Páginas

31 de julho de 2014

Da montagem da casa em geral

Semana passada começaram a montar os móveis planejados. Estudamos a casa e concluimos que armários de boa qualidade,para roupas e para a cozinha, coisa que se abre todo dia e muitas vezes,precisavam ser de boa qualidade, e claro isso tem um preço, o projeto milimetricamente pensado, a madeira que não é daquelas que lascam numa batidinha boba, as dobradiças, os puxadores bem presos e de boa qualidade- são móveis para a vida toda: a ideia foi investir uma vez só sem precisar comprar por ter quebrado, mas no fim, concluimos que acabam somando no valor do imóvel.
Mostrei no Instagran uma parte dos armários.



Ninguém aqui aguentava mais gavetas que entortam, corrediças que estragam e que precisavam de gambiarras para funcionar... além disso, também gera uma energia negativa, segundo o Feng Shui - que sim, eu acredito.

Depois de ter morado numa casa com muito espaço, mudar para uma metragem de 'apertamento' de início foi motivo de pânico - 'onde colocaria tantas coisas?! Contei aqui quais seriam. Depois mais um xilique de ver a casa montada, pra ontem...
(atualmente estou sem a pia do banheiro pois colocaram o gabinete e o granito não chegou)

... claro, não foi nada confortável ficar três semanas num status de acampamento, só o escritório tinha os móveis, e antes de estar praticamente morando - mas não feito toda a mudança, houve dia que dormimos, tendo só uma sanduicheira, sem geladeira nem fogão, depois estes chegaram, daí não tinha armário, então os pratos e panelas ficavam nas caixas, ou no escorredor de pratos, alguns dentro da geladeira rs.. depois trouxe uma estante de plástico e ficamos duas semanas assim...

... as roupa ficavam na única comoda que já tinha vindo...
Mas ao mesmo tempo foi um aprendizado e tanto, e que o mínimo de uma infra estrutura é necessária, como um guarda roupa e um armário na cozinha pra guardar panelas, pratos  e utensílios. Ainda não terminou mas já tem os armários!Weeee!

No meio disso, eu que não era a pessoa mais organizada da família, me dei conta de que uma semana é o máximo que consigo lidar no meio do caos que uma obra pode trazer. Acreditem : houve momentos que não conseguia lidar com as roupas, a cozinha improvisada...

Como disse, tive um ataque de pânico, de pressa como boa ariana, de ver tudo montado, que no meu ideal eu não gostaria mesmo de estar acampada, aguentando barulho, sujeira e lidando com trocentos funcionários de várias empresas, já lidei com obra na casa da minha mãe, tomando a frente mesmo, enquanto ela trabalhava, e foi muito cansativo, como aqui,(mas lá  era diferente , estava criando um novo andar na casa e não começando do zero) - mas meio que como mágica, baixou um amadurecimento que não sabia que tinha, e de repente me dei conta de que esse ideal só se tivesse muita grana e entregasse na mão de um arquiteto.
E que o mais bacana de ter sua própria casa, é você ir ajeitando aos poucos, estudando, construindo cada cantinho, e se deliciar quando conseguisse ... e que eu perderia se entregasse na mão de um profissional.

Mais bacana ainda foi  ter baixado uma bigorna de uma tonelada, a medida que ia desmontando meu escritório na outra casa e trazendo: MEU DEUS! Não precisava de 80% do que tinha pra viver (depois conto mais sobre essa teoria), me fez refletir muito, sobre como não queria um ambiente lotado de Coisas, e assim fui escolhendo a dedo as aquisições e também me desfazendo de muita coisa inutil mesmo que quero mostrar mais tarde, pois ainda continua.

E agora com os armários de roupas, a tarefa de selecionar a dedo o que vale a pena ter o trabalho de colocar na mala vai começar, só trouxe o básico, necessário para esta fase, roupas de ficar em casa coordenando montagem e duas para sair, ver lojas... veremos o que vem comigo...

PS: acho melhor fazer mais posts, com um único assunto e menores daqui pra frente...


Cupom válido durante todo ano de 2019- acesse!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys