Páginas

29 de setembro de 2014

A primeira grande doação de roupas

Faz algum tempo que já vinha separando roupas pra doar, estavam em uma mala esperando um destino adequado.
Encheu um saco de lixo de 60 litros, com aproximadamente 100 peças e uma caixa de papelão pequena, entre elas seis peças do marido.
Muitas peças ou nunca usei ou somente uma ou duas vezes, não importa se compradas, herdadas de uma tia falecida ou ganhas...
Ao conseguir separar as peças pra levar na Igreja de S. Judas em SP, que sempre atendeu meus pedidos e sou devota desde os vinte anos (mesmo não sendo católica, na verdade sigo algo que nomeei de Yumicismo, rs...), então pra mim foi gratificante levar lá para doar aos que são atendidos pela igreja ou que possa ser revertido no bazar.


Então pensei que meus armários estariam livres de acúmulo...


Que nada! Fiquei impressionada com a quantidade de roupas que ainda tinha, mesmo já tendo feito umas vinte viagens entre as duas casa... encheu uma mala média...
Sapatos então... já tinha doado uns seis pares para as pessoas próximas, segunda foram mais quatro, e ainda tem sapato na outra casa, fora os que já trouxe...
Isso porque este ano não comprei  e roupas só duas peças, pensando muito bem e de fato foi uma compra boa, saiu andando...

Minha meta agora é me desfazer da comoda extra e ficar só com os armários planejados, mostrei aqui, e claro, me desfazer de mais sapatos, rasteirinhas aqui brotavam no guarda roupa, pois no verão é praticamente o unico modelo que uso...

Tirando o guarda roupa, também tem bastante coisa de escritório (trabalho em home office) e artesanato, que ainda não me decidi se recomeço ou não.
Ontem me deu uma sincope nervosa, estava irritadíssima com o monte de caixas e sacolas que tinha pra arrumar, claro que nessa arrumação, mais coisa está pra ir embora.
E estava irritada comigo mesma, como pude comprar tanta coisa que nem usei direito?! Ok que as coisas tinham um significado psicológico, não era importante fisicamente ou materialmente, como disse em outro post era o que me ancorava - então tem um misto  de auto perdão mas um pouco de culpa e muita irritação.

Então já foram duas malas médias de roupa, quatro sacos de supermercado dos desapegos de cosméticos ,maquiagens convencionais, acessórios de beleza... é dá desespero.
Mas no meio disso me veio bem forte o medo da falta e uma exigência bem alta... coisas a serem trabalhadas!


nas compras no site da Aromalife! Clique e acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys