Páginas

7 de setembro de 2014

Minimalismo: Eu tenho muita coisa!

Desde a útima postagem aqui sobre minimalismo, já tem um mês, não larguei o projeto, mas tinha que viver também, até hoje não consegui ir na piscina do condominio, todo fim de semana é pra correr atrás das coisas pra casa, que desde abril estamos montando...

Enfim, faz dois meses que mudei não tinha como não vir, mesmo sem os planejados, já cheguei a dormir aqui  num colchão inflavel, só com chuveiro instalado e uma sanduicheira rs... acampamento total... todos os serviços dependiam de alguém pra acompanhar,  os planejados, granito... terminamos?! Não! Acabou a verba pra grandes projetos rs...

Até que minha mãe teve a ideia genial #sqn de chamar todo mundo no próximo domingo pra conhecer a casa. Quase surtei, mas acreditem, quando ela tem uma ideia ninguém a faz mudar ... essa é minha mãe...

Estava querendo xingar já - como vou inaugurar o que não tá pronto ainda?! Mas  no meu novo padrão de pensamento, agora tento ver algo de bom nas situações....
Então tá, esse é meu closet:



Começa na porta,ocupa três paredes e tem essa comoda que era do nosso quarto, mas como comprei uma penteadeira, veio pra cá... então é isso o que tenho pra guardar as roupas, pessoais, de cama e de banho, uma prateleira pra isso e tenho o báu do box também, que vão as cobertas, muitas porque sou friorenta.

E aos poucos tenho trazido as coisas da outra casa. O primeiro grande tabefe acerda das coisas foi:
Eu: - Você não vai pegar mais coisas suas pra levar?
Marido: Que coisas? Já acabou

Béeeeeeeeeee - ta bom né... marido tem a porta de espelhos,  cabideiro de camisas, em cima prateleira (que tá vazia por enquanto) e quatro gaveteiros aí dentro. As roupas do dia a dia dele estão aí e ainda sobrou 2 gavetas livres. no armario de canto tem um cabideiro curvo e o calceiro, que tem 2 ternos dele e as calças ocupám 1/3 - tipo: marido só precisa daquilo... #vergonha!

Tirando a prateleira das  roupas de cama, um gaveteiro com documentos e uma pasta de notas fiscais, o resto é tudo meu! Calma que não tá tudo ocupado - pausa pra gritar e cair de costas: AHHHHHHHHHHHHHHHHH!

Mas sim, eu tenho muita coisa, na outra casa tinha duas portas de ármario embutido no corredor, mais o armário em L e uma comoda parecida com essa, quer dizer, eu tenho muita roupa, fato!
Preciso de tudo isso?! Não!

Antes de me mudar já deixei uma mala média, mais duas sacolas com roupas pra doar ou vender, ainda não me desfiz porque não tive tempo mesmo e por também querer registrar pelo menos o destralhe do guarda roupa...
E não, não tem graça, tenho remorso de ter tanta roupa, ok que com as doações de uma tia falecida encheu mais 1/4 meus armários ...
 Fora que produtos de beleza estão ou nos armários do banheiro e make na penteadeira...

 Então em mais um dia que trouxe mais uma mala da outra casa, postei isso no grupo Vida minimalista (que sim, recomendo tanto o blog quanto o grupo tem me ajudado muito nessa saga):

pensamento enquanto estava colocando as coisas no lugar adequado:
"preciso de mais ganchos, mais caixas organizadoras, mais prateleiras"
pensamento num minuto de reflexão:
1 - ninguem precisa de tanta coisa
2- é meio burrice financeira gastar mais dinheiro pra comprar organizadores e organizar coisas que só estão causando bagunça
resultado: joguei mais um terço daquilo que achava que deveria manter ou deixar na sacola de doação que coloquei pendurada na maçaneta da porta do comodo 

Tá vendo a que ponto o acumulo de roupas chegou? É muito mesmo! Já tinha comprado um kit de caixas organizadoras e estava querendo mais... helloooooooooooooo!

Resolvi me entender com o que já tinha... não preciso dizer que meus armários na outra casa eram uma bagunça e que vivia reclamando não ter roupa (essa é pra rir eu deixo). E pra mim, isso não era um problema em si - tive que me mudar anuma casa com 1/3 do tamanho da anterior pra perceber que sim, era um problema e que sim, eu era consumista.

O pior é que eu vivia doando roupa, mas a medida que dava, eu comprava, então a única solução foi parar de comprar, desde que me propus, comprei um mocassim super macio , uma camisa jeans, uma florida e uma jaqueta, que sim pensei trocentas mil vezes antes, mas foi uma compra boa, pois todas já saem andando sozinhos de tanto que uso...

Então no fim, mesmo querendo xingar minha mãe, que quer inaugurar minha casa sem o rack da TV, sem o quintal estar sem cobertura e uma parte com piso, agora eu agradeço pois se não fosse a urgância em deixar apresentavel, não teria tido essa reflexão... tá vendo como é bom tentar extrair coisas boas de uma situação desagradável?!


Cupom válido durante todo ano de 2019- acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys