que me prendia a ela e o Universo conspirou, fazendo meu marido perder o emprego e arrumar outro a 40km de SP, onde o custo de vida é muito menor.... e tanto quis fugir do narcisismo perverso dela, que o Universo conspirou até nisso!

Então sim... agradecer como se já tivesse conseguido funciona mesmo! Nesse meio tempo, também comecei a fazer diário da gratidão que tinha encontrado na livraria.


Pode ser feito com qualquer caderno mas eu preferi este da autora dO Segredo, até como forma de agradecer os ensinamentos e por ter uma frase de gratidão por dia
Ali escrevia a gratidão pelas coisas que me aconteceram no dia e também a gratidão pelas coisas futuras... como nossa casa por exemplo - tem mais detalhes de como fazer diário de gratidão neste post aqui.
Porém quando entrei em depressão este ano, logo depois meu marido perdeu o emprego no meio da crise que assola o país.
Foram 8 meses assim... daí minha madrinha relembrou a estória do terço da gratidão- também me lembrei que tinha conseguido no SBT com o terço, mas disse que um preletor da Seichô ensinou a fazer com feijão, pega 1kg de feijão e vai dizendo o quer conseguir, por exemplo:

"muito obrigado, já consegui um emprego"
Daí tu pega 3 feijões e diz: obrigado, obrigado, obrigado,
E vai repetindo: "muito obrigado, já consegui um emprego"
Daí tu pega 3 feijões e diz: obrigado, obrigado, obrigado,

E vai indo...até fazer com 1kg de feijão...

 -Marido pegou um contador digital no cel e foi fazendo... minha tia começou a fazer com o feijão... 2 semanas depois de todos começarem a agradecer como se ele tivesse conseguido... ele foi chamado para uma entrevista na segunda, na terça ligaram pra ele pra 2. fase, na sexta ligaram dizendo que ele foi contratado! E melhor! a 15 min de casa!

Foi lindo ver como funciona bem... e a gente tinha esquecido disso, até parei de escrever nos diários... mas voltei a fazer!
Segundo a Seichô não agradecemos que temos uma boa cama pra dormir , agua encanada, energia eletrica, que muitos não tem, a internet que vc está lendo isso... o computador ou o cel que está lendo isso- estamos devendo gratidão!
Notem que pra coisas mais simples como um emprego, a resposta vem mais rápido, já para uma casa por exemplo, o Universo teve que fazer manobras como me colocar num grupo de Constelação e fazer meu marido perder o emprego

Se você não acredita em religião, sugiro ler O Segredo, que diz a mesmissima coisa!
E agradeço a você que leu tudo isso até o final!
Ah sim, estou com meu marido até hoje!



nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys