BELEZA SEM CIGARRO

[Diário]Parando de fumar semana 1. Clique na imagem para ler os post do diário.

Store Cosméticos e Cia

Encontre produtos 100% naturais e orgânicos: Cosméticos, maquiagem.

28 de outubro de 2014

Dica da leitora | Escolhendo cosméticos e makes orgânicas

A Andrea está firme e forte no lado verde da força, ela já deu seu depoimento sobre controle da rosácea aqui e hoje conta como faz suas escolhas na hora da compra, achei ótimo pra quem está começando:






Decidi partilhar minhas experiências iniciais com os cosméticos orgânicos.
Sou nova no ramo (comecei em março deste ano). Resolvi mudar para “o lado verde da força” por recomendações médicas. Meu objetivo, portanto, é simplesmente ter mais saúde, tanto na parte de alimentos quanto na de cosméticos em geral.

Comecei minhas pesquisas com a ajuda deste médico, mas logo percebi que o que ele me passou não era suficiente. A solução de simplesmente não pintar o cabelo e não usar maquilagem não era suficiente para mim!
Com a ajuda do santo google e alguma paciência, cheguei a blogs muito interessantes. Fui guardando e catalogando tudo no meu computador. Entretanto, ao perceber quanto veneno existia em vários cosméticos que eu tanto amava e usava há anos, bateu um desespero. Devo parar de usar tudo? Jogo tudo fora? Nunca mais vou poder usar batom?

Passei uma semana sem usar quase nada, fiquei meio deprê. As pessoas estranhavam me ver sem make... Mas não desisti e continuei pesquisando, até achar este grupo e me enturmar com vocês.
Agora, depois de seis meses de muita pesquisa online e algumas compras de novos cosméticos, acho que posso compartilhar algumas dicas para iniciantes. Vamos lá:

1) Menos é mais. Você não precisa de 15 produtos para o cabelo, 10 hidratantes para o corpo e todas as cores do arco-íris na sua caixa de make. Quanto menos coisas, menos substâncias tóxicas. Mesmo os cosméticos orgânicos podem conter substâncias agressivas. Além disto, tudo perde a validade, e não tem sentido colecionar 50 cores diferentes de blush, quando na verdade eles ficam bem parecidos no seu rosto e acabam perdendo a validade antes que você consiga gastar um décimo do conteúdo.

2) Não jogue o que você tem no lixo! Procure, inicialmente, se desfazer daquilo que saiu da validade. Depois, examine o que sobrou. Nem todo cosmético tradicional é nocivo. Pesquise no EWG para ver a classificação do seu produto. Descarte apenas aquilo que, na sua opinião, é nocivo demais para usar até o fim.

3) Mas, como assim, EWG? Sim, pessoal. Não tem como se garantir postando a composição do produto aqui, ou perguntando se a marca X ou Y é boa. Esta é uma decisão que terá que ser tomada por você, usuário. O link acima ajuda a analisar todo e qualquer produto que você tem em casa ou pretende comprar. Eu, atualmente, não compro nada sem classificar antes. Mesmo porque, ainda que a marca se intitule “orgânica”, tem um ou outro produto com tranqueira. Além disto, a análise da classificação é muito pessoal. Para mim, se o produto tem chance de ser cancerígeno, ainda que em grau baixo, está excluído. Qualquer influência hormonal, na minha opinião, também é motivo para riscar o produto.

4) Sim, você vai ter que ler coisas em inglês e comprar pela internet. Não tem jeito. A coisa no Brasil ainda está muito no início, e os produtos não serão encontrados nas farmácias. Além disto, principalmente na área de maquilagem, não tem quase nada aqui. Prepare, portanto, seu cartão de crédito internacional se quiser usar maquilagem orgânica de qualidade.

5) A boa notícia, entretanto, é que existe tudo - TUDO MESMO – no ramo de cosméticos orgânicos. Base, primer, batom, sombra, até mesmo lojas que imitam os batons da MAC (amo!) e o blush Orgasm da NARS (como viver sem?).

Pitaco da Yumi: Veja como fazer seu relatório no EWG aqui

27 de outubro de 2014

Meu kit aromaterapia para viagem

Voltamos as atividades, depois de umas merecidas férias!
(A resposta/moderação de comentários ficou comprometida, tudo culpa do 3G da Vivo, sorry...)

Este ano graças a uma muvuquinha que a auditoria  da Anvisa fez na farmaceutica que marido trabalha, e aviso de férias com uma semana de antecedência, não deu pra planejar muita coisa, acabamos pegando o carro e indo pra Foz do Iguaçu (é longe... muito longe rs...) e em viagens assim, sempre carrego meus óleos essenciais preferidos.


Essa é a necessaire fofa da Phytoterápica, já tinha visto necessaire de OEs lá fora e já gostava da ideia de ter uma com os nichos certinhos para cada óleo.
Parece frescura, mas veja - sempre que viajei por mais que deixasse de modo que os OEs não chacoalhassem, não adiantava, quando abria vinha aquela enchurrada de óleos, muito desperdício...

Com essa, deixando no porta-treco na lateral da porta, foi a primeira viagem que eles chegaram comportados haha!Ficaram firmes, quietinhos no lugar! Amei! Comprei na Beleza do Campo, aqui.

Vem com dois bolsos maiores que cabe um frasco de óleo vegetal 60ml da Phytoterápica (minha dica é guardar a embalagem, dá pra refilar  qualquer óleo vegetal e carregar na necessaire), um médio que cabe certinho os frascos da Aura Cácia e o restante pra frascos comuns, 10 bolsos no total.


Meus óleos essenciais must have:
Quando planejo uma viagem, sempre tenho em mente estes óleos:
- Hortelã pimenta, Alecrim e cravo
Alecrim e Cravo formam minha sinergia 'Red Bull' : aquela que mantém o motorista atento e claro a co-piloto também, são óleos estimulantes , ajudam na fadiga mental que lá pela 4. hora de estrada começa a dominar.
Uso em colar aromaterápico ou neste dispositivo próprio pra carro da Aura Cácia, falei aqui.

Hortelã pimenta serve para enjoôs na serra e dores de cabeça, pra estes casos, inalando diretamente do frasco já funciona.
Com ele, também faço um spray a base de água mineral ou filtrada, junto com alecrim. Isso tem dupla utilidade: na estrada fez cerca de 34 graus, ajuda a refrescar e amenizar o desconforto térmico e como hortelã pimenta ajuda a manter a pessoa desperta junto com o alecrim, você pode inalar a névoa ou borrifar nos pulsos e nuca pra ajudar na atenção.
Para 200ml de água coloco 3 gotas de cada óleo.

Atenção: Não faça spray de cravo, pois é dermoagressivo! Alecrim e hortelã não deve ser usado por gestantes, problemas de pressão,taquicardia e epilepsia.

- Lavanda:
É um multifunção fantástico, uso para picadas de inseto, assepsia de ferimentos, colocar num hidratante para acalmar a pele em casos de queimaduras solares e numa queimadura acidental e se nascer uma espinha rs... Super seguro, pode ser aplucado puro diretamente na pele.

- Citronela:
Lvei meu aromatizador de tomada, mas como ela ficava longe da janela, acabei pingando nas cortinas marrons do quarto do hotel rs... coloquei uma gota no primeiro terço da cortina e outra  na altura do beiral da janela. Tmbém coloquei uma gota na cabeceira da cama - pronto quarto livre de mosquitos.

Atenção: Se você for fazer isso, certifique-se que o OE não vá manchar a cortina , por favor! E se você tiver insônia ou taquicardia, certifique-se de que o OE não fique perto de modo que você possa sentir o cheiro, é estimulante. Se não gostar de citronela, capim limão também é repelente.

- Sinergia do Movimento / Terra Flor
Quem acompanha o blog sabe que tenho dor crônica, então levo pra mim por isso, mas até pra quem não tem dor crônica é útil. Marido dirigiu 8hrs de Curitiba até Foz, sentiu a batata da perna. Se suas férias incluem andanças o dia todo, é algo a se cogitar.
Fomos bater perna em Cidade del Leste e quem salvou do colapso muscular foi essa sinergia, que deve ser diluida em óleo vegetal, 4 a 5 gotas para 10ml de OV, falei da sinergia aqui.

Atenção: não deve ser usado antes de dormir, são todos óleos estimulantes, demais contra indicações, vide resenha no link indicado

Este é meu kit básico, que atende a mim e ao marido, levo em todas as viagens.
E vocês costumam levar OEs quando viajam?


14 de outubro de 2014

Passeio | Embu das Artes

Eu adoro essa cidade que fica a 20km da capital paulista indo pela Régis Bitencourt e agora que estou montando casa e jardim, vou mostrar porquê.
Além disso o blog apoia comprar de quem faz, valorizar o artesão que dedica sua energia pra criar coisas tão lindas.

A feira de artesanato acontece de domingo, tem sábado também mas se quiser todas as barracas ali é domingo. Tem estacionamento a R$20 e várias barracas de comidinhas, tem desde tapioca a acarajé, mas também tem restaurantes self service e de comidas típicas como a mineira, que já aviso é bem caro, mas bem servido.



Eu sou louca por estampas patchwork, e essas bolsas foram as mais perfeitas que já vi na vida, super estruturadas e muito bem acabadas, só não comprei pois estou tentando minimalizar minha vida e ser menos consumista (e sim, é dificil resistir a tentação em Embu - mas consegui, só trouxe um avental e um porta celular de tecido, aêeee!)
Não perguntei preço, tive que pedir pro marido tirar  foto, precisei correr delas rs... mas bolsas assim, costumam ser na faixa de $80, até uns $150

Mesmo tendo ido só pra comprar um avental e pesquisar coisas pra casa, ter ideias de decoração, é dificil não se encantar com tanta coisa linda, mesmo que seu estilo não seja provençal, você fica toda hora: ai que lindo! rs...
(ah sim,  se posso comprar do artesanal eu prefiro dar o dinheiro na mão da artesã que muitas vezes está produzindo lá mesmo )
As lojas de rua abrem durante a semana também.



Tem muitas peças em ferro, estilo barroco/mineiro, pra ter uma ideia, um cabideiro de três ganchos com uma flor toda moldada sai numa média de R$30, lustres  nesse estilo cerca de R$200
E ali no cantinho da primeira foto tem uma loja de chapéus looosho, meu panamá foi comprado ali- sim original do Equador, por R$90 - essa loja tenho que passar longe também pois eu sou daquelas que usam para se proteger do sol.


Na praça central tem os pintores: há quadros de tudo que é tipo, desde os tradicionais - pinturas de cenários, caindo nas mandalas,  modernos/ abstratos e até  Romero Britto inspired, preços variados, mas R$250 num quadro de 1,5x 2m não achamos caro não, é justo.


Tem várias lojas de tapeçaria por lá, pra todos os gostos e bolsos, desde o rústico pra uma casa de campo, até os super rebuscados persas. Almofadas e mantas pra sofá , especialmente este último vale a pena comprar por lá, pois o mesmissimo modelo feito em tear, lá custa R$40, na Tok &Stok $120.

Móveis de madeira maciça são o forte por lá mas também tem os de MDF estilo provençal, como penteadeiras e berços.






E móveis em vime também, voltados para jardins, decks e piscinas. Claro que queria tirar mais fotos mas num domingo ensolarado é super movimentado, o que contei e não tem foto é por isso rs...

Assim como em Minas - mais especificamente Ouro Preto, tem muito artesanato em pedras e cristais, de tudo que é tamanho, modelo e preço, assim como em pedra sabão.
E claro os cristais em si, pendulos, mandalas. Uma árvore de 10cm com os galhos em metal e pedras, custa cerca de R$15.
Nessas lojas também tem as fontes de água: de mesa, de parede, de chão , de tamanho gigante....

E jóias, algumas em ouro, outras em prata, outras de latão com estas pedras - são brincos, anéis, pulseiras, colares, de tudo que é tamanho e preço, tem desde R$5 e vai subindo conforme modelo.
Dependendo do seu gosto é possível decorar a casa inteira por lá numa tarde.










Ah sim, como o blog preza a comida saudável as panelas de barro estilo capixaba e em pedra sabão são um bom investimento pois não soltam tóxicos como metais pesados. No ES tem na beira da  estrada mas tem lá também, uma panela média sai em torno de R$50, eu tenho uma pra moquecas que de fato, dá outro sabor pra comida. Bem mais barato que nos postos das estradas paulistas, que chegam a $100 fácil,
Tem também colheres de pau, desde as mais simples até com cabos decorados.




























Por fim tem a rua do verde! Flores, plantas ornamentais, temperos e até árvores frutiferas. O  vasinho de manjericão custa R$2 e um pé de jabuticaba cerca de R$120 pra ter uma ideia.




E claro, as roupas indianas, que sempre tem em feiras de artesanato. Entre muitas outras em tricô crochê, tecidos mais rústicos.

Muitas barracas aceitam cartão de débito e crédito, se você tem alma de delírios de Becky Bloom, deixe em casa e vá com dinheiro.
Dá pra estourar o cartão fácil nas quatro ruas da feira, pois tem de tudo: artigos em couro, velas, brinquedos, roupas de cachorro, calçados, cintos,  comidinhas e bebidinhas artesanais - enfim tudo que costuma ter em feiras assim, e que é impossibel registrar tudo.

Tem sanitários decentes e bancos espalhados para os maridos ficarem jogando no celular. E se você não quer morrer de dor no pé, vai de sapato baixo e confortável, tem ladeiras e as ruas são de paralelepipedos.
Vale o passeio- mesmo que for só pra ver, é tudo muito colorido e animado, os bares e restaurantes tem música ao vivo, há quem vá para tomar algo e ouvir boa música e claro ver coisas bonitas e diversiudade de pessoas: atrai muitos turistas, inclusive estrangeiros!


10 de outubro de 2014

Compra na Paz em Gaia

Eu tenho leitoras maravilhosas, postei da escova de dente da Kess aqui por ser cruelty free mas queria mesmo uma biodegradavel/reciclável - então Priscila me indicou essa loja linda que tem escova de bambu!

Deu um bug na hora do pagamento, não estava aceitando Mercado pago ou Pag Seguro, Therezinha, responsável pela loja, me enviou um email, perguntando , deu um trabalhinho pra pagar mas deu tudo certo, são tão prestativos e preocupados com os clientes que me enviaram via Sedex, quando paguei por PAC, fala se não é muito amor?


Veio tubo bem embalado e protegido, as escovas de dentes vem num saquinho, também fiquei feliz por ter encontrado sabão de coco com uma fórmula boa, o Milão - é óleo de coco, conservante e sequestrante só... ou seja é sabão puro, sem sulfato.

Comprei chá de neem e tb esssa calça baphônica orgânica, tenho investido em mais ropas orgânicas atualmente.
Fico feliz que existam mais lojas com essa proposta.
A escova de dentes sai a R$9,90 aqui, achei justo pois tem umas da Colgate e Oral B mais caras, essa tem uma proposta linda, a cerdas são médias e macias, não usei ainda.

O sabão de coco a R$4 com 100g aqui

Leitora perguntou sobre o pó dental de juá, tem lá também por R$9,50 aqui

Por fim, isso não é um publieditorial, o trabalho do blog é divulgar lojas que batem com o conceito dele - sustentável e cruelty free

9 de outubro de 2014

Dica da leitora | Pele oleosa/cravos - Sal da Terra

A dica de hoje é da leitora Bel, que já usou Avon e foi ao dermatologista mas nada resolveu. Então optou por alguns produtos da Sal da Terra, veja o que ela achou:




Sabonete Argila Preta (Lama Vulcânica) - Sal da Terra Saboaria Artesanal e Natural

Vim contar pra vocês um pouco da minha transição para produtos naturais, e falar de um produto que estou utilizando atualmente: o Sabonete Argila Preta (Lama Vulcânica), que utilizo em conjunto com a loção facial para pele oleosa, ambos da Sal da Terra Saboaria Artesanal e Natural.

foto by Bel



Eu tenho um problema na pele que é muito chato de cuidar, que é a oleosidade excessiva. Meus poros são dilatados e logo após lavar o rosto começa a sair a oleosidade deles (alguém aí se identifica?). Sem falar dos pontos pretos, principalmente no nariz, devido aos cravos.

Eu usava avon e não tava satisfeita, então na tentativa de dar um jeito nisso, fui a um dermatologista que me indicou um sabonete convencional (super caro), mais um gel secativo (mais caro ainda), e creme para manipular em farmácia, este para passar antes de dormir. Usei alguns meses, mas não fiquei satisfeita com o resultado. Quando os produtos estavam chegando ao fim, me neguei a comprar os mesmos já que não funcionaram bem e, além disso, eu não estava em condições de gastar muito. Então me bateu a ideia de procurar por produtos naturais (e aí você se pergunta, como que eu nunca tinha pensado nisso antes??). Descobri que produtos naturais são surpreendentemente, em grande parte, mais baratos que os produtos convencionais. Neste blog fala sobre isso, clica aqui sobre isso aqui

Depois de ver as resenhas de produtos no Lookaholic e no PBS , entrei em contato com a Aline, da Sal da Terra, que foi bem acessível e atenciosa. Contei pra ela sobre a minha pele e pedi recomendação de sabonetes, ela me indicou o de Neem ou de Lama Vulcânica (argila preta), o qual vou comentar pra vocês.

O que o fabricante diz: Também conhecida como Lama Negra ou Vulcânica, é a mais nobre de todas as argilas e muito utilizada para a desintoxicação da pele, principalmente as oleosas.


Composição: Óleos Saponificados de Palma, Palmiste, Oliva, Arroz e Mamona, Argila preta e Óleos Essenciais de: Cipreste, Gengibre e Sândalo. Peso: 130 g
Foto by Bel

Vegan | 100% natural

O que eu achei: Realmente me surpreendeu! O cheiro não é dos melhores, mas não é ruim, é até suave pelo menos para mim. A espuma é leve, mas se espalha e limpa muito bem. No segundo dia de uso, após a limpeza da pele (lavar com sabonete, secar e aplicar a loção), já notei uma grande diferença, pois os poros estavam bem menores, e a pele demorou mais que o normal para ficar com aquele aspecto de oleosidade visível. A argila preta age absorvendo a oleosidade da pele, purifica e desobstrui poros, e a loção facial equilibra a oleosidade e auxilia a fechar os poros, tem resenha aqui

Comecei a utilizar o sabonete e a loção faz algumas semanas, então em médio prazo posso dizer que noto uma diminuição dos cravos, eles não acabaram totalmente (o sabonete não faz milagres, rs), mas continuam em menor proporção que antes. Creio que a utilização desse produto seria muito mais eficiente aliada a sessões de limpeza de pele a cada mês ou a cada dois meses. Mas no momento estou sem condição pra isso.

Outra coisa que tenho notado, é que a eficiência desses produtos estão diminuindo na minha pele, e isso não é culpa ou má qualidade dos produtos, é da minha pele mesmo que parece se “acostumar” rápido com as coisas (alguém aí também passa por isso?). O que pretendo fazer então é comprar outros produtos e revezar o uso, por exemplo usar 15 dias a argila preta + loção e 15 dias outro sabonete com outro tônico. Essa foi uma ideia que tive agora e vou testar quando eu puder comprar outros produtos e aí conto pra vocês, ok?

No cabelo: utilizei apenas uma vez só pra testar. Adivinhem? Meu cabelo também é muito oleoso, eu achei que ele limpou bem, mas a espuma foi mais difícil de espalhar que na pele, o que dificultou um pouco. Também não sei se é adequado para usar todos os dias. Talvez uma vez por semana.

Quanto a composição:

Algumas dicas:

- Corte um pedaço do sabonete e deixe no banheiro, em uma saboneteira drenada (esses sabonetes derretem se ficarem úmidos), e o resto do sabonete deixe guardado numa embalagem fechada. Se você usar o sabonete só no rosto, ele vai durar muito, acredite! Como vocês podem ver na foto, o sabonete cortado que eu guardei e o fragmento do pedaço que eu cortei, que ainda nem acabou!

- Lave o rosto com água em temperatura ambiente, de preferencia gelada, caso você more em lugar quente. Ah, faltou comentar que eu moro em Santa Catarina, aqui não é o calor das áreas mais quentes do país, mas também faz calor, e esse ano quase nem deu dias frios de inverno, pra minha tristeza já que eu sinto muito calor.

- Passar a loção em um pedaço bem pequeno de algodão, assim você economiza os dois, já que o algodão absorve muito a loção, e a nossa intenção aqui é que ela vá para o seu rosto, e não ficar no próprio algodão, não é mesmo?

- Faça o processo de limpeza da pele duas vezes ao dia, pela manhã e pela noite. Se sua pele é muito oleosa, tem que fazer fielmente desse jeito, senão não vai sentir a mudança.

- Após passar a loção é legal passar um hidratante leve para pele oleosa.

O preço dessa belezinha é R$ 16,50 (quando eu comprei tava mais barato) e vc encontra aqui  . Já o tal sabonete que eu usava (aquele recomendado pelo dermato) custava em torno de 55 reais.. Quanta diferença!

E você, também tem alguma experiência positiva com produtos naturais para pele oleosa? Comente pra gente! Um grande abraço a todos!

Pitacos da Yumi
Gratidão Bel, ótima resenha, não tenho nada a acrescentar
Se quiser participar do dica da leitora, envie um email para o blog, clica aqui

3 de outubro de 2014

Escova de dente Kess - Belliz

Meu sonho é encontrar escovas de dente biodegradáveis, afinal esse produto é lixo cinza, não pode ser reciclado.
Se ainda não é possível, que seja pelo menos cruelty-free, pois não estou mais a fim de patrocinar industrias com práticas cruéis e nada sustentáveis.

Cruelty-free pelo menos consegui , até onde sei a Belliz não conduz testes em animais - me corrijam se estiver errada, eu já usava uma escova de silicone dessa marca, mas não achei foto e nem sei se ainda existe a venda - mas encontrei essa na Sumirê


O que foi uma surpresa bem positiva é o preço, só R$3.20?! Achei barato demais, pois estes modelos de escova cheio das nove horas, custa cerca de R$10 da Colgate ou Oral B, que no fim das contas não vejo uma diferença gritante pra justificar o preço.
Achamos bem digna... com raspador de língua e ainda vem com uma capinha protetora, o preço tá ótimo!

Enfim, dica rapidinha de uma sexta friorenta e preguiçosa...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...